Rocha interrompe escavações na Anita

anita-garibaldi-parada

Jornal Metro – Porto Alegre – 30/07/2013

Lembrem de comentar na área do post e não na área das imagens. 
Do contrário, o comentário não participa da discussão geral, fica separado…



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, ,

45 respostas

  1. HÁ ELES NÃO SABIAM QUE ALI EXISTIA ROCHA ? ! ? !

    * isto foi amplamente debatido em uma das nossas reuniões com os elementos da gestão do governo ditador, que mentiu para os moradores, MOVIMENTO CONTRA A TRINCHEIRA. (“trincheira verde da Ana Pelini”)

    HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA

    Curtir

  2. Fizeram A FESTA do STP (sondagem) aqui na Carlos Gomes. Que cobrem da empresa que fez a sondagem errada, então.

    Curtir

    • johnnie
      .
      Se as sondagens STP fossem feitas de forma correta com uma interpretação correta do perfil eles deveriam pelo menos saber a profundidade da rocha. Quando se faz sondagens para escavação deste tipo de obra a distância dos furos deve ser bem próxima, e se fosse corretamente feita deveria detectar a existência da mesma.
      .
      Porém hoje em dia num caso deste tipo de obra, cabia um método de geotecnia mais elaborado do que o STP, este tipo de ensaio já está ficando meio Jurássico!

      Curtir

      • Jonnie.
        .
        Na indústria do petróleo eles através de um processo geofísico denominado Sísmica, conseguem saber as interfaces de espessura de 20m a 50m (podes até achar pouco) mas com uma profundidade de 2000 metros de lâmina de água e mais de 2000 a 4000 metros de solo ou rocha. Não dá para saber o tipo de rocha, mas se sabe a onde há uma interface (lodo com pedra, arenito com outros tipos de rocha e aí por diante).
        .
        A brilhante engenharia gaúcha utilizada pelo serviço público municipal não conseguem detectar um matacão a 3 metros de profundidade. É dose né!

        Curtir

        • É vergonhoso. Não sei se por nossos colegas participarem da “mamata” ou pelas falhas de engenharia. Porque, né, pela profundidade de escavação da foto…

          A minha dúvida é: a empresa que fez a sondagem não assinou uma ART? Eu acho que é prudente cobrar dela essa diferença. A população não tem que pagar pelas escolhas pouco sábias da prefeitura.

          Curtir

    • Quando que fizeram sondagem no cruzamento com a Anita?

      Trabalhei lá perto até Agosto do ano passado e até hoje passo frequentemente ali naquele cruzamento e não vi fazerem um buraco sequer na rua!

      Curtir

  3. Em coisa de 4h aqui no Blog já achamos “irregularidades” na forma como está sendo conduzido o projeto dessa obra aí, beleza…
    Será que somos investigadores natos, ou será que o roubo tá tão na cara que não existe maneira de escondê-lo?
    O que será que se acontece por baixo dos panos MESMO?
    É brabo.

    Curtir

    • Rafael.
      .
      Vou fazer uma crítica que atinge a um grande número de pessoas, mas antes desta vou dar um conceito da palavra Mamata.
      .
      Mamata muitas pessoas pensam que é um negócio sujo que é feita à custa do dinheiro dos outros, no caso, dinheiro do Estado, porém esta não é definição correta, a definição correta é:
      .
      Mamata é um negócio bom em que não fomos convidados!
      .
      O que estou dizendo com isto? É que há centenas ou até milhares de pessoas, que na cidade de Porto Alegre (e milhões no Brasil) que sabem das mamatas que estão por aí, ENTRETANTO, estes milhares na nossa cidade, ou milhões no Brasil, mesmo sabendo da mamata estão esperando um dia serem convidados para este “bom negócio”.
      .
      Certa feita estava conversando com um dono de tabacaria na cidade de Canela, onde numa cidade pequena se sabe de todas as mamatas que estão fazendo na prefeitura, conversava sobre um e outro candidato a prefeito, e o sujeito dizia a ficha do mesmo.
      .
      – Fulano é o maior dos ladrões, beltrano até que não roubou muito, ciclano parece até honesto, e aí por diante.
      .
      Terminada a ficha corrida dos meliantes perguntei:
      .
      -Em quem vais votar?
      .
      Ele me disse diretamente.
      .
      – No fulano.
      .
      Aí eu perguntei.
      .
      -Mas não era o maior dos ladrões? Por que vais votar nele?
      .
      Na maior da cara de pau o sujeito respondeu.
      .
      – Porque um primo meu vai ganhar um CC se ele ganhar!
      .
      Por enquanto que não houver uma legislação que mostre de forma transparente as contas do poder público, e por enquanto que as pessoas não pensem que MAMATA NÃO É UM BOM NEGÓCIO, mas sim, ROUBO VERDADEIRO DO DINHEIRO PÚBLICO, continuaremos a nos perguntar:
      .
      POR QUE QUEM ESTÁ NO GOVERNO ROUBA? Simplesmente porque os que estão fora estão aguardando a mamata virar um bom negócio para quem está fora!

      Curtir

  4. Nem tinha notado a nota sobre a Avenida Ceará, mas aí também há uma imensa malandragem.
    .
    Não é necessário fazer uma parede diafragma para fazer a escavação, há métodos, como congelamento do solo, que permitem a escavação sem a necessidade de fazer uma parede diafragma.
    .
    Atenção, eu, um engenheiro desatualizado no assunto solos (acabei meu curso de engenharia em 1976, mas sei algumas coisinhas sobre percolação de água nos mesmos), tenha falado da certeza com que encontraríamos rocha na Anita e sugerido uma técnica que a prefeitura já sabia que existia!
    .
    Da mesma forma em outro item aqui do Blog, falei que o solo na região da escavação da avenida Ceará certamente era um solo com o nível do lençol freático alto que aliado com lentes de terreno arenoso era de se prever com quase certeza os problemas que estão ocorrendo agora.
    .
    O surpreendente é que apliquem esta na sobre toda a população de Porto Alegre e nenhum outra pessoa, inclusive engenheiros que militam nos partidos de oposição, simplesmente fiquem de boca calada sem questionar os estelionatos que estão procurando fazer com o contribuinte.
    .
    A ONDE ESTÁ A ENGENHARIA PORTO-ALEGRENSE? Talvez estejam com medo de perder uma boquinha no futuro?

    Curtir

    • Quem fez a sondagem que pague. Se não fizerem isso, é o golpe do EXTRA,

      Qualquer sondagem, pela profundidade da escavação na foto, perceberia a rocha.
      Cheira muito a golpe de sem-vergonha.

      Curtir

  5. Tem razão o Prof. Rogério Maestri, isso é um DEBOCHE com a população. E não é só na Anita. Na “trincheira” da Ceará também. E lembram dos túneis da BR-101 em Maquiné, que iriam usar a rocha da própria detonação para fazer a parede dos túneis ou algo assim ? Depois disseram, cara-de-pau mode, abre aspas:” as rochas não podem ser usadas, vai aumentar o cu$to da obra…
    Na boa, mas o Brasil é um país (com p minúsculo) de ladrões, picaretas (Lula incluso e não só os 300 do congresso), sem-vergonhas, oportunistas e aproveitadores. É lamentável, mas essa é a nossa “cultura”, a nossa tradição: a canalhice, o fazer o(s) outro(s) de trouxa(s).

    Curtir

  6. Ok, então sabiam da existência da rocha. Qual a desculpa agora pra pedir mais dinheiro?

    Incompetência?

    Curtir

    • A técnica dos chamados ladrões descuidistas: Se pegar, pegou!
      .
      Se tivéssemos imprensa no Rio Grande do Sul ela deveria perguntar ao Senhor Urbano Schimitt:
      .
      Por que se a rocha já era conhecida em Janeiro deste ano por que querem agora um extra para fazer um serviço que já era previsto?
      .
      Se tivéssemos um tribunal de contas atuante, ele deveria simplesmente interpelar judicialmente tanto a empresa como a Prefeitura.
      .
      Se tivéssemos um Ministério Público que além de ter garantido a possibilidade de investigar, investigasse, ele poderia abrir um processo contra os dois acima citados.
      .
      Se tivéssemos organizações ativas como a que tentava impedir a construção da trincheira….
      .
      Se tivéssemos, se tivéssemos,……
      .
      Agora uma dica, se aplicarem que a rocha que estava prevista para a detonação, não era esta, não acreditem, pois aí é a máxima da gozação contra a população de Porto Alegre.

      Curtir

  7. Publicado em 31 de janeiro desse ano sobre a reunião do dia 29 de janeiro.

    “A PMPA apresentou que não irá usar explosivos contra a rocha. Irá usar a técnica a frio,onde um compressor penetra nas falhas da rocha.”…

    http://rsurgente.opsblog.org/2013/01/31/moradores-da-praca-japao-questionam-prefeitura-de-porto-alegre-sobre-obra-na-anita-garibaldi/

    Curtir

    • Pablo, está certa a resposta dada na época. Erraram um pouco na explicação de como se faz a técnica a frio, mas isto ou foi o repórter que não interpretou direito ou era burrice mesmo do representante da prefeitura, mas técnicas de explosão a frio, permitem através de injeções de argamassa expansiva em pequenos furos e coloca-se água, quando ela expande ela racha toda a rocha sem vibração, barulho o comprometimento da fundações da vizinhança.
      .
      Se alguém conseguir por a bela foto que o link está abaixo, entenderá o processo.
      .
      http://www.desmontec.com/solucao.php?id=8# (é inclusive uma foto de propaganda de uma das inúmeras empresas especializadas neste processo que existe no Brasil!)
      .
      Quanto problema da Ceará poderia-se empregar a técnica de congelamento do solo, empregada em solos solos permeáveis com lençol freático alto, é algo que já é conhecido há muito tempo (desde o tempo que fazia engenharia).
      .
      Agora tem algumas empresas espertinhas que estão dizendo que isto é novidade
      .

      Clique para acessar o doc4ff29c552732b6.70757795.pdf

      .
      Só para mostrar que é algo perfeitamente conhecido há décadas, escolhi aleatoriamente um artigo de 1979 mostrando esta técnica.
      .
      http://trid.trb.org/view.aspx?id=146862
      .
      Ou seja, se havia patentes do processo estas já venceram há décadas.

      Curtir

  8. Quando fizeram a reunião na igreja do montserrat, para falar sobre a obra, já sabiam da rocha e garantiram aos moradores que não haveriam detonações.

    Curtir

    • Quando foi essa reunião?

      Curtir

    • Opa! Isso aí é importante!

      Curtir

    • Pode-se desmontar rochas sem explosões, o chamado desmonte ou detonação a frio.
      Provavelmente quem falou nisto não sabia que era para não saber, falou demais!

      Curtir

      • Isso foi amplamente divulgado e eu lembro de ter lido a respeito. Não quer dizer que seja a mesma pedra ou que o problema seja a existência da pedra. Talvez o tamanho da pedra seja maior que o medido, talvez seja outra pedra, talvez a pedra esteja num local diferente do calculado, etc…

        Curtir

        • Adriano, em obras de engenharia, principalmente em fundações não se trabalha com esta rocha aqui ou esta rocha ali, se contrata valores unitários, por exemplo, retirada de tantos m³ de determinado material.
          .
          Se sabiam da existência de rochas se deveria ter uma previsão de volume de rocha a ser desmontada, ou seja, no mínimo um valor que já era conhecido, logo o resto era fazer as medições.

          Curtir

  9. Um dos problemas da nossa imprensa é que não há o contraponto da notícia, escrevem as besteiras que dizem para eles, e não procuram se informar.
    .
    Achar rocha na escavação da Anita não é nada surpreendente, o surpreendente é se não houvesse rocha.
    .
    Agora o mais surpreendente ainda é que a prefeitura está aplicando o golpe do EXTRA, ou seja, orça-se por um valor, os amiguinhos da prefeitura entram na concorrência com o valor subestimado, aí de uma hora para outra!
    .
    OH, achamos uma rocha, temos que ganhar um extra!
    .
    A fiscalização enrola um pouco, e depois aceita o extra!
    .
    Tudo produto de projetos mal elaborados sem o mínimo estudo geofísico, deveriam perguntar ao Senhor Urbano Schimit por que se faz um projeto de uma escavação sem sondagem ou mesmos outros tipos de prospecção geológica (sísmicas, GPR, e outros). Há no Brasil dezenas de empresas que realizam este tipo de prospecção, e é algo que em semanas se tem os resultados)
    .
    Imaginem se a prefeitura de Porto Alegre fosse trabalhar na indústria de Petróleo, eles iam abrir um poço a cada 10 quilômetros de no mínimo 5000 metros de profundidade e daqui há 10.000 anos se acharia petróleo no Brasil.
    .
    Olha, PARA MIM ISTO TUDO É UM DEBOCHE COM A POPULAÇÃO DE PORTO ALEGRE, E SE CONTINUARMOS ASSIM É PORQUE SOMOS VERDADEIROS PALHAÇOS.

    Curtir

    • Depois vem reclamar que a prefeitura não tem dinheiro e que o estado e a federação precisam repassar mais, somos injustiçados, alinhamento de estrelas mimimi

      Curtir

    • Se tu tiver uma fonte ou qualquer indicio concreto sobre isso, manda pra RBS que eu tenho certeza que eles publicam. Eu já fiz isso anos atras sobre um assunto diferente e publicaram uma noticia inteira a respeito.

      Agora, tu não é ingênuo e sabe que nenhum jornal que não seja tabloide pode sequer pensar em publicar uma opinião como essa sem qualquer embasamento, nem mesmo sendo carta de leitor.

      De qualquer forma, não digo que não role uma troca de favores do tipo “pega leve nisso aqui que eu compro mais propaganda de ti”. Mas não é uma conspiração, obviamente. Inclusive sei que as prefeituras (todas) usam a verba de imprensa para abafar más notícias em todos os jornais e rádios. De fato concreto, sei que a prefeitura de alvorada faz isso pra impedir a publicação de crimes violentos com destaque. Mas isso esta limitado a assuntos pouco relevantes, senão fica aparente.

      No fim todas as notícias são publicadas num jornal ou no outro. A RBS sabe que se ela não der uma noticia outro jornal ou canal dará. Diga você agora: qual foi o grande escândalo que foi noticiado por outros jornais e não pela ZH?

      Na realidade, quanto menor a empresa de mídia mais sujeita ela fica à pressão do governo. Se ela for pequena o suficiente para não ser relevante, talvez seja esquecida, ou talvez ela adote uma linha anti governo justamente para forçar uma venda de espaço publicitário.

      Por ultimo, a RBS tem favorecido o governo do estado pelo que tenho percebido. Prova disso é uma noticia sobre o fim de um pedagio onde dizia que o presidente da associação de usuários de rodovias apoiava a medida. Procurei pelo nome do cara e ele é vereador pelo PT, fato que nao era mencionado na noticia. Isso é isento? Não. É a favor do governo do estado? Sim.

      Por que aqui so reclamam que a RBS favorece a prefeitura quando ela favorece mais o governo do estado???

      Curtir

      • Me parece que os indícios estão aí:
        .
        1) Sabia-se da existência de rocha na escavação (debate entre a prefeitura e a população em janeiro de 2013)
        2) A empresa para porque achou uma rocha(?) que conforme a prefeitura já estava claro até o método de fraturamento.
        3) Estudam neste momento quanto custará a mais remover a rocha que todos já sabiam que existia(?).
        .
        O resto é só coisas que não se escreve no papel nem se coloca em contrato.
        .
        Se a imprensa quisesse fazer algo era só perguntar o por que dos itens (2) e (3).

        Curtir

      • “Qual o grande escândalo noticiado por grandes jornais e não pela ZH?”

        Aqui tem um…

        Curtir

  10. Imagina como seria (será?) na obra do metrô… Essas obras na prefeitura têm planejamento zero, uma vergonha sem tamanho.

    Curtir

  11. Dúvia honesta: não se faz levantamento geológico antes da obra?

    Curtir

  12. Surpresa! Achamos uma rocha! Dá mais $$ para continuar a obra!

    Agora me faz acreditar que não sabiam dessa rocha desde a construção da III perimetral

    Curtir

Trackbacks

  1. Escavação de Rochas: conceitos básicos e etapas

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: