Quanto mais próximo da Copa, mais imundo?

Fotos-0015_5Passeando pelo centro nesta tarde ensolarada de Terça, me pergunto: os containers não eram para organizar a sujeira? Acontece que hoje eles reunem sujeira ao redor, isso em plena Rua dos Andradas. Ao lado, umas cinco caixas de papelão com vendedores de CDs piratas. Clique para ampliar.

Fotos-0018_3

Fotos-0020_2

Fotos-0022_2

Para terminar, a foto emblemática do centro. Já desisti de qualquer esperança deste câncer ser pelo menos tapado durante a Copa. E com os catadores estacionando seus carros ao redor de cada container no Centro, os turistas terão certamente uma grande impressão desta cidade. Estou sendo exagerado?Fotos-0007_9



Categorias:Outros assuntos

47 respostas

  1. Senhores e senhoras.
    .
    Escrevi algo acima que coloca em parte o problema, mas acho que devemos ter algum cuidado para não incorrermos em raciocínios mais simples. Eu, por exemplo, tinha algumas pseudo-ideias para o problema dos catadores e/ou recicladores como todos vocês, pois acho que além do problema estético, que é grave, tem o problema de saúde pública, que também é grave. Coloquei no passado a minha afirmação sobre conceitos de resolver o problema do lixo e dos catadores e chamei de pseudo-idéias, pois simplesmente após falar com alguém da área vi desmontado tudo que tinha em mente, e atualmente a única certeza que tenho é que não entendo nada do assunto e não tenho realmente nenhuma proposta para resolver o problema.
    .
    Se não entendo do problema, nem tenho nenhuma proposta porque escrevo aqui? Parece um contrassenso pois quem não tem o que sugerir não tem nada a falar. Mas o que vou tentar escrever é o que escutei de quem entende sobre o assunto, e do pouco que consegui apreender simplesmente as dúvidas que tinham aumentaram e as propostas diminuíram.
    .
    Esta pessoa me disse que em todo o Brasil há somente duas os três cidades em que foram parcialmente exitosas campanhas para eliminar de forma civilizada este problema, e isto se deveu a intervenção de algumas poucas pessoas que através de trabalho intenso junto a este grupo social conseguiu alguma organização do mesmo, porém mesmo nestas cidades o trabalho tem que ser intenso.
    .
    O problema está simplesmente nas razões que levam as pessoas serem catadores, não são razões meramente econômicas, pois se fosse assim grandes cidades do mundo já teriam eliminado a presença deste grupo social no seu convívio. Porém a origem deste pessoal passa por razões de perda de vínculo com a sociedade por diversos motivos, desde o econômico (o mais simples de tratar) como por problemas de vício ou mesmo mentais.
    .
    O grupo de catadores não é uma comunidade única, tem pessoas que são catadores por terem perdido emprego, casa e família, e com isto desligados da sociedade dita “normal”. A inserção destes através de galpões de reciclagem e habitações populares é possível. Porém há pessoas que simplesmente não aceitam mais a sua reinserção. Pode parecer bizarro, mas é algo que existe, e em cidades grandes este grupo pode se tornar numeroso, e este grupo é de difícil resolução. Diversos problemas pessoais e MENTAIS, e como estes problemas são individuais, as soluções também serão individuais.

    Curtir

    • Sobre moradores de rua, uma coisa interessante é que os abrigos não funcionam não porque não se pode fumar, beber ou usar drogas lá dentro, mas porque os moradores de rua sempre tem cachorros para proteção, por causa do frio do inverno ou simplesmente porque são a única companhia deles e não há nenhum espaço para cachorros em abrigos.

      No fundo não se “resolve” o problema dos catadores porque isso não dá dinheiro. O que dá dinheiro são contratos com empresas de lixo que financiam políticos, quando não são de parentes ou amigos de políticos.

      Criação de centros de reciclagem, triagem e amparo aos catadores não dá dinheiro. Como dizem, só não se acaba com a pobreza porque isso não dá dinheiro.

      Curtir

      • Podíamos ganhar dinheiro deixando uma empresa explorar os abrigos transformando-os em “botecos do catador”, que tal?

        hAhaHaH, desculpa, a brincadeira foi irresistível 😛

        Curtir

  2. Nãoe stou nem aí para a copa, dureza é viver a vida toda nesse lixão.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: