Estação de Tratamento do Sarandi inicia operações nesta sexta

Unidade contribui para ampliação do tratamento de esgotos de 27% para 80% Foto: Vera Petersen/Divulgação PMPA

Unidade contribui para ampliação do tratamento de esgotos de 27% para 80%
Foto: Vera Petersen/Divulgação PMPA

Nesta sexta-feira, 11, a partir das 10h30, a Prefeitura de Porto Alegre, por intermédio do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), dá início às operações da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Sarandi. A solenidade ocorre na avenida Fernando Ferrari, nº 4000 e marca um importante momento na história do saneamento em Porto Alegre. A estação faz parte do planejamento de Porto Alegre para universalização dos serviços de água e esgoto e integra o Sistema de Esgotamento Sanitário Sarandi (SES Sarandi), onde estão inseridos os arroios Passo das Pedras, Santo Agostinho e Feijó, todos afluentes do Rio Gravataí.

Com esse trabalho, somado ao Programa Integrado Socioambiental (Pisa), Porto Alegre dá um importante salto em saneamento, ampliando a capacidade de tratamento do esgoto cloacal de 27% para 80%.

A Ete Sarandi integra um conjunto de obras planejadas e executadas visando acabar com um histórico déficit de coleta e tratamento de esgotos na zona Norte da Capital. Nesta sexta-feira, entrará em funcionamento o primeiro módulo, que vai tratar 133 litros por segundo de esgoto e garantir mais 3% de tratamento. Nesse primeiro modulo estão inseridos os prédios do laboratório e do controle operacional da estação. A execução de mais cinco módulos proporcionará uma capacidade de tratar 94% do esgoto da cidade até o ano de 2028. A vazão média da estação será de 800 litros por segundo.

O investimento total no SES Sarandi corresponde a mais de R$ 400 milhões aplicados no prazo de quinze anos em 461 quilômetros de redes coletoras de esgoto, que somados com os 171 quilômetros de redes existentes (sendo 36,2 quilômetros implantados nos últimos quatro anos ou em execução) totalizam 632 quilômetros de redes no SES, além de estações de bombeamento e da estação de tratamento de esgoto com vazão média final de 800 litros de esgotos/segundo. Somente nesta primeira etapa, que incluiu um módulo de tratamento, foram investidos R$ 76,3 milhões, sendo partes destes recursos financiados pela Caixa Econômica Federal, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC1).

Um dos destaques deste conjunto de obras foi o trabalho técnico social implantado pelo Dmae com o objetivo de buscar a participação dos moradores na fiscalização das obras, alem de realizar ações de educação ambiental, auxiliando na informação e no conhecimento sobre o processo de tratamento de esgotos e permitindo que os moradores zelem pela infraestrutura instalada pela prefeitura. A iniciativa passou a ser adotada em todas as obras de grande porte realizadas pelo Dmae e foi reconhecido pelo premio Top Cidadania promovido pela ABRH. No local da inauguração será possível conhecer os resultados do trabalho técnico social por meio de uma exposição realizada pelos próprios moradores.

Área de abrangência da ETE Sarandi: A Ete Sarandi atenderá totalmente os bairros Sarandi, Passo das Pedras, São Sebastião, Jardim Lindóia e zona da várzea do Rio Gravataí (que não possui nomenclatura definida). Atenderá ainda, parcialmente, os bairros Anchieta, Cristo Redentor, Vila Ipiranga, Vila Jardim, Jardim Itu-Sabará, Jardim Carvalho, Protásio Alves, Rubem Berta e Mário Quintana.

Prefeitura de POA

___________________

Prefeitura divulga inauguração nos jornais de sexta (11/10/2013):

ete-sarandi



Categorias:Despoluição do Guaíba, Programa Sócio Ambiental

Tags:, , , ,

6 respostas

  1. Excelente notícia, e parabéns prefeitura.

    Curtir

  2. OFF :

    http://previdi.blogspot.com.br/2013/10/quinta-10-de-outubro-de-2013.html

    Quinta, 10 de outubro de 2013
    ESCULHAMBAÇÃO GERAL!!

    O jornalista Danilo Ucha indignado:

    Ainda querem receber turistas…
    Coisas até pouco tempo inconcebíveis, em Porto Alegre, estão acontecendo. Voltei de São Paulo, quarta-feira, às 19h, fiquei meia hora esperando que a esteira do aeroporto Salgado Filho trouxesse a mala e UMA HORA E DEZ MINUTOS na fila para pegar um táxi. Simplesmente, não havia táxi no aeroporto. A fila chegou a ter mais de 500 (!) pessoas, algumas retornando de longos vôos internacionais.
    Quase se formou um tumulto, com as pessoas reclamando e gritando. Algumas diziam que enquanto o povo continuar pacato, nada vai mudar. Outras diziam que o Prefeito Fortunati tinha que estar ali para ver no que ele transformou a cidade!
    Na vinda para o centro, não deu para usa a Castelo Branco porque estava engarrafada; a Farrapos, também, mas, como não havia escolha, levamos mais de meia hora num trajeto normalmente de 15 minutos! O pior, lá na fila do táxi do aeroporto, é que não havia táxi, não havia orientação, não havia policiamento. Sobrou até para a Imprensa: “os jornais, rádios e televisões não vem isso”, gritava, irritada, uma senhora que estava chegando da Itália.

    Aí me lembrei que haviam anunciado que em julho de 2013 fariam um concurso público para novos táxis em Porto Alegre.

    Curtir

    • André, vou postar este comentário do Danilo Ucha ….

      Curtir

    • O problema maior ontem foi que tinha dois eventos (um grande e um “normal”): show do Black Sabbath e jogo do Grêmio.

      Porque não fazem grandes shows nos finais de semana? porque tem que ferrar com quem não tem nada a ver com a história e querem apenas ir pra casa, depois de um longo dia de trabalho?

      A cidade não tem estrutura pra um grande evento! ainda mais em dias de semana!

      Curtir

      • Por que não fazem show em finais de semana ???? Por que são as produtoras que escolhem, as datas, e em geral elas são definidas em Porto Alegre no intervalo dos grandes centros, como São Paulo e Buenos Aires. Se tu não quiser shows em dias de semana em POA, ficaremos sem os shows. Eu prefiro show em dia de semana do que ficar sem eles!!

        Curtir

  3. O importante é saber quando vão entregar o próximo modulo, não o ultimo deles!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: