Inspiração para o metrô de Porto Alegre

estudantes-metro1

estudantes-metro2

estudantes-metro3

estudantes-metro4

Jornal Metro – Porto Alegre – 31/10/2013



Categorias:Metro Linha 2

Tags:, ,

9 respostas

  1. O que vai sair do papel vão ser estações mediocres e sem graça tipo as do trensurb

    apostam quanto?

    Curtir

  2. Ainda não desistiram dessa maluquice de estação terminal da Esquina Democrática?

    Curtir

  3. Conhecendo a “Capital da Resistencia”, vai ficar so no papel.

    Curtir

  4. Espero que ao menos os terminais intermodais tenham uma arquitetura legal, mas acima de tudo, funcional. Mas mais do que isso, espero que elas tenham 3 plataformas. Porque? Essas vão ser as estações com maior fluxo de pessoas e isso agiliza o embarque e desembarque, enquanto as pessoas desembarcam pela plataforma central, o restante embarca nas plataformas laterais. Isso é algo que já é necessário em estações da Trensurb de grande fluxo, como Aeroporto e Canoas/LaSalle, embora atualmente seja difícil de fazer nelas, é muito mais fácil de fazer quando a linha não está pronta ainda.

    Curtir

  5. Não sei se comento em cima dos já postados, ou gero um novo.

    Me formei na UFRGS, e assim como lá, em outras Universidades acontece o mesmo. Estudantes se desdobram em propostas mirabolantes, que pouquíssimos terão a oportunidade de realizar ou participar quando formados, e nunca são levados a sério. O trabalho do estudante não é, nem tem a intenção de ser, plenamente executável. Serve e muito para instigar, provocar a discussão sobre o tema. Mas é logo esquecido.

    Lembro de ter desenvolvido o projeto do Centro Popular de Compras, o Camelódromo. Havia diversos projetos, inclusive expostos no Paço Municipal, em melhores condições de ocupação. Garanto que se fossem exigidos, os estudantes teriam a capacidade de atender às necessidades e provocar debates sobre os assuntos. Isso é a pesquisa aplicada à Arquitetura, assim como testes com animais de prestam à Medicina.

    Não vou nem entrar no mérito do Concurso público. Quanto $$$$ deve estar no orçamento do Metrô para as estações que poderia ser utilizado como forma de premiação em concursos?

    Já pensaram?
    10 concursos!
    10 projetos vencedores!
    Uma maravilha.
    Uma mentira.

    Curtir

  6. E nós tb sabemos que a EPTC na verdade não vai dar nem bola pros projetos e muito menos se meter nas licitações, portanto o concurso é só exercício de graduando mesmo.

    Curtir

    • Sinceramente espero que tu esteja errado, pois o Carrolari e o coordenador do escritório do MetroPoa e BRT estavam lá….

      Curtir

  7. Muitos desses projetos certamente seriam mais baratos e melhores do que as que serão apresentadas pela empresa que vai fazer o metrô.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: