Porto Alegre recebe festival de cinema ao ar livre

Vivo Open Air ocorre até 8 de dezembro no estacionamento da Fiergs

Vivo Open Air tem ampla programação até o dia 8, no estacionamento da Fiergs Crédito: Divulgação / CP

Vivo Open Air tem ampla programação até o dia 8, no estacionamento da Fiergs
Crédito: Divulgação / CP

A capital gaúcha recebe a partir desta quinta-feira até o dia 8 de dezembro, sempre de quinta a domingo, no estacionamento da Fiergs (Assis Brasil, 8787), o Vivo Open Air – festival de cinema ao ar livre.

Além de programação com curtas, clássicos e lançamentos do cinema mundial e nacional, o evento traz atrações musicais e gastronômicas.

A atração é a tela com 325 metros quadrados, com projeção digital e som de 28 caixas Dolby.

Na programação, filmes em pré-estreia exclusiva: “Como Não Perder Essa Mulher”, neste sábado, o nacional “O Lobo Atrás da Porta”, na quinta, dia 4, e “Carrie, a Estranha”, na sexta, dia 5.

Entre as bandas estão Funkalister, Marmota Jazz e Quarto Sensorial.

Correio do Povo

___________________

Para ver a programação completa, clique aqui.

vivo-open-air-poa-filmes

_______________________

O único problema do festival de cinema é o local escolhido em Porto Alegre. Vocês devem ter notado pela foto acima divulgada que é em Curitiba, e no Jardim Botânico! Um lugar central e turístico. Já em Porto Alegre, escolheram o estacionamento da Fiergs, o pior lugar pra um evento deste estilo. Deveria ser num dos parques da cidade, Marinha ou Redenção. Ou quem sabe no Anfiteatro Pôr-do-Sol. Qualquer lugar seria melhor que a Fiergs. 

Eu fiz a autorização da Smic para o evento, e aproveitei e falei com a responsável da RBS pelo evento em POA. Ela falou que houve dificuldade em conseguir um lugar por haver cobrança de ingresso. Local público é complicado cobrar ingresso. Na próxima edição eles vão tentar fazer no Anfiteatro Pôr-do-Sol, embora eu preferisse mesmo na Redenção.

*****

O leitor Yuri Adachi nos envia esta foto magnífica de festival similar em Sydney, Australia. Mais uma vez Porto Alegre perde uma oportunidade de ter um evento integrado à natureza e/ou a sua orla. 

Open-Air-Cinema-Sydney



Categorias:Cinema, Cultura

Tags:, , ,

18 respostas

  1. De vez em quando passam algo de graça ao ar livre aqui. Mas dificilmente o blog posta e a maioria dos leitores tem medo de ir pq queria morar nos eua e fazer isso lá. Hehehehehe.

    Esse evento achei legal mas estupidamente caro.

    Curtir

    • Felipe, o blog não posta por que não é o foco dele. Tem tantos roteiros na internet e mais os jornais impressos, que seria um absurdo eu colocar o roteiro da cidade no blog…. quem navega pela internet fica sabendo dos eventos.
      Eu postei esse, pois integra o maior festival de cinema ao ar livre do mundo, e pelo seu ineditismo em Porto Alegre.

      Curtir

  2. E na Redenção ou noutro parque poderia cobrar ingresso ???

    ( lembro que lá já houve desfiles da Milka, e pago)

    Curtir

  3. Ao lado do Gasômetro seria perfeito, mas como eles nunca se preocuparam em levar um pingo de infraestrutura ao local, agora precisam pagar o mico de escolher locais sem graça alguma.

    Curtir

  4. Meio que Off-Topic: O Central Park tem uma entidade mantenedora ( http://www.centralparknyc.org/ ) que angaria fundos através da exploração da marca do parque vendendo quinquilharias, alugando o espaço para eventos comerciais, shows, é possível até doar bancos que ficam com uma plaquinha com o nome da família ou pessoa que doou o banco. Enfim, o Central Park não é mantido com recursos públicos que eu saiba. Bom, o festival de cinema do Central Park começa com músicas de DJs e depois do por do sol começam os filmes, é muito legal: http://www.centralpark.com/guide/activities/central-park-film-festival.html

    Curtir

  5. Sei que é complicado cobrar ingresso para eventos em espaços públicos, mas podia ter um jeito, talvez repassando uma porcentagem da arrecadação parar a prefeitura como uma espécie de aluguel.
    O Anfiteatro por exemplo poderia receber vários eventos.

    Curtir

  6. Podiam fazer no Parque Marinha nas próximas oportunidades. O brabo é que eu não sei se o nosso povo está preparado para isso. Em NYC eles fazem “for free” no Central Park, as pessoas levam toalhas, espreguiçadeiras, sanduiches, geléias e vinhos. Fosse no Marinha ia ter a galera levando caixa de som pra tocar funk, o tio do churrasquinho de gato e ambulantes apavorando a audiência, e qualquer tentativa de organizar o circo seria rechaçada pela Sofia Cavedon que gritaria contra a “higienização” do parque, um local do povo.

    Curtir

    • Acho que tu resumiu bem a preocupação que os organizadores do evento tiveram.

      Particularmente acho que o nosso Jardim Botânico seria interessante – visto que já tem cobrança na entrada – mas não lembro de nenhuma área aberta grande o suficiente para isso.
      Outro parque interesasnte é o Germânia que tem grande área aberta (o que é ruim durante o dia, mas bom para o evento que é à noite)

      Curtir

      • O Jardim Botânico tem um espaço grande lá na parte de cima, inclusive a OSPA faz concertos periodicamente lá.
        Mas nunca vi algum evento no JB fora do horário de funcionamento dele, que vai apenas até as 17h. Absurdo.

        Curtir

  7. A ideia de um cinema ao ar livre é legal.

    Mas uma ideia louvável é a de passar filmes um pouco mais antigos, clássicos, como é o caso do Poderoso Chefão, ET e Pulp Fiction. Obras-primas como essas passam no cinema no lançamento e depois só ficam disponíveis em DVD, VHS ou na internet.

    Ter a possibilidade de rever grandes filmes na telona do cinema é excelente.

    Nossos cinemas poderiam abrir o olho para esse filão e oferecer sessões semanais, em horários alternativos mesmo: de tarde, ou em dias de menor movimento, para filmes mais antigos.

    Curtir

  8. Eu não tenho $ para pagar 40 reais para ver filme da sessão da tarde, mais deslocamento e estacionamento.

    Curtir

  9. É ao ar livre mas é longe e de acesso restrito… Tomara q a ideia se espalhe para parques e ruas.

    Curtir

  10. Gostei muito desse evento! Porto Alegre está precisando de cosias desse tipo e que já são tradicionais em outros países.

    Em Sydney existe cinema ao ar livre na Baía de Sydney, com a Opera House e a Harbour Bridge ao fundo como cenário.

    Só acho que a organização errou em colocar o cinema na Fiergs, pois o local não é muito privilegiado. Deveriam ter feito na beira do Guaíba próximo ao Gasômetro ou no Anfiteatro Por do Sol por exemplo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: