A nova orla em ângulos inéditos

Durante a polêmica participação do urbanista Jaime Lerner em audiência pública na Câmara de Vereadores na semana passada, foram apresentados novos ângulos da nova orla do Guaíba. O edital de licitação que prevê a revitalização de um primeiro trecho de 1,5 Km de extensão está em análise no Tribunal de Contas do Estado e não tem data para ser lançado. A obra da prefeitura deve ser executada em 12 meses após o início.

orla1

orla2

orla3Maicon Bock

Jornal Metro – Porto Alegre – 22/10/2013



Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, , , ,

25 respostas

  1. Sou moradora do centro histórico e participo ativamente da vida do gasômetro. Encontrei o projeto lindíssimo e penso que a Prefeitura deve dar oportunidade para os ambulantes. Deve organizar uns quiosques decentes para os mesmos, pois é o meio de sobrevivência destas pessoas. Propor uma qualificação adequada para os mesmos em parceria com o SENAC COMUNIDADE que presta um serviço gratuito na área de gastronomia.

    Curtir

  2. É muito choro, ta louco.
    Ficou legal, por mim, que tenha mais concreto, a orla ja é um matagal, isso ja tira a vista e atrapalha, não é lugar pra ser tapado por arvores, não na orla de um rio que passa por uma cidade do tamanho de Porto Alegre.

    Concreto pra poder caminhar, de preferencia, bem feito.

    Privatizar a orla para termos bons lugares para tomar uma cerveja e um café, como é feito nas praias do Rio.

    É o basico para essa bagaça se tornar decente.

    Curtir

  3. Se o cara pede por um pouco de sombra, os loco já me vem reclamando que vai virar um Floresta. Ah, pára, tchê! Larguem as drogas.

    Curtir

  4. Se tiver árvores que tenham iluminação cênica nelas, ficaria lindo e seguro.

    Curtir

  5. acho que se tiver um calor de 40o ninguém vai querer ir pra orla e sim pro shopping por causa do ar condicionado kkkkk mas uma sombra nas escadarias seria bem-vinda mesmo assim…

    Curtir

  6. “A estrutura metálica oxidou”, aquele mirante não é feito de aço patinável???

    Curtir

  7. Não há meio termo no pensamento das pessoas dessa cidade não é? Em nenhum momento estou criticando o projeto do Lerner e querendo que ele não aconteça. O meio termo em ter estruturas de concreto com pouca sombra no verão e a orla virar uma floresta como querem os radicais, é manter as estruturas de concreto, mas aumentar o número de árvores em volta delas, apenas isso.

    Curtir

  8. Se bem que um “board walk” de madeira ficaria bem bonito. Gosto muito do casamento madeira/beira de rio…

    Curtir

  9. Como assim estão reclamando do excesso de concreto? Preferiam areião? Acredito que a pavimentação está em boa quantidade no projeto, pelo que é possível ver. Isso aliado a uma iluminação abrangente vai inclusive dar vida noturna à orla.

    Curtir

  10. Mais arvores, na orla??? Ja não basta o matagal que existe na orla do rio? Onde tem ate morador de rua e trafico de drogas???

    Curtir

  11. E as Palmeiras copando os projetos sempre!!!

    Curtir

  12. A solução é ter mais árvores para fazer sombra, do que o que aparace nos croquis.

    Curtir

  13. Engraçado que nunca vi ninguém reclamar do calor ou falta de sombra no calçadão de ipanema, que é atolado de asfalto.

    Curtir

  14. Se em algum dia sair do papel, será bem legal, mas no momento que li acima “…está em análise no Tribunal de Contas do Estado e não tem data para ser lançado.” Minha esperança ficou muito mais distante!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: