Inovação e Urbanismo Integrador. Será que Porto Alegre consegue?

Como muito já discutimos nesse blog, Porto Alegre sofre de uma grave carência na área de Arquitetura e Urbanismo modernos, de projetos que incluam a cidade em si desde o princípio. Infelizmente, a cidade hoje se deixa dominar pelos paliteiros genéricos, pelos McCondomínios, pelos muros altos e isoladores, pelo zoneamento exclusivista que trata a circulação de pessoas e a vivacidade das ruas quase que como um inimigo. Os exemplos desses assassinatos urbanos abundam em Porto Alegre, e eu poderia discorrer um longo post só sobre esse assunto.

Hoje, no entanto, vou deixar uma inspiração de um projeto realmente ousado que pode ajudar a mudar esse cenário.

Proposto pela HypeStudio em parceria com a UFRGS, o Espaço Múltiplo de Inovação e Tecnologia (EMIT) serviria como um polo de inovação para a cidade, aproximando empresas potencialmente parceiras, fomentando a criação de novas ideias e negócios.

A proposta chama atenção pela integração que ela promove a uma área hoje um tanto morta e pouco convidativa. Ao criar uma passagem peatonal com atrativos integrados, o projeto ajuda a reavivar um espaço da cidade hoje enterrado pela pressa do complexo viário do túnel da Conceição. É um projeto pelo qual devemos torcer, sem dúvida!

Maiores informações e outros renders deste projeto podem ser conferidos no portfólio do projeto no site da HypeStudio.

O projeto arquitetônico é de:

Braga+Pöhls Arquitetura – Arq. Lennart Pöhls / Escola de Engenharia da UFRGS – Arq. Camila Zanini

Hype Studio ArquiteturaArq. Fernando Balvedi, Arq. Gabriel Garcia, Arq. Jean Grivot, Arq. Maurício Santos, Arq. Luísa Konzen, Arq. Gabriel Johansson

_________________________

 

Dica do Jonathas Costa no grupo Blog PortoImagem do Facebook.



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Paisagismo, Prédios, Reurbanização

Tags:, , ,

21 respostas

  1. O projeto tal como se vê é bastante simples e pequeno, até insignificante mesmo, mas ao menos é algo contemporâneo e assim pode se tornar um divisor de águas, porque este perfil de urbanismo e arquitetura é ainda uma lacuna no contexto urbano da retrógrada cidade de Porto Alegre,

    Curtir

  2. Isto pode acontecer sim. So’ teremos que imprimir estas fotos ai de cima em tamanho real e depois colocar na frente dos bunkers und pombais que ali estao. O problema sera quando chover. OU se integrantes do PCdB, PSOL, PT, PSD e especialmente Pedro Ruas sofrerem um acidente fatal………….. as chances sobem de 2% para 19.352%. Dai estaremos cozinhando com fogo quente. LOL

    Curtir

  3. E esse terreno é da UFRGS? Ninguém falou isso mas nunca imaginei que aquela área fosse da universidade.

    Curtir

  4. A ideia é muito boa mesmo, e o projeto é lindo. O uso de estrutura metálica seria muito bem-vindo, nem que seja como vetor de uma nova cultura de engenharia civil, mostrando que sim, podemos pensar em algo diferente.

    Mas, pensando na real viabilidade do projeto: nas imagens, não se vê nenhum carro ou ônibus passando pelo túnel, o que talvez tenha sido feito para passar a impressão de que ali é uma região residencial e bucólica. Aquela ali é uma das regiões mais poluídas e barulhentas de Porto Alegre. Cá entre nós, alguém realmente iria sentar para tomar um café ali?

    Curtir

    • É uma observação pertinente. Mas olhando a região, já existem alguns prédios residenciais junto ao acesso do túnel. Será que o problema de ruído é tão presente assim? Para o café, talvez a presença de um jardim ou outras estruturas decorativas possam ajudar a “rebater” o som. Para o prédio em cima do viaduto, imagino que não seja difícil ter isolamento acústico usando os materiais corretos. Talvez fosse interessante erguer uma estrutura de contenção acústica em cima dos acessos, a exemplo do que é feito em alguns túneis no Rio de Janeiro.

      Outra coisa que seria interessante estudar é quais tipos de veículos geram o ruído no local. No meu entender, o principal causador de ruído ali são os ônibus operando em meio ao anda-e-para dos veículos. Isso seria mais um motivo para a criação de uma faixa reservada para ônibus no túnel e na elevada – uma ideia que já está caindo de maduro pra todo mundo há muito tempo, menos pros técnicos mulas da prefeitura.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: