Moradores protestam por causa das obras da Copa

Passe livre, moradia e obras da Copa estão entre as reivindicações dos manifestantes

Grupo se concentrou ao lado do postão da Cruzeiro. Foto de André Ávila - Correio do Povo

Grupo se concentrou ao lado do postão da Cruzeiro. Foto de André Ávila – Correio do Povo

Porto Alegre – O Bloco de Lutas, Comitê Popular da Copa de Porto Alegre e líderes de moradores organizaram uma passeata pacífico na Capital através da rede social, Facebook. O Centro de Saúde Vila dos Comerciários, conhecido como Postão Vila Cruzeiro, localizado no bairro Santa Tereza, foi o ponto de encontro dos participantes. A manifestação foi motivada, principalmente, pelo interesse dos moradores da Vila dos Troncos que reivindicam respostas da prefeitura quanto ao auxílio moradia e auxílio aluguel, além de passe livre para todos.

Cerca de 1.500 famílias residem no espaço que integra o cronograma de obras da Copa do Mundo de 2014. Destas, 400 já foram removidas. Líderes comunitários afirmam que a administração do município concede auxílio moradia de R$ 52 mil e auxílio aluguel de R$ 500. Entretanto eles alegam que esse valor é inferior ao do imóvel onde vivem, além de ser aquém ao que o mercado imobiliário oferta seja para compra ou aluguel. Outro fator colocado por eles é que o programa de duplicação da avenida Vila dos Troncos é lento, o que deixa os moradores apreensivos com relação ao destino de cada família.

Pelo evento formado no Facebook, mais de 3 mil pessoas haviam confirmado presença, até o momento, um grupo de aproximadamente 1.200 pessoas participa do ato que segue rumo ao Centro de Porto Alegre. Cerca de 70 policiais e um helicóptero da Brigada Militar acompanham o protesto para garantir a segurança e a integridade das pessoas que integram o movimento. Assim como em outros manifestos, defensores públicos seguem junto na passeata para fiscalizar as ocorrências registradas.

Um carro de som participa entoando frases a serem gritadas pelas pessoas que compõe o manifesto munidas de faixas e cartazes. Durante a caminhada houve um momento de tensão quando um grupo isolado de jovens, com idade média de 15 anos, pulou as grades de proteção e atingiram com pedras um supermercado. Logo os próprios manifestantes retiraram o grupo da frente do estabelecimento e seguiram com a passeata de forma pacífica.

Diário de Canoas

____________________

Após cinco horas, protesto se dispersa na zona Sul



Categorias:COPA 2014, Manifestações, Obras da Copa 2014

Tags:, ,

20 respostas

  1. Assisti ao vídeo. Vocês notaram as portas do prédio onde estas pessoas que estão à frente do movimento estão sentadas, estão com as vidraças quebradas. É assim nesta região um povo sem educação que gosta de morar no lixo.
    O Postão do INSS também tem a maioria de seus vidros quebrados.
    Conheço este bairro, morei na Vila dos Comerciários quando ela era habitável. Em 1976 começou a invasão, foi um vereador que levou as primeiras pessoas para os terrenos ao redor da Vila dos Comerciários, passado alguns anos este lugar se tornou a Vila Cruzeiro talvez por causa da Linha de ônibus Cruzeiro do Sul que cruzava a Vila e ia até a Icaraí….
    Leio muita coisa aqui neste Blog de pessoas que falam, falam mas não conhecem a cidade….
    Uma ocasião já relatei este fato, Quando a Vila dos Comerciários foi inaugurada pelo Pres. do Brasil Getúlio Vargas na década de 50, o leito da Av. Tronco estava pronto com rede de esgoto e meio fio, só faltava pavimentar. Por que não foi concluída eu não sei. Claro que o tempo tratou erodir e destruir a via e em 1976 ela foi ocupada pelos invasores que cobriram tudo com suas malocas. Então começaram os roubos e os assaltos.
    Toda esta gente que vem chorar pitanga é de invasores que agora se dão o direito de reclamar o pouco dinheiro que vão receber por algo que nem é seu.
    Nas próximas eleições veremos estes cara de pau do vídeo concorrendo a algum cargo eletivo, eu já tomei nota dos nomes e quero ver suas promessas…..
    Caso sejam eleitos no futuro com certeza se tornarão aqueles que nós vamos querer ver pelas costas…esta história eu já conheço bem……

    Curtir

  2. quanta gente burra e trouxa nesse vídeo. quem dera um dia as construtoras tenham interesse nesse lixo que é a Moab Caldas de hoje. a valoriação dos imóveis só beneficia os moradores. incrível isso: o pessoal prefere que a região continue obscura, densa, podre, desinteressante, suja, pobre, inalcançável. a população está sendo beneficiada com as obras. desapropriações são necessárias para abrir vias para a coletividade ou só esses aí no vídeo têm direito a ônibus próximos de suas casas?

    Curtir

    • De que forma a valorização dos imóveis beneficia os moradores se eles não possuem dinheiro para pagar imóveis mais “valorizados”?

      Curtir

  3. Sim, se dispersaram, quebraram um carro, picharam o clube, tentarfam quebrar o shopping e so nao conseguiram porque foram contratados muitos segurancas, mesmo assim arrancaram as faixas de publicidade. Perfeito, nota dez pafra o bloco de luta

    Curtir

  4. Olha, se tem coisa que os contra-capitalismo, os trepa-arvore, os contra-carros, o Pstu & cia, os contra-tudo, e os CONTRA-COPA nao podem reclamar sao das obras na Tronco. Afinal essa obra nao tem nada a ver com “gastos com estadios” , e tambem nao tem nada a ver com “viadutos e avenidas pra benefiar so os carros”: o trecho de alargamento da avenida nao tem arvores, e o prnicipal: o local vai ganhar um corredor de onibus, que vai beneficiar as proprias vilas e tambem toda a zona sul.

    Curtir

  5. Não tem sentido mais em protestar contra as obras da copa,pois o prefeito já avisou que elas são do Pac mobilidade urbana.Não tenho nada contra as pessoas que moram lá mas verdade seja dita a Porto Alegre real que paga IpTu esta crescendo em direção Zona Sul e graças ao pessimo transporte publico,a cidade se viu inundada de veiculos e ai a necessidade de mais vias ou alargamento das mesmas. Provavelmente muitas das desapropriações sao fruto de ocupações há decadas e como o lugar não era valorizado pela especulação imobiliária ficou assim.Hoje a coisa é outra.

    Curtir

    • a região continua ignorada pelo que tu chama de especulação imobiliária. pode ficar tranquilo que a região continuará uma favela, bem do jeito que a turma gosta, por muitos e muitos anos.

      Curtir

  6. Trecho de materia da ZH:

    A caminhada foi liderada por anarquistas. Eles se diferenciavam por usarem bandeiras vermelho e pretas e lenços negros sobre o rosto. Alguns falavam ao microfone em nome do Bloco de Lutas, outros pelo Comitê Popular da Copa. Duas garotas se destacavam nos discursos.

    Os ativistas planejavam caminhar até a prefeitura para exigir uma reunião entre o prefeito e os moradores. Até por isso, a marcha foi acompanhada pela BM. A cautela tinha razão de ser. Pelo menos três grupos de mascarados circulavam, causando nos moradores temor de vandalismo.
    Um pequeno grupo de jovens atirava pedras contra o Jockey Club.
    Ao final do protesto, pelo menos uma parada de ônibus e um veículo foram depredados.

    http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2013/07/manifestantes-realizam-ato-em-vila-de-porto-alegre-e-inserem-desapropriacoes-na-pauta-4190616.html
    ==============

    Tem e’ que cagar a pau esse bando de delinquentes!

    .

    Curtir

  7. Aposto que nem 10% desse pessoal era, de fato, morador da regiao da Tronco.

    Curtir

  8. O que é aqaquela bandeira preta, branca e verde com uma estrela?

    Curtir

    • Uma bandeira da Síria. Tirem suas próprias conclusões.

      Curtir

    • Bandeira da Siria, versao dos opositores do regime (trocaram o vermelho pelo verde e vice-versa). Tudo a ver com manifestacao na Vila Tronco. Pois e’, em Porto Alegre tudo e’ possivel.

      Curtir

  9. Honestamente ví notícias de que paradas de ônibus na Icaraí e na Diário de notícias foram depredadas, honestamente vi notícia de que picharam o Jockey Club. Honestamente fiquei p…..da vida que vieram aqui na ZS onde moro para avacalhar. Honestamente acho que chegou a hora de isso acabar.

    Curtir

  10. Passou aqui do lado de casa, sem nenhum contratempo ou quebra-quebra pelo vi. Honestamente, comparado as manifestações iniciais no centro, achei a coisa bem mais aparelhada. A matéria mesmo fala do carro de som, honestamente parecia comício de sindicato.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: