Falta de segurança impede liberação de alça da Rodovia do Parque

EPTC alegou que não há condições de infraestrutura na conexão com Porto Alegre

Foto: Magerson Bilibio – via Flickr

Foto: Magerson Bilibio – via Flickr

Mesmo com o anúncio de entrega das obras, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou nesta quinta-feira que não vai liberar a circulação na alça da BR 448 (Rodovia do Parque), que dá acesso ao bairro Humaitá, nas imediações da Arena do Grêmio. Conforme o órgão, não há condições razoáveis de infraestrutura e segurança viária na conexão com Porto Alegre, com riscos de acidentes e atropelamentos.

A Prefeitura da Capital encaminhou diretrizes para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em que ressalta que deveria estar prevista na rodovia uma conexão de chegada no bairro Humaitá, em ambos os sentidos (entrada e saída), permitindo integração e continuidade com o futuro traçado da 4ª Perimetral, já definido pelo Plano Diretor.

Para garantir maior segurança na circulação, o Executivo municipal destacou que medidas emergenciais deverão ser executadas, como a correção geométrica da conexão com a avenida Leopoldo Bretano, a implantação da sinalização viária, a colocação de dispositivos para a redução da velocidade e que impeçam as travessias em locais impróprios.

A participação da presidente Dilma Rousseff (PT) na cerimônia de inauguração da BR 448, foi confirmada pelo Palácio do Planalto. O evento, com local ainda indeterminado – poderá acontecer em Canoas ou na Capital –, está marcado para o dia 20 de dezembro.

Correio do Povo



Categorias:Rodovia do Parque

Tags:, , , , ,

17 respostas

  1. Reduzir velocidade. A EPTC nunca ouviu falar de lombadas e outras formas de redutores?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: