Cronograma de obras do Cais Mauá volta a atrasar

cais-maua2 cais-maua1

Jornal Metro – Porto Alegre – 02/08/2013

Lembrem de comentar na área do post e não na área da imagem. 
Do contrário, o comentário não participa da discussão geral, fica separado…



Categorias:Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, ,

23 respostas

  1. Kkkkk, só rindo mesmo, e vcs viram o cronograma, fala só da reforma dos pavilhoes, reforminha, diga-se de passagem pois nao preve nada de novo, reparp, pintura… Cade o espelho dagua, o resto todo do projeto…. Pelo jeito é só o que vai sair, se sair… Alias acho que agora vai sair so uma pinturinha, a cada atraso se corta uma parte do projeto. Previsivel… Como todos os outros projetos!

    Curtir

  2. ^^ vc esqueceu do shopping e do predio comercial.

    Curtir

    • Gerson
      .
      Olhe o que é o Puerto Madero, mesmo a área dos antigos armazéns da aduana foram 100% aproveitados. No nosso porto os armazéns são completamente diferentes.
      .
      Não tenho acesso as áreas (metragem) que podem ser construídas, o que coloco é uma hipótese.

      Curtir

  3. Me parece muito simples, investir 570 milhões e retirar o retorno com a operação de bares e restaurantes e mais um hotel é algo que não tem viabilidade. Parecia há dois ou três anos que sim, pois passava-se por uma boa fase da economia e a crise internacional parecia que algum dia ia acabar.
    .
    Hoje não se vê a vitalidade que havia a pouco tempo na economia brasileira e a crise internacional parece alguém que está com soluço, para um pouco e depois vem outro.

    Curtir

  4. A questão é muito simples: o consórcio vencedor parece ainda não ter conseguido mobilizar o investimento necessário. Claro que temos que descontar daí os últimos 2 anos e 9 meses em que o governo do estado não entregou a área.

    Mas a questão não é uma simples malandragem do consórcio vencedor. Apenas dois consórcios de empresas apresentaram propostas e um foi escolhido. É um investimento alto e não foi bancado por uma OAS ou afins. Então imagino que ainda estejam estudando a viabilidade econômica. Se ainda estão fazendo isso, pode ser que seja mesmo inviável e que não vá sair tudo que foi comunicado.

    Com certeza o consórcio vencedor ainda não descumpriu nenhum prazo, senão o ministério público teria agido.

    Em resumo: talvez o cais maua devesse ser reformatado ou licitado novamente para que tenha uma proposta econômica mais realista.

    Curtir

    • Eu não eliminaria a idéia de construir prédios residenciais na área para viabilizar o cais. O maior entrave para isso seria a Sofia cavedon.

      Curtir

    • Não seria mais lógico convocar os licitantes remanescentes e não desclassificados no processo? Afinal, eles já devem ter desenvolvidos todos os estudos para apresentarem suas propostas.

      Curtir

    • Adriano.
      .
      Na realidade este consórcio nunca me pareceu com cacife para manter o negócio, e todos os atraso deste ou daquele mostram que não há muito empenho de ambas as partes.
      .
      Mas acho que mais um dois ou três meses se definem as coisas, ou vai ou racha.

      Curtir

  5. Alguma novidade? Acho que essa troca de diretor-presidente é proposital para ser uma das desculpas de não terminarem no prazo. Já sabiam de antemão que não conseguiriam, aí estão fazendo esse joguinho pra depois terem “argumentos” para se desculparem.

    Curtir

  6. Enquanto isso, em dezembro de 2010 …

    Uma concorrência pública destravou a renovação da área, e o consórcio Porto Cais Mauá Brasil, liderado por espanhóis, foi declarado vencedor da licitação.

    O consórcio tem o compromisso de gastar pelo menos R$ 350 milhões no projeto, mas o investimento total deve chegar a R$ 570 milhões. Cerca de 70% dos recursos serão aplicados nos primeiros três primeiros anos de contrato.

    Curtir

  7. O comentário do Rogerio Maestri me parece que vai direto ao ponto.

    Será que no contrato com o Consórcio que fará a revitalização foi estabelecida a famigerada “cláusula de tolerância”, onde se estipula que a entrega da obra pode sofrer um atraso sem que haja qualquer tipo de penalidade para a construtora?

    Não existiam, na época, outros Consórcios interessados neste empreendimento?

    Curtir

    • Esta é a regra. O consórcio vencedor promete um prazo curtíssimo e um custo pequeno. Quando é a hora de entregar, pedem mais 6 meses e mais R$1,5mi. Quando chega o novo prazo pedem mais 4 meses e mais R$500mil. E assim vai.
      A empresa dita “honesta” nunca irá conseguir ganhar da malandragem.

      Obviamente que tudo isso acontece com a condescendência da prefeitura/estado/contratante. Alguns devem estar levando uns pilas por fora para isso ocorrer.

      Curtir

  8. Estou curios para saber pq o ex-diretor se demitiu do cargo?
    ai tem…….

    Curtir

  9. Nem sei porquê não me surpreendo mais com esta notícia.

    Curtir

  10. Por que os executivos não cobram multas diárias das empresas que atrasam cronogramas?
    Ah sim, a campanha foi financiada por eles.
    Então ok

    Curtir

  11. Em vista desses sucessivos retardos, que pareciam ser da burocracia estatal, mas a cada momento fica mais claro que é da empresa comecei a fazer algumas conjecturas.
    .
    Primeira delas é que talvez os empreendedores não estejam conseguindo parceiros comerciais para os locais.
    .
    Segundo, analisando-se a infraestrutura existente em Puerto Madero e com o cais do Porto, não estão vendo semelhanças arquitetônicas que viabilizem o empreendimento, o antigo Puerto Madero, não precisou de muita coisa para transformar num centro turístico.
    .
    Terceiro, o empreendimento Puerto Madero compreende todo um bairro de 2,1km², em que os terrenos que estavam atrás do porto foram transformados num bairro moderno.
    .
    Talvez eles estejam esperando receber parte do centro da cidade para construir os prédios 🙂 .

    Curtir

  12. O que não atrasa nesta cidade, neste estado, neste pais?

    Curtir

  13. Acho que acharam um ninho de João de Barro dentro de um dos pavilhoes e o IBAMA mandou parar tudo.

    Curtir

    • É muito pior, é incompetência administrativa. Nem sei pq divulgam cronogramas se não servem para nada.

      Curtir

      • Tres coisas deviam ser proibidas, divulgar cronograma de obras, custo delas, e preço de produtos eletronicos no exterior. Cronograma – nunca cumprem, custo das obras – sempre é mais, preço dos produtos eletronico no exterior – é pra causar depressão quando vemos o mesmo produto e seu preço aqui!

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: