Servidores poderão ter horário de expediente flexibilizado

transito-horario-01

transito-horario-02

 

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 03/09/2013



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

14 respostas

  1. O Ideal, no caso da prefeitura, é descentralizar os serviços. Hoje a maioria das atividades são concentradas no Centro Histórico.

    E não digo que se deveria replicar essas atividades em outros locais (o que só aumentaria custos), mas sim retirar a atividade do centro e concentra-la em outro local da cidade, de preferência um local com menor transito nativo.

    Curtir

  2. Finalmente alguma “luz no fim do túnel”! Faz muito tempo que eu penso em horários flexíveis, não só para o funcionalismo, mas para todo o comércio e serviços, como uma forma de melhorar as condições de circulação e otimizar o espaço da cidade. Quem sabe com essa ideia inicial daqui a uns anos isso se torne realidade?

    Curtir

  3. Independente da questão político-partidária, este vereador Sgarbossa, está surpreendendo positivamente, que siga assim e não comece daqui a pouco com bobagens, vícios e ranços…! Medidas simples que já ajudam o nosso dia a dia !

    Curtir

  4. Ótima proposta!

    Curtir

  5. É um começo, muitos países do mundo fazem isso.

    Curtir

  6. É interessante pois com o funcionário passando menos tempo no transito, ele se estressa menos ao chegar e sair do serviço, e um funcionário mais calmo (não confundam calma com lentidão ou marasmo) trabalha melhor.

    Enfim, isso sim é pensar em mobilidade urbana e não simplesmente ampliar faixas de rodagem. Criar políticas que eduquem as pessoas também ajudam. É como o negócio do pedestre estender a mão quando vai atravessar a rua, só não pode ficar esquecido. Multar quem joga lixo no chão também ajuda, pois além de deixar a cidade mais bonita ela também deixa as calçadas mais agradáveis de se caminhar, óbvio que não substitui uma calçada bem feita, mas já é um começo.

    Curtir

  7. A ideia é interessante. Deve ter um impacto bem grande dado a quantidade de servidor público e CCs.

    Curtir

    • Esta medida tem que ser tomada em todas as esferas do funcionalismo, só no municipal não vai ter um impacto grande. São 20 mil funcionários municipais e 980 CCs aproximadamente. E deve ser extendida ao comércio/serviços da mesma forma.

      Curtir

      • Exatamente! especialmente para poder “ampliar” o horário de atendimento de alguns serviços que só funcionam no nosso “horário comercial”.

        Exemplo: quer ir num cartório, ou tu falta ao serviço, ou vai no teu horário de almoço, sacrificando o mesmo!

        Mas a idéia é boa, começar por um setor específico, e dando certo (e vai) mostrar que pode ser estendido para todos os outros.

        Curtir

      • Comércio é onde tem a maior flexibilização… Bares e padarias às 7:00, lojas entre 8 e 10, restaurantes às 11:00…

        Agora imagine esses 21mil? Se contar uns 50% que vai de carro é uma fila de carros que liga um lado a outro da cidade. Isso só não acontece porque tem uns que chegam antes e outros que se atrasam.

        Curtir

      • Ótima medida. Deveria expandir para a esfera privada. A quem interessa o “horário comercial”? Será que ele não prejudica certos setores comerciais? Por exemplo, um trabalhador pode ter de se ausentar/atrasar-se no trabalho porque tem de resolver uma questão burocrática na prefeitura ou mesmo de saúde durante o horário de sua jornada.

        A flexibilização é algo positivo para todos, pois pode criar novas oportunidades comerciais, além de promover uma cidade mais segura, pois há trabalhadores circulando pela cidade durante um período mais extenso do dia.

        Rumo à cidade 24h!

        Curtir

      • Deve expandir mesmo, mas isso é com a assembléia e não com os vereadores 🙂

        Curtir

    • Assim como mostrou a farra dos médicos do serviço público vai ser bem interessante: O servidor não precisa levantar as 7 da manhã para ir só bater o ponto, pode ir lá pelas 11, e quando volta para registrar a saída não precisa pegar o engarrafamento das 18 horas pode ir depois da novela terminar bem tranquilo….hehehe.

      Curtir

      • Aí é outro problema. Se o cara está burlando a jornada, ele vai burlar dentro ou fora do horário comercial. Eu gostaria que houvesse atendimento na prefeitura até as 20h, por exemplo.

        Outro aspecto que precisa evoluir é o teletrabalho. Multinacionais de TI já permitem o cumprimento de parte da jornada semanal na forma de trabalho remoto (via VPN). É economia perceptível de energia e outros insumos (papel higiênico, água encanada, água mineral, café, chá, etc).

        Acho que se todos que trabalham em escritório cumprissem jornada ao menos um dia da semana remotamente, presenciaríamos uma melhora significativa no trânsito e no bem-estar dos trabalhadores (além de as empresas economizarem com insumos).

        Quem não tem como fugir da jornada presencial (atendimento ao público, profissionais de saúde e segurança, por exemplo) também seria beneficiado, pois enfrentaria ruas mais livres e levaria menos tempo para chegar ao posto de trabalho.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: