Içamento de novo Aeromóvel deve encerrar na tarde desta segunda

Operação na estação Aeroporto tem previsão de encerramento às 16 horas

Da Redação 

Foto: Vinicius Carvalho/GES

Foto: Vinicius Carvalho/GES

Por volta das 11 horas desta segunda-feira (14), o primeiro módulo do novo Aeromóvel começou a ser içado aos trilhos da estação Aeroporto do Trensurb, na Capital. Dois guindastes trabalham na colocação dos dois módulos do A200, que chegaram nesta manhã em Porto Alegre. A operação deve terminar por volta das 16 horas.

Mais capacidade

Diferentemente do primeiro veículo, o A100, que transportava até 150 passageiros, este novo aeromóvel terá a capacidade dobrada, podendo transportar até 300 usuários.

Circulação de trens

As composições da Trensurb circularão em via única no trecho que compreende as estações Aeroporto e Anchieta por um período previsto entre 10 horas e 16 horas. Durante a preparação e realização dos serviços de içamento, as composições da Trensurb passarão em ambos os sentidos, nas plataformas das estações Aeroporto e Anchieta, pela via por onde normalmente circulam os trens em direção ao norte. Com isso, os usuários nessas estações devem observar com atenção os indicadores de destino dos trens. No restante do sistema, não haverá alterações.

Jornal NH

____________________

Foto do Correio do Povo:

Crédito: Tarsila Pereira

Crédito: Tarsila Pereira



Categorias:Aeromóvel, Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:, ,

11 respostas

  1. Não entendo porque este projeto previu dois veículos sem antes testar a demanda. O mais racional seria utilizar somente o A100 e se no futuro a demanda justificasse comprar-se-ia um maior. O A200 provavelmente ficará ocioso em 80% do tempo.

    Como o trajeto leva em torno de 3 min por sentido o percurso ida-volta pode ser concluído em 15 min, incluindo parada para desembarque/embarque, ou seja não seria nenhum problema esperar 15 minutos para a próxima viagem.

    Ambos os veículos custaram 3 milhões (segundo li na midia) o que se econimizaria 2/3 deste valor.

    Curtir

  2. OFF Buemba Bomba !

    AS PROVAS DA ROUBALHEIRA NO LIXO DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE
    Desde a noite de domingo passei a colocar uma série de postagens mostrando a enorme fraude na execução contratual do serviço de capina contratado pelo governo do prefeito José Fortunati (PDT) com a empresa Mecanicapina para capina das ruas de Porto Alegre. Trata-se de um contrato emergencial, sem licitação, com renovações semestrais sempre com reajuste para cima, muito generosos. As postagens com as denúncias detalhadas estão logo abaixo. Agora disponibilizo aqui, para todos os leitores, a íntegra do processo interno do próprio DMLU em que foram constatadas essas fraudes ao contrato. Apesar disso, o governo do prefeito José Fortunati renovou contrato com a Mecanicapina. É do arco da velha. Se você gostar de saber como cidadãos são roubados pela administração da sua cidade, consultem o arquivo com a íntegra do processo a seguir:

    docs.google.com/file/d/0B8_RBOFhHrDUbnhPUFRnOHMtR0U/edit?usp=sharing
    http://www.facebook.com/vitor.videversus?fref=ts

    Curtir

    • Uma empresa chamada “Mecanicapina” presta serviço de capina para a prefeitura a anos sem licitação. Parece que fizeram algo tão suspeito, mas tão suspeito que não levantou suspeita.

      Curtir

    • O tópico não é sobre o Aeromóvel?

      Curtir

      • Esse é o André, especialista em OFF-TOPIC …. rssss

        Curtir

        • Obrigado pela distinção, Gilberto ! Então …

          +OFF

          http://www.facebook.com/vitor.videversus?hc_location=stream

          Vitor Vieira

          VEJA O TAMANHO DOS DÉFICITS (DÍVIDAS) DO GOVERNO GAÚCHO E DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE, E SAIBA PORQUE METRÔ É LOROTA
          O economista Darcy Carvalho dos Santos alerta para o tamanho das dívidas do governo do Estado do Rio Grande do Sul e da prefeitura de Porto Alegre, e diz que essa é a razão pela qual a promessa de construção do metrô da capital gaúcha não passa de uma enorme lorota para enganar trouxas e arrebanhar votos nas eleições do próximo ano, para os petistas Dilma Rousseff e Tarso Genro.
          Segundo Darcy Carvalho dos Santos, o governo do Estado e a prefeitura de Porto Alegre não têm o dinheiro necessário, e nem terão esse dinheiro. E explica: “A prefeitura até tem margem de endividamento, ao contrário do governo estadual, mas nenhum dos dois possui superávit primário para pagar empréstimos. A Lei de Responsabilidade exige um e outro para pegar financiamento”. Mas, apesar de ter alguma margem para assumir novos endividamentos, a situação financeira da prefeitura de Porto Alegre no governo de José Fortunati é um pavor.
          Diz Darcy Carvalho dos Santos: “Este ano a situação financeira é delicadíssima, assustadora. A prefeitura possui receita e despesas previstas para este ano que remetem a um déficit de R$ 538 milhões. A previsão do prefeito Fortunati é de investir este ano algo como R$ 1,5 bilhão, mas empenhou até agora apenas 31%”. Ele alerta ainda que esse é um nível excessivo de investimento para a prefeitura de Porto Alegre: “Desde 1999, apenas em 2010 o governo estadual investiu mais do que o total que quer fazer apenas neste ano a prefeitura da capital gaúcha. A média anual de investimento estadual é de R$ 790 milhões. E ainda assim opera em permanente déficit primário. Este ano, serão R$ 2,5 bilhões, mais igual valor no ano que vem e na média anual de R$ 3,5 bilhões até 2018. Ora, déficit primário é dívida. O governo precisaria de superávit primário para pagar a dívida, mas opera com déficit”.
          Resumindo e concluindo: ninguém terá dinheiro para construção de metrô, é tudo mera lorota eleitoral, assim como quatro meses atrás a segunda ponte do Guaíba foi também uma grande lorota para enganar os gaúchos.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: