Usuários do Parque da Redenção cobram melhorias

Conselheiro (d) listou uma série de problemas envolvendo a área verde.  Foto: Ederson Nunes

Conselheiro (d) listou uma série de problemas envolvendo a área verde. Foto: Ederson Nunes

Na Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam), o Conselho de Usuários e Amigos do Parque Farroupilha (Redenção) cobrou melhorias no local dos representantes do Executivo municipal que estiveram na reunião da manhã desta terça-feira (8/10) na Câmara Municipal de Porto Alegre. Segundo o coordenador do conselho, Roberto Jakubaszko, no momento em que ganha força o debate sobre o cercamento do parque, é preciso discutir outros problemas da Redenção. “Existem seis ou sete secretarias atuando lá dentro e isso gera um jogo de empurra. Gostaríamos de ter uma única responsável pela totalidade do parque”, afirmou.

Jakubaszko citou o caso da proibição de venda de bebidas alcoólicas no interior do parque. “Também é proibido fazer fogo. Mas todo o fim de semana tem gente vendendo bebida e churrasquinho. Faz mais de 40 anos que isso acontece e não tem fiscalização.”

A respeito do Araújo Viana, ele reclamou que a cerca instalada ao redor do auditório não estava no projeto original e pediu informações sobre as datas que a concessionária do local disponibiliza para uso da prefeitura.

Outra questão relatada foi a perda de cobertura vegetal da Redenção. No entanto, o coordenador informou que o novo administrador do parque prometeu que, a partir de agora, três árvores serão plantadas para cada uma que tiver de ser removida.

Jakubaszko também falou sobre a proposta de plebiscito para decidir sobre a instalação de cerca em volta da Redenção. “A maioria dos integrantes do conselho considera um absurdo investir tanto dinheiro para cercar o parque. Há mais de 200 anos os negros lutaram para tirar as correntes e agora querem colocar cerca ao redor do parque.”

Disse, ainda, que pequenos furtos acontecem no entorno. “Só que essas pessoas acabam correndo para dentro do parque porque falta policiamento.” E lembrou que, mesmo cercado, o Parque Germânia, é vilipendiado volta e meia. “Temos é que ocupar socialmente a Redenção para termos segurança.”

Iluminação

O supervisor de parques, praças e jardins da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), Leo Antônio Bulling, afirmou que o ideal é o parque permanecer como está: aberto à comunidade. “Mas temos que resolver os problemas de segurança, pois a depredação é grande à noite, especialmente com relação aos furtos.”

Já o chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Obras de Viação (Smov), Alexandre Martins, garantiu que o projeto de revitalização do Parque Farroupilha deve estar pronto até semana que vem. “Foi elaborado em conjunto com outras secretarias. Queremos melhorar a iluminação para que a população possa usar a Redenção também à noite.”

O diretor da Divisão de Iluminação Pública da Smov, Luiz Fernando Colombo, explicou que toda a rede subterrânea será refeita. “Vamos incrementar os eixos principais. Colocar postes mais baixos entre os que têm oito metros de altura. Em todos os caminhos, vamos recuperar a iluminação, que tem sofrido muito com a depredação.” Segundo ele, o projeto deverá custar em torno dos R$ 2 milhões, e a concorrência pública será lançada até o começo de janeiro de 2014.

O secretário-adjunto de Segurança da Capital, João Hélbio Carpes Antunes, explicou que as rondas da Guarda Municipal são frequentes na Redenção. “Além disso, temos seis câmeras de vídeo e mais duas da Brigada Militar. Nosso projeto prevê implantar 16.” Quanto à proposta de cercamento, fez uma ponderação: “Teríamos que ter no mínimo quatro portões com um guarda em cada um deles. Precisaríamos ainda de uma equipe para fazer a varredura do parque antes de fechar o portão. E vale lembrar: cidadão de bem não faz isso, mas ladrão pula a cerca.”

Como encaminhamento, o presidente da Cosmam, Paulo Brum (PTB), e a vice Jussara Cony (PCdoB) pediram ao Conselho de Usuários que formalize as questões por escrito para que elas sejam encaminhadas às secretarias municipais. Também acompanharam a reunião os vereadores Lourdes Sprenger (PMDB), Paulinho Motorista (PSB), Mario Manfro (PSDB) e Mauro Pinheiro (PT).

Texto: Maurício Macedo (reg. prof. 9532)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Câmara Municipal



Categorias:Parques da Cidade, segurança

Tags:, , , ,

19 respostas

  1. Como se tem acesso a este Conselho e a agenda de reuniões?

    Curtir

  2. Frequento sempre a Redenção. Incrível como ninguém, absolutamente ninguém, comenta daquela entrada podre do Araújo Vianna. E onde era o zoo: ficará assim, sem projeto paisagístico, por mais dez ou quinze anos? Quanto ao cercamento, acho que o fechamento não resolverá os problemas de segurança e conservação, pois é sociocultural. Os “delinquentes” roubarão e depredarão, mesmo cercado.

    Curtir

  3. Pq não cercar a Padre Chagas?

    Curtir

  4. Poxa, perdi essa reunião! Vou tentar comparecer na próxima, não podemos deixar essa gente fazendo e dizendo besteiras assim! Perda de cobertura vegetal???? Onde???? Há inúmeras mudas de árvores plantadas SOB outras árvores já adultas, por exemplo. Precisamos de mais arejamento, levantar as copas drasticamente, plantar jardins floridos e ascender todos os postes à noite, entre outras coisas. Parece que a Redenção está sendo administrada pela Mãe Joana! Que coisa!

    Curtir

  5. Essa questão do cercamento da Redenção é secundária, na boa.

    Sou contra, mas se cercarem não vai fazer muita diferença… pro bem e pro mal.

    A prefeitura pode (e deve) investir essa grana da cerca em coisas mais importantes!

    Curtir

    • Acho que vai fazer diferença, como ele disse, o cidadão de bem vai esperar o portão abir, e os ladrões vão continuar entrando na redenção, a diferença é que eles vão pular o muro e vão estar “protegidos” pela cerca agora.

      Curtir

  6. Olha o nível do cidadão: “A maioria dos integrantes do conselho considera um absurdo investir tanto dinheiro para cercar o parque. Há mais de 200 anos os negros lutaram para tirar as correntes e agora querem colocar cerca ao redor do parque.”

    Isso representa alguém????

    Curtir

    • Sim, isto me representa. E provavelmente representa a maioria dos que votaram na enquete aqui do site, contra o cercamento,

      Curtir

      • Eu te pago uma passagem de IDA sem volta, para Cuba, pelo bem de Porto Alegre !!!

        Curtir

      • Maioria ? Sim maioria, tem razão. Mas com 0,8% mais votos. Ou seja, insignificante (matemática) diferença. Na verdade está em empate técnico.

        (considerando 184 votos contra x 181 a favor – posição agora as 14:59 de 09/10/2013)

        Curtir

        • Isso entre os freqüentadores aqui do blog que no geral são bem conservadores. Acredito que entre os freqüentadores da Redenção o número de pessoas contra o cercamento seja maior ainda.

          É só uma impressão, mas me parece que a maioria das pessoas que quer o cercamento não freqüenta a Redenção.

          Curtir

        • Sobre o cercamento da Redenção, tô com o Juremir: http://bit.ly/19omO1k

          Curtir

    • achei péssima a comparação dele. Mas concordo que essa cerca é desperdício de dinheiro…

      e na periferia deve ter gente que nem tem praça pra usar. ou se tem, tá detonada.

      Curtir

  7. Plantar 3 para cada árvore removida!? Que regra mais estúpida! Tem que plantar aonde for necessário, e não ter esta relação de 3 para 1 que além do mais não é sustentável já em algum momento no futura faltara parque para tanta árvore.

    Curtir

  8. Arvore na redençao pra que .Esse senhor nao representa os usuarios do parque ,eu vou na redençao toda semana e tem arvore de mais ali .se quer ir pra selva que va morar na Amazonia.

    Curtir

  9. O que faz este Senhor Jakubaszko pensar que representa os usuários do parque? Eu sou usuário há 30 anos e não me sinto representado por ele, nem concordo com a plantação de mais arvores, assim como em outras eventuais questões.

    Curtir

  10. Conselho de Usuários e Amigos do Parque Farroupilha ?? Perda de cobertura vegetal ?? O senhor Roberto Jakubaszko, presidente deste conselho deve estar louco, quer mais árvores !!??
    Inacreditável, a redenção é uma matagal sem estética alguma. Vejam o desenho da redenção nas década de 50 ( muito menos árvores, bem distribuídas e com estética) e comparem com agora.
    A propósito, não fosse o cercamento do Araújo Viana, este já estaria todo depredado.

    Curtir

    • De acordo! Seria necessário retirar árvores de lá e o sujeito falando em perda de cobertura vegetal… Onde?

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: