Projeto quer proibir troca de taxis no horário de pico

taxis

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 13/09/2013



Categorias:taxis

Tags:, , ,

17 respostas

  1. Milagre ninguém dar a ideia de “bandeira 2” entre as 17h30 e as 19h!!!

    Curtir

  2. Sai daí, governo.. sai fora,…libera o mercado… nada que o estado regulamenta funciona direito. Vivemos tempos comunistas…

    Curtir

    • Sem exageros, deve ser facilitado mas não desregulado. Senão perdemos até o controle de quem está supostamente prestando o serviço e há muitos lugares que mostram os problemas de fazer isso.

      Curtir

  3. Mais táxis nem pensar né? Alguém deve estar interessado em não aumentar o número..

    Curtir

  4. A esquerda sempre querendo se meter no livre comércio.
    Ora, essa mudança de motorista é livre escolha, são profissionais liberais que podem e devem fazer seu horario. Provavelmente o simples motorista quer fazer um horario mais padrão para ir para casa e ficar com sua familia. Mas o socialistas querem tirar esse direito, tanto do dono do carro, como do motorista.

    Veja bem, se o horario é de movimento, os próprios taxistas(donos ou motoristas) não querem ficar parados, eles devem saber muito bem o melhor horario.

    É muito intervencionismo para um país só.

    Curtir

    • Eu concordo contigo na teoria, mas na prática o sistema de taxis em Porto Alegre é uma merda, e um dos motivos justamente é a troca de turno no horário das 18h. Neste horário todos os que trabalham em horário comercial estão saindo e quem quer ir de taxi pra casa não tem alternativa. Fica horas nas filas esperando nos pontos. Eu sou um usuário de taxi e não conto mais com taxi a partir das 17h até umas 20h. Outro problema é o trânsito, claro, que vem pra piorar tudo.

      Curtir

      • Gilberto, entendo tua dificuldade. Ja passei por isso.
        No entanto, não posso concordar com uma lei regulamentando coisas tão banais. Como o Felipe disse abaixo, quem sabe aumentar a quantidade de carros? Talvez até mesmo conversar com associações, cursos de administração.

        O governo não deveria se meter em assuntos de mercado.

        Sei que pode ser um exagero, mas esse tipo de movimento tem de ser bloqueado na raiz, quando menos esperamos, vai brotar uma lei obrigado a ter taxi de madrugada por exemplo.

        um abs

        Curtir

        • Desde quando serviço de táxi é um exemplo de livre comércio? Por acaso eu posso pegar meu carro, pintar de laranja, escrever táxi em cima e sair por aí pegando passageiros? Tem que ser regulado sim, afinal é uma concessão do poder público.

          Curtir

        • Tenta colocar mais táxis pra ver como eles vão reagir!

          Curtir

        • Solrac, regulamentar a profissão é diferente de impor horarios.
          A concessão ja é um erro, deveria ser apenas uma regulamentação simples e funcionar da forma que tu falou. Mesmo a cor unica ja é uma bobagem ser definida pela prefeitura.

          Curtir

    • Concordo com o Lucas (que é mais intervencionismo), com o Solrac (que não é livre mercado) e com o Felipe (o problema é a falta de taxis).

      Curtir

    • da onde que regular os horarios de um serviço sob concessão publica é se meter no livre comércio? Onde que concessão publica se iguala a livre comércio? Como explicar as tabelas de horários de outros serviços similares, como onibus, trem e lotação?

      Curtir

      • É isso… Pessoal acha que táxi é uma atividade comercial como qualquer outra e ignora o caráter de utilidade pública que o serviço tem. É o mesmo pensamento dos donos e dos motoristas de táxi: pra que trabalhar às 18h de uma sexta-feira chuvosa se é pra ficar parado no trânsito? Quem precisa de táxi que se vire. Daqui a pouco os motoristas de lotação e os de ônibus vão fazer a mesma coisa.

        Curtir

    • Solução é abrir o cartel. + PLACAS , + LICENÇAS, -BEIRAS .

      Curtir

      • exatamente isso, reduzir barreiras a entrada, menos estado impedindo pessoas de terem taxis – Livre mercado

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: