Prefeitura mobilizada para enfrentar onda de frio histórico

Imagens de satélite mostram chegada de ar polar no Rio Grande do Sul   Foto: Metroclima/MetSul Meteorologia/Divulgação PMPA

Imagens de satélite mostram chegada de ar polar no Rio Grande do Sul Foto: Metroclima/MetSul Meteorologia/Divulgação PMPA

A Prefeitura de Porto Alegre mobilizou os serviços essenciais para enfrentar a onda de frio extremo que vai atingir o Rio Grande do Sul a partir da madrugada da próxima segunda-feira, 22. Serão reforçados os atendimentos em Saúde, Assistência Social e Defesa Civil, que já contam com a Operação Inverno. O Centro Integrado de Comando (Ceic) vai monitorar as ocorrências e manter uma rede de alertas e apoio. A população pode solicitar informações ou atendimento através do telefone 156.

Saúde – A rede municipal amplia equipes e horários mobilizando 198 profissionais de saúde. As unidades de pronto atendimento (PAs) Cruzeiro do Sul, Bom Jesus e Lomba do Pinheiro, tem reforço de profissionais; as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Bananeiras, Panorama, Camaquã, Ipanema, Passo das Pedras, Chácara da Fumaça, Rubem Berta e Belém Novo, na Unidade de Saúde da Família (USF) Fradique Vizeu e o Centro de Saúde Modelo tem atendimento estendido até as 22h, e o terceiro turno está sendo adotado também na USF Glória e no Centro de Saúde Vila dos Comerciários, até as 21h30. No Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas (HMIPV), o número de leitos pediátricos na enfermaria foi ampliado de 14 para 38. No setor de Emergência, a quantidade leitos de observação pediátrica subiu de dez para 20. Já na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTI), o número foi elevado de seis para 12. As equipes do HMIPV foram reforçadas com cinco médicos pediatras, 16 enfermeiros e 98 técnicos em enfermagem.

Assistência Social – A operação aumenta as vagas no acolhimento e intensifica a abordagem noturna. São acrescidas 93 vagas de albergagem, totalizando 448. O Albergue Municipal, o principal da cidade, acolhe pessoas em situação de rua maiores de 18 anos, no regime de pernoite, com funcionamento permanente – de segunda a segunda, das 18h às 6h da manhã. São oferecidos higiene e banho, vestuário, alimentação (janta e café da manhã), repouso, apoio de equipes de enfermagem e assistentes sociais. A equipe técnica do albergue também executa o serviço de Abordagem Social em regime de plantão noturno, deslocando-se até os locais onde se encontram usuários em potencial, mediante chamado da comunidade. Qualquer pessoa pode ligar e solicitar visita da equipe, entre 19h e 7h, nos telefones 3346-3238 ou 9955-1782. Durante o dia, a Abordagem Social é feita por nove equipes descentralizadas, através do telefone 3289-4994. O albergue fica na rua Comendador Azevedo, nº 215 – Bairro Floresta.

Campanha do Agasalho – A Campanha do Agasalho de 2013 prossegue até o dia 16 de agosto. As doações podem ser feitas no Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10 – Centro Histórico), Fasc (avenida Ipiranga, 310 – bairro Praia de Belas) e nas secretarias municipais. Até agora foram arrecadadas mais de 100 mil peças. “Temos a pretensão de superar a arrecadação de 2012, pois temos a convicção de que, cada vez mais, a sociedade está imbuída do espírito de respeito aos Direitos Humanos e Animais. Ajudar ao próximo aquece o corpo de quem recebe a doação e enobrece a alma de quem doa”, diz a primeira-dama Regina Becker.

Defesa Civil – Além do reforço nas equipes, o principal foco de prevenção é nas Ilhas, onde os técnicos estão fazendo vistorias em todos os turnos. Estarão à disposição, para o atendimento da população da região se necessário, um ônibus da Carris e dois micro-ônibus da Guarda Municipal, que irá repassar o alerta de tempo severo para os agentes, aumentando a atenção para primeiros atendimentos. O Ceic atuará no acompanhamento dos eventos na Capital ao longo da frente fria, acionando a rede de atendimento em caso de necessidade.

Meteorologia – O sistema Metroclima alerta que a próxima semana será gélida em Porto Alegre. Os gaúchos terão dias de frio intenso como poucas vezes se sentiu nos últimos anos, ao redor de 0ºC e negativas em quase todo o Estado, inclusive em Porto Alegre. Há risco de geada negra pelo vento Minuano que soprará forte e pode trazer sensação térmica negativa na Capital e de 15ºC abaixo de zero nos Aparados da Serra.

Leia também:

 Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Clima

Tags:, , , , ,

16 respostas

  1. O frio da’ um ar mais civilizado ‘as cidades, as pessoas se vestem melhor, parece. Ate’ os mendigos ficam mais ajeitados com seus sobretudos.

    Curtir

  2. Como se diz: A ignorância é uma dádiva! Pois se soubéssemos o que significa esta onda de frio que começou e continuará por mais alguns dias teríamos mais preocupação do que alegria.
    .
    Apesar das redes de TV e rádios estarem mais interessadas em promover as improváveis e difíceis nevadas na Serra Gaúcha, não vemos nenhuma preocupação relevante sobre os problemas que podem causar esta onda de frio e como não há em nosso estado nenhum estudo estatístico sobre o efeito de ondas de frio na mortalidade de pessoas em faixas de risco (crianças, velhos e doentes) é tudo uma imensa festa esperando pela neve que não virá.
    .
    O gaúcho acostumado com a divulgação da tal sensação térmica, que representa uma correlação entre temperatura, vento e umidade atmosférica, e que em todos os anos é divulgada a exaustão pelos meios de comunicação e por meteorologistas mediáticos, não está dando importância a real onda de frio que estamos sujeitos. Algumas vezes estamos com termômetros indicando temperaturas relativamente baixas de 10ºC a 15ºC e divulgam sensações térmicas de 5ºC. Esta sensação só tem sentido se a pessoa está sem muito abrigo no meio da rua tomando o ventinho frio de inverno. Logo pensamos, que 2ºC ou 3ºC podemos tirar de letra!
    .
    Uma onda de frio é definida como uma situação em que num período o mínimo de dias ocorrem temperaturas bem abaixo das médias da temperatura local, ou seja, para se ter uma onda de frio deve-se ter um período razoável de tempo em que a temperatura média esteja abaixo de no mínimo dois desvios padrão da temperatura média de um período longo de tempo.
    .
    A média das mínimas da cidade de Porto Alegre está em torno de 10,5ºC para este período, e segundo previsões confiáveis de um instituto de meteorologia Norueguês que consultei a previsão é de no mínimo 4 dias (23/24/25 e 26 deste mês) com temperaturas mínimas entre 3ºC a 4ºC. (Por que instituto de meteorologia norueguês? Isto já é outro assunto. http://www.yr.no/place/Brazil/Rio_Grande_do_Sul/Porto_Alegre/long.html)
    .
    Em função da definição estamos no momento numa situação de uma onda de frio, e ondas de frio MATAM. Como no nosso estado não há um órgão de meteorologia central e também não há estatísticas que correlacionem óbitos com períodos de frio, vou citar aqui duas fontes, o do O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) de Portugal e da Comissão Européia de Saúde Pública.
    .
    Utilizarei dados de Portugal porque as condições das habitações portuguesas, apesar de melhores dos que as nossas, são também desprotegidas contra frios intensos, ou seja, sendo o frio de inverno mais intenso do que no Brasil, porém suas habitações melhores, o que se perde de um lado se ganha de outro, trocando-se seis por meia dúzia.
    .
    A taxa de mortalidade no inverno aumenta em relação ao resto do ano e este aumento depende de duas coisas do frio, logicamente, e da qualidade das habitações.
    Os dados a seguir mostram que países relativamente quentes na Europa tem alta taxa de incremento de mortes no inverno do que outros países.

    País………Aumento mortes inver…nº mortes prematuras inverno

    Portugal…………..28,0%……………….8.800
    Irlanda…………….21,0%……………….2.000
    Espanha………….21,0%………………19.000
    UK………………….15,0%………………37.000
    Grécia…………….18,0%………………..5.700
    Itália……………….15,0%………………27.000

    Note-se que países frios como Alemanha, e países nórdicos nem estão na lista.
    .
    O que estou tentando passar por este comentário é que cuidem muito bem daqueles que estão nos grupos de risco, principalmente os velhos. Não esqueçam que aparelhos de ar condicionado em temperaturas abaixo de 4ºC congelam e não aquecem mais.

    Curtir

  3. Vai ser frio de renguear cusco!

    Curtir

  4. Sempre que fazem alarde, não da em nada, quando não avisam, é um caos (vide o Catarina, lembram o que houve no litoral? Ninguem avisou a tempo) e sempre quando alardeiam muito, não da em nada, seja temporal, vento forte, onde de calor e agora, o frio recorde, enfim, vamos aguardar!

    Curtir

    • Caro AJ. Meteorologia é uma ciência em evolução, mas até agora as previdões estão se confirmando, as 22:19 do dia de hoje (21/07) a temperatura medida na cidade é de 8ºC, com previsões para a madrugada de 3ºC. Isto já é uma temperatura que não estando a pessoa abrigada, morre por hipotermia. A previsão para amanhã é uma minima de 2ºC.

      Curtir

    • Amigo, a MetSul, empresa que presta serviços para a Prefeitura desde 2008, foi a única a confirmar na época sobre o Catarina, o “nosso” furacão. Na época, atendiam por outro nome. Essa empresa é muito melhor que todas as outras no Brasil.

      Sobre a onda de frio de agora, eles há tempo noticiam sobre tal evento. E não será pelos valores de temperatura mínima, mas sim pelas temperaturas máximas muito baixas e pelo vento, fator primordial para a sensação térmica, esta sim muito baixa.

      Curtir

  5. Na boa, Gilberto :”press release” da prefeitura tem o mesmo valor que uma nota de três reais .

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: