Modificação no acesso à rodoviária é analisado

rodoviaria2

 

rodoviaria1

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 16/12/2013



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Rodoviária de Porto Alegre

Tags:, , , , ,

21 respostas

  1. Só eu que entendi que o problema ali não é a falta de transporte publico, e sim o congestionamento?

    Que não são apenas carros levando pessoas para a rodoviária?
    Que tem carros indo para outros lugares passando ali?

    Nessa area ;e complicado, é a entrada e saída da cidade, vem gente de tudo que é canto do Brasil que chegam por ali, não tem onde enfiar mais ônibus no centro, ja tem umas aberrações que só desqualificaram o centro, o trêm fica do lado, e taxi não falta.

    O máximo que poderiam fazer,é como no aeroporto, criar um aeromovel e proibir estacionar e parar nessa região, levando os passageiros pelo aeromovel até algum ponto de parada para os carros, taxis e ônibus.

    Mais que isso, só construindo outra rodoviaria.

    Ainda acho que essa rodoviaria poderia virar ponto para todos os onbius do centro, desativamendo os terminais do mercado e camelodromo, com um aeromovel levando as pessoas para o centro historico até o gasometro ou praia de belas.
    Paradas no camelodromo e mercado, outra na Sete de setembro e uma ultima no gasometro.

    Caso vá até o praia de belas, poderia ter outra parada pela orla, e uma ultima em frente ao marinha no shopping.

    Curtir

    • Se o problema ali é congestionamento, em alguns anos isso será resolvido, afinal, a quantidade de ônibus naquela região vai cair drasticamente por causa do BRT (ou corredor otimizado, chamem como quiser) e por causa do metrô, que vão otimizar o fluxo de passageiros. Mas essas são soluções que levam tempo, para a prefeitura é melhor fazer um desvio ou mudar o sentido de uma via como solução paliativa que dá mais votos com menor investimento.

      Curtir

  2. Outra burrice é que existe uma rua da voluntários até a rodoviária, que da acesso ao desembarque. Mas apenas táxis da rodoviária são autorizados.
    = todo mundo tem que fazer uma baita volta, engarrafando farrapos, garibaldi e o largo vespasiano julio veppo, por pura incompetência da eptc.

    Curtir

  3. Medida 1. Uma solução é a remodelação das linhas de PoA. Se não me engano pela frende da rodoviária passam algumas centenas de linhas diferentes de ônibus.

    Medida 2. Limitar o número de taxis ali. Aquilo está virado em um estacionamento de taxi e não em uma plataforma de embarque de taxi.

    Medida 3. Linha circular de Aeromóvel ligando Rodoviária, Mercado, Camelódromo e Salgado Filho. Isso distribuiria as pessoas usando um transporte de massa.

    Concentrar as pessoas em um ponto sem transporte de massa, só com carro, taxi e ônibus capenga, não funciona em nenhum lugar. Pode colocar a rodoviária onde quiser. Sem transporte de massa não funciona. Há cidades muito maiores que PoA com estações de trem onde descem mais de 500 pessoas de um único trem e tudo funciona. Isso é porque existe transporte de massa.

    Curtir

  4. Poderiam colocar os táxis naquele terreno abandonado em frente à rodoviária com uma passagem subterrânea para acessá-lo, ou então na reforma, fazer um acesso subterrâneo para os táxis.

    Numa Porto Alegre utópica, poderiam seguir o exemplo do Rio de Janeiro, que está derrubando o elevado da perimetral e construindo um VLT no lugar.
    Em Porto Alegre, poderiam:
    – Desmanchar a duplinha de viadutos que tangenciam o edifício Eli;
    – Fazer uma linha circular de VLT na 1ª perimetral, e quem sabe algumas linhas secantes passando pelo centro;
    – Reconstruir a antiga Estação Ferroviária Central (http://www.estacoesferroviarias.com.br/rs_linhaspoa/poalegre-velha.htm) que teve que dar lugar ao viaduto, sendo que o novo prédio serviria de acesso à estação Conceição da linha 2 do MetrôPoa.

    Mesmo sem a mesma capacidade para receber carros, o VLT e as duas linhas de metrô aumentariam consideravelmente a quantidade de gente que acessaria a rodoviária. Meio impossível, mas quem sabe um dia nossos governantes começam a pensar em obras que durem mais que 4 anos para nós vermos algo assim.

    Curtir

  5. Simples!
    Uma solução temporária é fazer a entrada dos táxis pela Garibaldi. Afinal, a rua já teve seu sentido invertido.
    Ou seja, entra pela Garibaldi e sai pela Santo Antônio.

    Curtir

  6. Honestamente acho que o melhor era ter tipo uma garagem subterrânea e só deixar uma meia dúzia de táxis na superfície esperando passageiros..

    Curtir

  7. Dá todo o transtorno só porque é uma saída pra castelo branco. É só proibir, quem quer pegar a Castelo Branco, que siga em direção à Mauá. Ainda mais com o novo viaduto.

    Mas a EPTC não enxerga isso. Aliás, nas tranqueiras que lá acontecem, só ficam multando ao invés de auxiliar o trânsito. Incompetência master.

    Curtir

  8. EPTC e Vanderlei Capellari buscam soluções, fazendo avaliação completa da situação. Isto é de dar medo, alguma coisa muito ruim vem aí !

    Curtir

  9. Minha ideia: Muda-se o ponto de táxi para o outro lado, fazendo uma passagem subterrânea até lá, pode ter loja com comércio como é na passagem que tem dentro da rodoviária mesmo. Uma passagem bem larga com amplo espaço de circulação e o ponto de táxi e local para embarque/desembarque ficaria de frente para os hotéis ali.

    Curtir

  10. to vendo que vão fazer as centenas de pessoas com bagaem atravessarem a rua para pegar um taxi.

    Curtir

  11. Será que vem aí mais um viaduto na região?

    Quando é que vão chegar a conclusão de que todos esses “nós da rodoviária” são causados pela (má localização da) própria rodoviária.

    Curtir

    • Aonde você colocaria uma rodoviária nova?

      Curtir

      • Em qualquer lugar que não seja bem no meio da talvez única saída da cidade.

        Curtir

        • Uso muito a rodoviária, e não possuo carro, onde ela tá atualmente, é fácil de ir do centro pra ela, e pegar um ônibus pro meu destino, coloca-la na zona norte, faria eu demora muito mais pra chegar até ela.
          Se tem problema de transito na região, é simples resolve, restringe a circulação de carros, fecha a saída pra castelo branco, só vai circula ali quem quer chega na rodoviária ou nos hotéis na frente da rodoviária.
          Quem quer ir pra castelo branco, que faça outro caminho.

          Curtir

      • Alguém já propos a região do Humaitá (acessível por trem, próximo do aeroporto e junto as principais rodovias do estado), mas devem existir outras alternativas.

        Curtir

      • por volta de 95 ou 96 eu ouvi muitos comentários de colocarem a rodoviária junto do aeroporto salgado filho( e cada empresa de ônibus poderia por sua linhas principais direto até lá. como se tem alguns que se já tem EX. os da carris-T5 , T11, humaitá. e atual rodoviária seria utilizada pelas empresas METROPOLITANA- VIAMÃO, EVEL, VICASA, SOGIL, SOUL,etc…)certamente se resolveria a situação no mesmo instante além de resolver o problema de trafego na região central.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: