Aeroporto: restrição a construções volta à pauta

restricao-construcoes

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 16/08/2013



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Zona de Proteção Aeronáutica

Tags:, , ,

55 respostas

  1. Tudo se encaixa! Tudo em nome da especulação imobiliária! Gauchada sem-vergonha e improdutiva! Fazemos um novo aeroporto para ganharmos dinheiro no pedágio (improdutivo), para enriquecermos os donos de placas de taxi (improdutivo), para transformarmos o Salgado Filho em um condomínio de prédios (só para ricos coçarem o saco) e para terminarmos de engarrafar a “chique” dom Pedro II (e perdermos tempo no trânsito). Assim iremos finalmente transformar a região metropolitana em uma imensa favela de onde ninguém mais irá achar saída!!! Quem vive de esperar vender seu imóvel é um parasita que deveria ser preso!

    Curtir

  2. A solucao é simples, tirar esse aeroporto defasado, atrasado e limitado de lá e construir outro, como já proposto.

    Curtir

    • Ou seja, perdermos um aeroporto que terá uma pista que permitirá a voos de mais longo alcance, perdermos todas as inovações que serão postas no mesmo (inclusive será um dos três aeroportos do Brasil que possuirá ILS CAT-II) só para satisfazer meia dúzia de empreiteiros que compraram terrenos pelo preço que não valiam.
      .
      E tem mais será um dos poucos aeroportos internacionais do mundo que terá um acesso do centro da cidade por transporte público em menos de 15 minutos.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: