Ciclovia da Ipiranga terá plataforma devido a estreitamentos

ciclovia

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 05/08/2013



Categorias:Bicicleta, ciclovias

Tags:,

13 respostas

  1. Lembrando a todos que esta obra da ciclocoisa da Ipiranga começou em SETEMBRO DE 2011. Mais um mês e já faz o segundo aniversário, mas a se notar que continua toda cagada, ainda não pode desfazer-se das fraldas.

    Em comparação, a obra da Icaraí (ciclofaixa, tecnologia simples) ficou pronta em mês e meio. Em comparação, a obra da José do Patrocínio (ciclofaixa, tecnologia simples) ficou pronta em um mês. Uma extrapolação aritmética de verso-de-guardanapo minha diria que, fosse ciclofaixa, com certeza já estaria pronto pelo menos até a PUC.

    Sem derrubar nenhuma árvore, sem construir plataforma, sem precisar de uma grama de asfalto impermeabilizante a mais – é só tinta e tachão. Qualquer peão faz, qualquer engenheiro projeta, qualquer ciclista pedala.

    Curtir

  2. Só um aparte ao assunto:
    Mídia podre e CARRÓLATRA!
    Não mediram a diminuição do tempo do transporte coletivo. Somente o “aumento” natural de depois das férias do Deus CARRO!!
    Bando de imbecis da p*rra.
    São contra a bicicleta que não engarrafa.
    São contra os corredores (preferencial – só em horários de “pico”) que beneficiam milhares de pessoas enlatadas no busão!
    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/08/1321946-com-nova-faixa-de-onibus-sp-registra-lentidao-acima-da-media.shtml

    Curtir

  3. Imagine a adrenalina de passar sobre o arroio, sabendo do risco de cair sobre suas águas poluidas?

    haha

    Atração turistica para nossa cidade sem atrações…

    Sóquenão

    Curtir

    • Eu vejo o lado positivo disso. A pressão para a despoluição do Dilúvio vai aumentar. Por outro lado quando colocaram os guard rails do lado do arroio e não do lado da via percebi bem que a intensão era justamente tirar o arroio do campo de visão.

      Curtir

  4. Sei que vou ser “negativado”, mas ai vai: essa ciclovia já “nasceu” no lugar errado, pois deveria ser na direita (nos dois lados da ipiranga) com a pista ao lado dela reservada para corredor de ônibus, sobrando duas pistas para carros. As paradas de ônibus poderiam ser do tipo ilha com a ciclovia passando por trás da parada. Mas como já tá feita essa porcar…. poderiam, além de fazer essas “sacadas”, retirar as malditas conversões para esquerda.

    Curtir

    • Também concordo com um corredor de ônibus à direita na Ipiranga. Por pior que seja um corredor à direita é muito melhor que corredor nenhum.

      Curtir

    • Acho que o corredor deveria ser a esquerda da Ipiranga, garantindo maio velocidade comercial. Niterói fez um no arrio deles, não é estilo BRT, infelizmente. Mas melhou muito a velocidade comercial e a organização viária. Corredores à esquerda sempre são mais eficientes.

      Curtir

    • Esses dias li que a PMPA é um elefantinho. Lembrei então da música “Passo do elefantinho”. Demora, atraso, falta de planejamento, obras com problemas de projeto, falta de estudo, etc etc. Se o prefeito fosse diretor de uma empresa privada, estaria demitido.

      Curtir

  5. Plataformas podem ficar bem interessantes… Com um pouco de capricho ficaria bem bonito.

    Falta planejamento (gestão) como sempre…

    Curtir

  6. E pra não fugir do bom planejamento das obras da província… o estudo, sai durante a obra….

    Curtir

  7. E quando reformarem o arroio inteiro para despoluição com a participação da PUC e UFRGS, vão demolir a ciclovia? Ou a reforma vai ser bem menos impactante (aparar a grama, plantar flores e limpar a sujeira)? Por enquanto foi uma boa saída para a ciclovia essa história de plataforma.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: