Prefeito pede mais R$ 2,5 bi ao metrô

metropoa

Jornal Metro – Porto Alegre – 09/07/2013



Categorias:Metro Linha 2

Tags:,

66 respostas

  1. (OFF) Como se faz um estudo de demanda sério para uma linha de metrô? Abaixo, o link do projeto feito pela Fundação Getúlio Vargas para a Linha 4 do Metrô do Rio:

    http://p-web01.mp.rj.gov.br/mwg-internal/de5fs23hu73ds/progress?id=2up6pCaGgD

    Curtir

  2. Não há necessidade do metrô ir até o centro. Basta fazer uma ligação com a estação São Pedro ou estação Rodoviária da Trensurb. Será que eu estou errado??
    Neste traçado as linhas do metrô de Porto Alegre e Trensurb, entre a estação Cairu e o centro, serão paralelas e desnecessárias. Que eu saiba a ligação do terminal do metrô com a estação Mercado da Trensurb será feito a pé via túnel. Para mim é burrice.

    Curtir

    • O problema de ir somente até a São Pedro é que essa linha que deveria ser troncal, vai acabar sendo só mais uma alimentadora da linha 1, que já está mais do que saturada. Vai simplesmente enfiar mais gente na linha 1 e não vai chamar tanta gente para usar a linha 2 porque a maioria das pessoas não quer (e com razão) fazer baldeação para pegar um trem lotado. Esse tipo de conexão só se faz quando se tem uma malha metroviária mais abrangente.

      Curtir

    • Já discutimos isso aqui. Será operado por empresas diferentes, e o Trensurb não suporta a adição de mais gente nos trens atuais. Mesmo fazendo um “upgrade”, ficaria complicado.

      O ideal mesmo pra não desperdiçar “trajeto”, na minha humilde opinião, é ele vir pela Benjamin (passando na frente do Bourbon) > Cristóvão > Centro.

      Até analisando melhor o mapa, pensei: e se ele fosse reto do Obirici até a Benjamin com a Cristóvão? ia ter mais demanda ainda!

      Curtir

  3. Recebi um e-mail de uma consulta ao Fala Porto Alegre 156 que eu nem lembrava mais que tinha feito. A consulta foi feita em 16/04 e a resposta chegou “bem rápido”, em 26/06.

    Minha demanda: Gostaria de ter acesso ao estudo/processo que determinou o traçado do atual projeto de metrô de Porto Alegre.

    A resposta: A Prefeitura, através do Fala Porto Alegre – 156 comunica que o estudo entregue pela Trensurb à Prefeitura Municipal de Porto Alegre, trata-se tão somente de uma análise de demanda de passageiros conforme especificações do protótipo do veículo Aeromóvel, “sem” analisar indicadores de operações existentes, viabilidade econômica e financeira, formatos de licitação/contrato, custos unitários dos insumos de execução e operação, novos cenários de traçado com horizontes de implantação, cronogramas de execução das obras e implantação da operação e contrato de operação e manutenção. Sugerimos ao requerente entrar em contato com a TRENSURB, a fim de solicitar o traçado da referida linha de metrô.

    Minha análise: além de demorarem mais de 2 meses pra responder, não entenderam a demanda. Sequer mencionei a palavra aeromóvel, e eles acharam que eu estava me referindo ao projeto do aeromível pra zona sul. É muido amadorismo, não me admira que não saia o metrô, se a prefeitura nem projeto tem. Meu objetivo era saber porque decidiram fazer a linha pela Farrapos, em paralelo com a linha do trensurb, o que entendo como uma total falta de lógica. Mas, pro Fortunati o que importa é que saia o metrô, não importa qual metrô.

    Curtir

    • Eu tinha lido numa noticia antiga que o tracado original ia pela Benjamin e depois Cristovao. Dai alteraram pq na Farrapos a demanda e maior (segundo algum estudo obscuro).

      Mas a Farrapos ate pode ter demanda maior, porem apenas no horario comercial! Cristovao tem mais demanda em outros horarios e nem fica tao longe da Farrapos assim.

      Curtir

      • A Farrapos não é longe da Cristovão e já é atendia pelao trensurb. Se fosse pela Cristovão, Farrapos, Independência e Moinhos seriam contemplados.

        Curtir

      • O ideal seria pela Cristóvão, pois o novo traçado não ficaria tão paralelo à linha existente. Com o traçado pela Cristóvão muita gente da Independência poderia se beneficiar do metrô. Cabe lembrar que o transporte público pela Independência é péssimo.

        Curtir

        • Pablo.
          .
          Por isto que não será na Cristóvão, simplesmente porque roubaria tráfego dos ônibus e lotações da Independência, além de atender a Cristóvão e parte da Farrapos. E mais que vai acontecer com aqueles imóveis baratos que os amigos de sempre compraram na Farrapos?

          Curtir

        • Opa! temos aí especulação imobiliária e manipulação?

          Curtir

        • O problema não é elas serem paralelas, mas serem bastante próximas. Mesmo que o trajeto não fosse pela Farrapos, em algum momento a linha teria que se aproximar do traçado da linha 1, para chegar ao centro e por vir da zona norte. Quando tivermos uma malha mais abrangente esse paralelismo entre as linhas não será problema (sim, acredito e tenho fé que um dia Porto Alegre terá uma malha metroviária bastante abrangente), até porque, o elogiado metrô de Paris, com estações a cada 500m deve ter uma ou outra linha paralela à outras.

          Curtir

        • Guilherme M, como vc bem falou, o problema é a proximidade das linhas. As ideias seriam: ou as duas linhas se unem, por exemplo, na atual estação Farrapos, e fica apenas uma linha sob a Av. Farrapos até o Mercado (desativando-se os trilhos do trensurb entre a Estação Farrapos e o Mercado); ou permanece o trensurb como está e a linha 2 seguiria pela Cristóvão. Acho muito bizarro existir uma estação na rodoviária e outra no viaduto da conceição, sem comunicação entre elas. E quem vem da ZN e quer ir pra Região metropolitana (ou vice versa), tem que ir até o mercado pra fazer baldeação?

          Não adianta, a prefeitura não sabe e parece não estar interessada no que Porto Alegre precisa. Só sabem ir a Brasília pedir recursos sem nem saber quanto precisam. Como eu já disse: o importante é que saia o metrô, não importa qual.

          Curtir

        • Solrac, o primeiro problema que eles tem que resolver é a locomoção da Zona Norte para o Centro e aliviar a Assis Brasil, essa deve ser a preocupação do metrô e por isso defendo que ele deva ir até o centro se conectando ou ao menos bem próxima da estação Mercado sem a linha 2 utilizar os trilhos da linha 1 ou fazer baldeação para a linha 1 na estação são Pedro, pois não vai se resolver o problema de mobilidade e apenas vai saturar ainda mais a linha 1.

          Depois que tivermos essa linha pronta e pelo menos mais duas linhas (uma ligando a zona sul ao cento e outra ligando a zona leste ao centro) poderiam fazer outra linha ligando a zona norte à linha 1 na estação Aeroporto ou Anchieta. Por enquanto, quem quer ir da Zona norte á região metropolitana deve ir de ônibus, até estas estações. Ao meu ver, é melhor priorizar quem vai da ZN ao centro e fazer este trajeto (ou mesmo pela Cristóvão) do que pensar nos dois casos e fazer um trajeto meia boca que vai somente lotar a linha 1 ainda mais agora.

          Curtir

        • Muito bem colocado Solrac e Guilherme M. É bem isso aí! É um desperdício de recursos que não temos para fazer uma linha subterrânea próxima a uma que está funcionando muito bem. Com uma fração muito pequena do dinheiro dos túneis de metrô poderia-se ter mais locomotivas, vagões e reforma nas estações do centro.

          Curtir

    • Caro Solrac.
      .
      A resposta que recebeste não é um erro, é sim a famosa curva! Ou seja, querem ganhar no cansaço de quem pergunta, respondem errado se fazendo de “salame”, se fosse tu perguntava de novo colocando que a resposta não foi de acordo com a pergunta.
      .
      Por que isto tudo? Exatamente porque o estudo não existe, é tudo na base do achismo e de apresentações em power point para enganar a torcida. Um estudo desta envergadura sairia caro e todos saberiam que ele foi feito, estão tentando te enrolar.

      Curtir

      • Diria até mais…. Quanto mais confuso melhor, pois atrasa mais, dá mais erro e gera mais discussão, jogando o metrô para algum instante distante, muito distante.

        Curtir

      • Rogério já criei um novo protocolo, fazendo referência a esse no qual tentaram me enrolar. Disse exatamente isso, que a resposta não dada não tem nada a ver com o questionamento feito. Vamos ver, quam sabe daqui a mais dois meses eles respondem falando sobre os corredores “BRT”.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: