Fortunati anuncia novo corredor de ônibus na Zona Sul

Corredor terá Parada Segura, com piso especial, iluminação, bancos e lixeiras   Foto: Mário Costa/Divulgação PMPA

Corredor terá Parada Segura, com piso especial, iluminação, bancos e lixeiras Foto: Mário Costa/Divulgação PMPA

No Dia Mundial Sem Carro, 22 de setembro, o prefeito José Fortunati anunciou a implantação de um novo corredor de ônibus no eixo das avenidas Cavalhada, Nonoai e Teresópolis. A faixa prioritária para os veículos do transporte coletivo terá 4,5 quilômetros de extensão, entre a rua Costa Lima e a avenida Eduardo Prado. O horário de operação será das 6h às 9h e das 16h às 20h, nos dois sentidos da via. (fotos)

“Nós temos que mostrar à população que o transporte coletivo deve ter prioridade sobre o transporte individual. Na medida em que temos mais automóveis nas ruas, que geralmente transportam uma pessoa apenas, o transporte coletivo que transporta 50 a 60 pessoas por veículo no mesmo horário, no mesmo local, acaba sendo prejudicado. Então, essa nova faixa que será exclusiva nos horários de pico vai beneficiar e dar preferência a quem usa o transporte coletivo”, disse Fortunati.

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, explicou que o objetivo é melhorar a mobilidade na região e estimular o uso do transporte público. “O número de carros aumentou muito nos últimos anos e hoje não existe espaço para transitar com agilidade pelas nossas vias se todos, ao mesmo tempo, circularem com seus veículos particulares. Nós não somos contra o uso do carro, até porque essa é uma realidade com a qual temos que conviver. Mas queremos que mais pessoas utilizem o transporte coletivo e que aquelas que optarem por essa mudança de hábitos sejam beneficiadas com agilidade e qualificação do transporte público”, afirmou Cappellari.

O anúncio foi feito na abertura das atividades do Dia Mundial Sem Carro, neste domingo, 22, na Usina do Gasômetro. Também participaram do ato a primeira-dama, Regina Becker, o vice-prefeito, Sebastião Melo, equipes da EPTC e ciclistas que foram ao local para participar do passeio ciclístico que marcou a data.

O novo corredor de ônibus – As faixas horárias de operação foram definidas levando-se em conta as velocidades dos ônibus e volumes de tráfego. O corredor será implantado à direita da via, com sinalização horizontal específica na cor azul e sinalização vertical regulamentando o uso. O projeto redefiniu o posicionamento das paradas com o objetivo de, junto com a faixa prioritária de circulação, dar mais velocidade à operação, reduzindo os intervalos, atrasos e tempos de deslocamento dos usuários do transporte coletivo. Todas as paradas terão abrigo do tipo Parada Segura, com iluminação, piso especial, piso tátil, bancos e lixeiras.

No trecho do corredor preferencial, haverá 33 pontos de paradas, sendo 16 no sentido bairro-centro e 17 no sentido centro-bairro. Naquele eixo, operam 45 linhas do transporte coletivo, com 2,2 mil viagens, transportando 126 mil passageiros por dia. O novo corredor deverá entrar em funcionamento até o final de outubro. Com os 4,5 quilômetros, serão 60 quilômetros exclusivos para deslocamento de ônibus na Capital.

Possuem corredores exclusivos as seguintes vias: Bento Gonçalves, Protásio Alves, Osvaldo Aranha, Assis Brasil, Farrapos, Sertório, Baltazar de Oliveira Garcia, Cristóvão Colombo, Independência, João Pessoa, Érico Veríssimo e 3ª Perimetral.

Prefeitura de POA



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, onibus

Tags:

39 respostas

  1. Só não entendi o negócio de só funcionar em horário de pico. Não vejo nenhum fundamento nisso.

    Na real é até bastante preocupante, porque se vai operar só em horários de pico, é sinal que ela precisa permitir a circulação de carros nos outros horários, certo? Ou seja, você não pode ter obstáculos físicos separando as faixas em certos pontos, pois isso poderia provocar acidentes. Ou seja, para um sistema desses funcionar, teria que ser uma dessas duas opções:

    1) a faixa for na esquerda e as paradas à esquerda (como na Sertório)
    2) a faixa for na direita e as paradas à direita (como na Av. Paulista)

    Considerando que não existe nenhuma perspectiva de se comprar ônibus com portas na esquerda, temo que vamos ficar com o segundo modelo. Ou seja, não só teremos essa estupidez de restringir a exclusividade aos horário de pico, como também teremos a estupidez de ver carros bloqueando o corredor sempre que precisam dobrar uma esquina ou acessar um lote lindeiro.

    Enfim, esse sistema pelo menos é barato. Mas é uma merda.

    Curtir

  2. \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/

    Pelo que eu entendi, é faixa prioritária e não corredor. Os ônibus vão sair do corredor da Perimetral, se atravessar (como já fazem) pra direita e ali que vai ter esse espaço de ônibus.

    O meu receio é se o pessoal vai respeitar mesmo os horários… porque dá pra comparar com o caso da Sertório né, que os motoristas iam na faixa de ônibus sem a menor vergonha.

    Curtir

    • Passo todo dia na sertório. Os carros usam o corredor sempre na maior cara de pau (andam a 90 / 100 por hora e a eptc não faz nada). Na época que a eptc colocava azulzinho escondido na parada reclamavam da indústria da multa). Sinto muito em dizer, mas não vão respeitar esse novo corredor temporário.

      Curtir

      • Eu li que agora tá bem ostensiva essa fiscalização deles e os motoristas bem pu*os com isso.

        Esse papo de indústria da multa pra mim é pura desculpa de imprudente mal educado.
        Tem vezes que a eptc realmente faz bobagem – já vi gent emultada por avançar sinaleira onde nem tinha! – mas em geral tem que canetiar.

        Curtir

    • >MULTA<

      Curtir

  3. Muito boa a notícia, estava faltando. Agora falta é fazer mais linhas para aquela região da zona sul.

    Curtir

  4. Muito bom. Ali quando acaba o corredor da 3ª perimetral os ônibus caem no meio do trânsito. Espero que melhore os horários dos mesmos.

    Curtir

  5. Ótima notícia.

    Agora só falta fazer o da Ipiranga (e depois os demais já sugeridos aqui no Blog)

    Só não gostei do modelo da parada. É igual ao que tem na Loureiro (do lado da Ufrgs Administração), mal cabe umas 10 pessoas debaixo, e em dias de chuva todos se molham igual.

    Curtir

    • E é horrível. Tem uma dessas no Marinha e ao lado do Big Cristal também.

      Curtir

    • Esse é o modelo simples. Na própria perimetral tem um modelo estendido, na frente do Parobé, onde cabe bem mais gente. No Gasômetro tbm tem.

      Curtir

  6. Ótima notícia. Quem usa ônibus sabe a diferença que faz. Pequena mas faz. Gostei.

    Curtir

  7. Afinal, será um corredor de ônibus ou uma faixa prioritária para ônibus?

    Curtir

    • Acredito que é a continuação do corredor da 3a perimetral. Mas a assessoria da imprensa é péssima nos termos técnicos mesmo.

      Curtir

      • Acho que não é não. Ali o canteiro central possui árvores de grande porte. E falaram em “parada segura” e em horários de circulação. Isso eu interpreto como: uma faixa na direita, com paradas na calçada, com trânsito exclusivo pra ônibus apenas nesses horários.

        Curtir

  8. Excelente iniciativa… É um passo, bem pequeninho, mas é uma passo adiante.

    Curtir

  9. 50/60 pessoas sem respirar e passando mal.
    hahahah

    Curtir

  10. Ah não, mais um corredor…

    Curtir

    • Não entendi?

      Curtir

      • não acho necessario corredores de ônibos em várias ou certas partes da cidade, como na Carlos Gomes e este novo na Cavalhada, que flui e tem várias árvores enormes no canteiro central. Se for FAIXA, não tenho nada contra.

        Curtir

        • Na Carlos Gomes eu concordo contigo porque praticamente só passa o T11 mas na Cavalhada precisa muito, Marcelo! Na verdade as linhas podiam ser melhor pensadas pra não deixar esse corredor tão subaproveitado.

          Vem comigo um dia: pegamos o T11 às 18h30 ali na Bento x Perimetral – de pé e apertados, claro – pra descer na Cavalhada x Ed. Prado…. vai dar mais de 40min!
          Coisa que de manhã, quando saio as 10h, levo 20min!

          Curtir

        • Tá ligado que faixa é muito menos eficiente né?

          Esses locais até podem ert poucas linhas ou horários, mas isso me parece parte do problema.

          Curtir

        • Em termos de passageiros por hora por sentido, sistema de corredor é mais eficiente que sistema de faixa exclusiva. E ambos sistemas são muito mais eficientes que tráfego misto. Além disso, tráfego misto não tira só a eficiência dos ônibus, com também a eficiência dos carros. Dizer que o corredor da Carlos Gomes é desnecessário é ignorar essa simples realidade matemática.

          Curtir

        • Quem fala que o corredor da 3ª perimetral é inútil é pq não o utiliza. O T11 é a única linha que usa toda a extensão do corredor, mas várias linhas o utilizam parcialmente, como T2, T4, Carlos Gomes, Restinga/3ª perimetral, Triângulo/PUC, entre outros. Aliás, T11 é uma das linhas mais longas e lotadas de POA, deveriam ter mais carros em horário de pico.

          E na minha opinião, o corredor deve ficar vazio na maior parte do tempo mesmo. Ou vcs querem o corredor da 3ª perimetral igual ao da Farrapos, Assis Brasil, Bento ou Protásio: atrolhado e lento? Os únicos corredores que funcionam direito são os da 3ª Perimetral, Sertório e Érico Veríssimo, que são justo os que tem menos ônibus. São os únicos que tu pega um carro e um ônibus e o ônibus chega antes. Pega um carro e anda na Farrapos às 18h que tu vai passar por um corredor “bem aproveitado” que simplesmente não anda.

          O corredor “vazio” é o mesmo esquema do BRT. Poucas linhas de ônibus, com intervalo regular, deixando o caminho livre pra eles circularem em boa velocidade. Andei no BRT em Lima e lá o “corredor vazio” era excelente. Percorri 10km até o centro em poucos minutos.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: