Aeroporto: restrição a construções volta à pauta

restricao-construcoes

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 16/08/2013



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Zona de Proteção Aeronáutica

Tags:, , ,

55 respostas

  1. Finalmente um post que não tem algum direitopata mentalmente perturbado desfilando culpas e defeitos a determinado partido!!!
    Enfim, sobre o post, sinceramente acho que essa regra não é o fim do mundo pro Sinduscon, visto que ainda se conseguem construir prédios relativamente altos na região (Visto um recém inaugurado na rua Augusto Pestana, que é beeem alto). E além disso, com a nova Free-Way da Zona Sul, a tendência é a verticalização medonha praqueles lados.

    Curtir

  2. Já ouvi uma besteira de um construtor, que eles teriam um oficial da aeronáutica que ia dar uma mãozinha para eles! Acham que mudar uma norma internacional de aviação é como mudar o plano diretor 🙂 🙂 🙂 .
    .
    É de chorar a falta de conhecimento da categoria!

    Curtir

  3. Atenção: no fundo, o Sinduscon sabe que reverter essa medida será muito difícil, e por isso já se movimenta para acabar com o Salgado Filho, vide Aeroporto Internacional 20 de Setembro, moderníssimo e de 1º mundo, mas que provavelmente irá usar o velho ILS do Salgado Filho e provavelmente os fingers também.
    Querem transformar o entorno do S.Filho em um paliteiro, tal qual Congonhas.
    E eu discordo totalmente quando dizem que a “urbanização” (prédios, ruas, carros, pessoas, asfalto) traz mais segurança. Se fosse assim, o cara só ia ser assaltado lá no meio do parque Saint Hilaire, e não no centro, no Moinhos de Vento, na Cidade Baixa, na Osvaldo Aranha
    O que traz mais segurança e menos violência (quem sou eu pra ensinar alguém) é menos pobreza, menos desigualdade, educação, emprego, trabalho, família estruturada, referências positivas de vida, polícia e judiciário eficientes, etc…
    O que o Sinduscon quer dizer é o seguinte: “Foda-se a segurança dos passageiros, nós queremos é encher os bol$o$.” Então se não der, vamos fechar essa merda, e já aproveitamos, privatizamos e contruímos o mais novo “bairro planejado” de POA, afinal em 360ha dá pra contruir muitos prédios.
    Ganância, ganância, ganância, dinheiro, dinheiro, dinheiro, $$$$, ££££££,

    Curtir

    • Muito bem colocado! Concordo plenamente. Todo esse empenho para o novo aeroporto enquanto não conseguem nem ao menos ampliar esse que temos é algo muito suspeito.

      Curtir

  4. Por que, ao invés de exigir mudança em normas internacionais ou legislação federal, investe-se em transporte coletivo? Em SP as regiões próximas às estações de metrô deram um salto de valorização impressionante.

    Curtir

  5. Me lembro de quando o Fortunatti foi chorar em Brasília para liberarem a construção em volta do aeroporto… São dois pesos e duas medidas, veja:
    1. Em relação a norma internacional e legislação federal ele vai para Brasília fazer mimimi;
    2. Para ampliação do aeroporto deixa assim, a culpa é da federação mesmo, não é do município.

    Curtir

  6. Que verticalizem um pouco mais além, essa região é perto de um aeroporto e deu. Prejudicar nosso aeroporto por causa da ganância de uma indústria é fogo.

    Curtir

  7. E Congonhas, como fica ?

    Curtir

    • Como fica o que? Congonhas está ligeiramente acima do nível do solo do seu entorno, e o prédios no radio de 4 km não podem passar da altura limite estabelecida pela aeronáutica.

      O problema lá é que no passado não se observou isso (igual a Poa) e no cone de aproximação, especificamente, há diversos edifícios acima do limite permitido.

      Curtir

    • Até onde sei não é o aeroporto mais seguro para pousar. Dá para notar como os aviões descem de uma maneira mais agressiva nele do que em Guarulhos, por exemplo.

      Curtir

    • Em congonhas tinha até um posto de gasolina na cabeceira da pista. Hoje não existe mais porque um avião da TAM explodiu em cima.

      Curtir

    • Em congonhas, já derrubaram um edifício por ter passado do gabarito.

      Curtir

    • Lembra que tiveram que realocar vários voos de Congonhas para Vira Copos e Guarulhos?

      Imagine a situação de vc ter que ir para Caxias e vir para PoA de ônibus porque é necessário restringir a quantidade de pousos e decolagens em PoA por causa da segurança.

      Curtir

  8. Como o Rogério disse acima, são normas internacionais.

    Tem bastante espaço para a Zona Sul, porque não investem pra lá?

    A Zona Norte já está mais do que saturada.

    Curtir

    • ZN saturada? O quarto distrito, todo podre e fechado pode ser revitalizado caso Porto Alegre não fosse a cidade do NÃO.

      Rossi Fiateci é só um exemplo de como aquela região pode voltar a ter vida, mas aparentemente aquilo ali é uma exceção que fugiu a regra

      Curtir

      • Encher de prédios de 50 andares em um bairro pra mim não é revitalização.

        E tu te atentou apenas ao quarto distrito. E as outras regiões? e a Assis Brasil, que não suporta a adição de mais um ônibus sequer de tanta gente que passa ali?

        Metrô ali, se um dia sair, só em 2025!

        Curtir

        • “Encher de prédios de 50 andares pra mim nao é revitalização.”

          Falou tudo, Alex W.

          Em Brasília, inventaram um troço chamado Águas Claras, onde só se vê prédios desse tipo, praticamente sem vida nas ruas, uma coisa deprimente.

          Nao adianta pensarmos apenas em prédios altos. Tem que pensar no bairro todo, em usos mistos, na escala humana das ruas, calçadas amplas e convidativas, comércio, serviços, espaços que chamem as pessoas para a rua.

          Prédio alto por si só não significa nada.

          Curtir

        • Enrico.
          .
          Depende! Se fizeres um prédio de 50 andares para poder criar uma área em torno deste prédio de convivência real tanto dos moradores do prédio como do entorno, isto é revitalização.
          .
          Aqui a concepção da arquitetura é segregadora e elitista, pois quem determina o partido geral dos prédios são os mesmos empreendedores que acham que vão mudar a legislação internacional de aeródromos. E estes pensam que gerarem prisões de alta segurança com infraestrutura é o máximo!

          Curtir

  9. E ninguém pára esse chororô…

    Curtir

  10. Cidade atrasada.

    Estamos “gastando” todos os terrenos disponíveis em POA com torretinhas baixas… Depois vem os xiitas e reclamam do uso de carro, transporte coletivo precário… Mas querem o que? A cidade vai se espalhando quando podia se verticalizar. Uma cidade verticalizada é menor distância entre pontos de interesse, distância caminhável… É mais pessoas na rua, mais vida nas ruas, mais segurança… Não é um policial que faz a rua mais segura, é sim a movimentação e “vida” que a mesma tem.

    Bando de cegos!

    Curtir

    • Quem diz que a verticalização deva ser feita próximo ao aeroporto.
      .
      São normas internacionais, não adianta esta insistência do Sinduscom que não vão conseguir nada, é mera encheção de saco.

      Curtir

      • Protásio Alves é próxima do Aeroporto? Bela Vista? Moinhos?

        Vcs já foram a Buenos Aires? Já viram o Aeroparque…

        Curtir

    • Já me perdeu por usar o termo xiita, mas tem muito espaço longe do aeroporto. No centro, por exemplo, deviam poder fazer torres de 50 andares se quissem.

      Curtir

      • Sim, no centro… Naquele FUNIL que já é um CAOS de gente tu quer que só ali tenha prédios?

        Pq prédios por onde possa escoar as pessoas por 360º quando podemos deixar ainda mais caótica uma região onde só se pode escoar pessoas por 180º.

        Curtir

    • A Restinga está cheia de campos vazios esperando empreendimentos. Precisamos sim de logística de qualidade em Porto Alegre. Verticalizar em torno do centro é a coisa mais estúpida a ser feita: foi assim que o centro histórico se tornou uma área poluída, de grande concentração demográfica, sem verde, sem luz natural.

      Embora eu adore o centro como “parque temático” de um conceito ultrapassado de cidade, não gostaria que Porto Alegre retomasse essa abordagem urbanística.

      Curtir

      • Aposto que vc é o cara que adora Nova York, mas não quer em Porto Alegre pq vai perder a sua vistinha!

        Curtir

        • Que vistinha? Eu tenho vista para edifícios com pintura por fazer da Salgado Filho. E não tenho a menor vontade de conhecer Nova Iorque. O meu sonho mesmo era morar em Belém Novo – aí sim com uma boa “vistinha” – e chegar rápido no centro, em 30-45 min, quem sabe. Provavelmente, não vou estar vivo para ver concretizado esse sonho.

          Também gostaria de ver as empresas e órgãos públicos mais bem distribuídos pela cidade. Não faz mais sentido os “centros administrativos”. Cada vez mais os documentos oficiais circulam por meio eletrônico.

          A descentralização seria boa para todos. Imaginem que o escritório onde você trabalha ficasse na periferia, próximo às margens do Guaíba. E aí você pode mora ali perto, não pega engarrafamentos e ainda financia o imóvel a preços realistas, sem precisar comprometer 50% do salário para comprar um cubículo com vista para o nada.

          Curtir

        • As pessoas que moram em New York na sua imensa maioria, ou moram em edifícios não muito altos ou até em casas.
          .
          O problema é que os turistas ficam somente no mesmo lugar, que é grande, mas não é representativo das moradias da cidade.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: