Obra do arroio Cavalhada vai atravessar avenida Icaraí

Está sendo canalizada uma extensão de 620 metros do arroio na zona Sul  Foto: Marco Maracci/Divulgação PMPA

Está sendo canalizada uma extensão de 620 metros do arroio na zona Sul Foto: Marco Maracci/Divulgação PMPA

O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) inicia a execução da travessia pluvial da avenida Icaraí, no Cristal, nesta segunda-feira, 28, com tempo seco. A implantação de galeria pluvial na avenida Icaraí integra a obra de canalização aberta do arroio Cavalhada, trecho entre as avenidas Icaraí e Diário de Notícias. A obra tem investimento da prefeitura de R$ 13,23 milhões e integra o conjunto de obras do Programa Integrado Socioambiental – Pisa. Serão beneficiados, aproximadamente, 100 mil moradores dos 12 bairros abrangidos pela bacia hidrográfica do Arroio Cavalhada e as populações ribeirinhas. (fotos)

Esta parte da obra compreende a construção de uma galeria pluvial com 2,20 metros de largura por 3,35 metros de altura no subsolo da avenida Icaraí com extensão de 30 metros. No primeiro trecho será feita a galeria na pista de sentido centro/ bairro e depois no sentido bairro/ centro. Esta galeria vai ampliar a capacidade de vazão do arroio Cavalhada. A expectativa é de que os trabalhos se estendam por 60 dias no local.

Atualmente o DEP segue a construção do segundo trecho do muro de contenção do arroio, da ponte dos cavalos seguindo 150 metros em direção à avenida Icaraí. No mesmo local segue a execução do fundo do arroio em colchão Reno – revestimento de pedras, tela e concreto – que tem a finalidade de dar estabilidade e facilitar o escoamento das águas. Para que o fundo e os muros sejam executados, o DEP desviou, temporariamente, o leito do arroio Cavalhada. Também está sendo preparado o terreno para o início da construção dos diques de proteção que terão a função de reduzir os transbordamentos do arroio.

O problema – Em dias de fortes chuvas, as águas do arroio Cavalhada transbordam e invadem as casas das populações ribeirinhas, provocando transtornos e prejuízos. A obra pretende minimizar os extravasamentos do córrego e evitar alagamentos no entorno.

A obra

Será canalizada (canalização aberta) uma extensão de 620 metros do arroio Cavalhada, no trecho entre as avenidas Diário de Notícias e Icaraí. Atualmente o DEP está executando a construção de 1.240 metros (620 metros de cada lado do arroio) de extensão de muros em concreto, com 2 metros de altura nas margens córrego. No leito do Arroio, o DEP está executando o fundo em colchão Reno. Também serão construídos, ao lado dos muros de contenção, 1.240 metros (620 metros de cada lado) de diques de proteção que terão a função de reduzir os transbordamentos do Arroio.

Esta obra também trará o benefício de aumentar o leito do arroio Cavalhada em 4 metros, o que melhorará sua capacidade de vazão e escoamento das águas em direção ao Lago Guaíba, diminuindo as possibilidades de transbordamento. Atualmente, o leito do Cavalhada tem 12 metros de largura e, após a canalização, ficará com 16 metros. A obra também contempla a construção de galerias pluviais nas travessias das avenidas Diário de Notícias (já concluída) e Icaraí.

Travessia na avenida Diário de Notícias – O DEP já executou a travessia pluvial na avenida Diário de Notícias. No subsolo da avenida foram implantados 40 metros de galerias com 3,45 metros por 3,10 metros de seção.

Casas de bombas – Para a região também está prevista a transferência, reforma e ampliação da casa de bombas 11 (que ficará nas laterais dos diques de proteção do Arroio) e a construção da casa de bombas 11B, que terá uma capacidade de bombeamento de 12 mil litros por segundo de águas das chuvas, que serão enviadas para o arroio Cavalhada e dali, seguem até a foz junto ao Guaíba.

imagem112411

imagem112413

Prefeitura de POA



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

14 respostas

  1. Essa canalização é uma ótima iniciativa tanto para fim do esgoto a céu aberto, quanto para evitar inundações, uma vez que trata-se, não apenas da canalização, mas de amplo sistema de drenagem. É claro que todo local que recebe melhorias é atrativo para o mercado imobiliário e aí, por isso, não se vai melhorar nada na cidade? Como diz o texto, a obra está incluída no Pisa, que também está construindo moradias populares na região.

    Curtir

  2. Mais um dilúvio pra virar cartão postal de Porto Alegre, tal qual o nosso lindíssimo e super bem cuidado arroio Ipiranga!!!

    Curtir

  3. otimo investimento, pois enterrar esgoto a ceu aberto e bom para a cidade e otimo para a saude do cidadao, alem disso gostaria de ver 1 dia todo o lago guaiba eo delta do jacui desapoluido,,,nao e sonho pois sonhos se desfazem, e um grande desejo pois desejos podem muito bem serem realizados..

    Curtir

  4. Esta obra é pra estruturar os terrenos de interesse imobiliário ali naquela região, e nós que estamos pagando a estruturação pra viabilizar as lucrativas construções privadas. Me conta que é preocupação com as casas ribeirinhas!

    Curtir

    • Bom mesmo era como estava, um verdadeiro esgoto a céu aberto. Me poupa vai.

      Curtir

      • Eu não disse que era melhor deixar como estava, comentei que o argumento populista de preocupação com as populações ribeirinhas a mim, e pelo jeito só a mim, não engana.

        Curtir

  5. O “colchão Reno” é uma gaiola feita de arame galvanizado revestido de PVC e preenchida com pedras. Colocada ao longo das laterais, permite a drenagem da água e a ligação das nascentes do lençol freático com o canal dos córregos, impedindo sua impermebialização além de diminuir o risco de erosões.

    Curtir

  6. o que seria isto, desculpe a ignorancia

    Curtir

  7. e o parque linear? …e’ pra quando?

    Curtir

  8. Qual o problema de ser péssimo para POA, VOP?

    Curtir

    • Eu moro em POA, quero que minha cidade se dê bem… POA não está tão bem assim a ponto de poder abrir mão de uma boa parcela da sua população rica pro município vizinho. Ter uma cidade grande com boa economia e destacando-se no cenário nacional é essencial pra todo o estado.

      Curtir

  9. Sei que o assunto não é esse, porém queria ter postado isto no post da nova ponte do guaíba porém acabei me esquecendo…

    Boa tarde,

    Ando pensando….

    Com o sucesso dos condomínios fechados no litoral, vcs não acham que com a nova ponte do Guaíba, muitos mais destes (além dos dois novos) vão surgir para os lados de Eldorado do Sul?

    Digo isso pois acho que esta região tem potencial para “roubar” muitos habitantes da Grande POA pelo gigantesco descampado com potencial de desenvolvimento…

    Vcs não acham que podem surgir empreendimentos como o bairro planejado Quartier em Pelotas?

    Estou torcendo muito para isso, já ouvi falar que a Administração Publica de Eldorado é, dentro dos padrões brasileiros, boa e não trancam projetos e os colocam na gaveta enlouquecendo o empreendedor, como vemos em POA.

    E aí, pessoal, o que acham? Eldorado tem potencial para ser um gigantesco bairro quiçá uma nova cidade planejada?

    Penso nela como uma “mini barra da tijuca”, no futuro com um projeto piloto como houve na barra e um desenvolvimento imenso após a conclusão da ponte

    Curtir

    • Tomara que não. Seria bom pra Eldorado mas péssimo pra vários outros lugares (incluindo Porto Alegre).

      Curtir

  10. São muito lentos….quem controla e/ou fiscaliza???

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: