Permissionários projetam reabertura do Mercado em 10 de agosto

Prefeitura de Porto Alegre afirma que laudos estão em fase de conclusão

Prefeitura de Porto Alegre afirma que laudos estão em fase de conclusão  Crédito: Vinícius Roratto / CP Memória

Prefeitura de Porto Alegre afirma que laudos estão em fase de conclusão Crédito: Vinícius Roratto / CP Memória

O Mercado Público pode reabrir em 10 de agosto. Esta é a expectativa do vice-presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Público, João Melo. Serviços como água, gás e luz, já estão sendo restabelecidos na tradicional área comercial de Porto Alegre, conforme ele informou nesta segunda-feira.

Segundo ele, os itens estão entre os principais para a infraestrutura necessária à reabertura. A Associação espera que pelo menos 90 dos 110 estabelecimentos retomem as atividades.

Entretanto, a Prefeitura de Porto Alegre não confirmou se trabalha com a mesma previsão. Trâmites burocráticos como laudos da Secretaria de Obras (Smov) e também junto aos Bombeiros seguem em fase de conclusão.

O segundo andar do Mercado Público de Porto Alegre foi atingido por um incêndio em 6 de julho. Cerca de 10% do complexo ficou destruído, com danos a restaurantes e à cobertura do prédio.

Conforme o coordenador da Memória Cultural da Secretaria Municipal da Cultura, arquiteto Luiz Antônio Custódio, para viabilizar a retomada de trabalhos no Mercado falta apenas executar a proteção com redes e tapumes, para impedir a queda de materiais sobre o térreo.

Correio do Povo



Categorias:Incêndios e PPCI

Tags:,

2 respostas

  1. …é um absurdo o Mercado Público merece mais respeito,
    uma frente de trabalho, ou seja FT, trabalhando 24 horas por dia no máximo em 2 semanas o Mercado estaria reabrindo.

    Curtir

  2. Esses dias um engenheiro comentou que o mercado só não foi liberado por que nenhum engenheiro teve coragem de assinar a liberação (ou sei la o que tem que assinar), pois depois de um incêndio, as chances de fios derretidos causarem um curto são enormes, e queriam que assinassem sem nenhuma vistoria ou troca dessa fiação, por isso a demora.

    Agora se isso é um fato ou não, eu ja não sei…. mas se for, é um absurdo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: