Em Curitiba, Painéis informam horário do ônibus em tempo real

Usuários de 19 dos 21 terminais urbanos de transporte de Curitiba contam com um importante apoio na hora de pegar seu ônibus

Painéis facilitam a vida do usuário.   créditos: Everson Bressan/SMCS

Painéis facilitam a vida do usuário. créditos: Everson Bressan/SMCS

Usuários de 19 dos 21 terminais urbanos de transporte de Curitiba contam com um importante apoio na hora de pegar seu ônibus. Os painéis eletrônicos que inicialmente só informavam horários da tabela dos ônibus, agora informam também o horário real em que o próximo ônibus vai sair.

Instalados no ano passado, os painéis só foram efetivamente ligados neste ano e, a partir de setembro, passaram ser conectados diretamente ao Centro de Controle Operacional (CCO) que monitora os ônibus em tempo real.

A professora Isabel Garcia passava pela plataforma do Expresso Circular Sul, no Terminal Hauer, quando o painel mostrava os três próximos horários de saída; o primeiro deles, 10h32, o momento exato em que o ônibus encostou na plataforma.

“Normalmente a gente sabe mais ou menos o horário do ônibus, mas agora é possível ter certeza. E se perder o primeiro, é possível saber quanto vai esperar”, afirmou.

O estudante de enfermagem Gabriel Cieslak, que utiliza diariamente a linha Inter 2, também aprovou a novidade. “Faz toda diferença. Quando chego na ponta do terminal consigo visualizar a hora e saber se preciso me apressar ou se ainda tenho alguns minutos. O bom é que você fica sabendo do próprio ponto, sem precisar procurar informação”, afirmou. “Antes era muito ruim, precisava sair do ponto para pedir informação e às vezes, bem nessa hora é que chegava o ônibus” completou.

No terminal Portão, onde o sistema também funciona em tempo real, a enfermeira aposentada Maria Aparecida Reginaldo, que regressou a Curitiba há pouco depois de morar na capital paulista, disse estar encantada com o transporte coletivo na cidade. “Informação é tudo. Aqui já sei quando o ônibus vai chegar.”, diz Maria Aparecida, que usa diariamente ônibus das linhas Cabral-Portão; Uberlândia e Santa Cândida-Capão Raso.

Como Aparecida, o marceneiro Wagner Oliveira não tem dúvida. “É uma tranquilidade. Eu não uso essa linha, normalmente uso o Campo Comprido, e quando cheguei no ponto e vi o horário, foi um alívio. Nem precisei perguntar”, afirmou enquanto esperava o Interbairros IV no terminal Portão, com previsão de chegada em cinco minutos.

Como funciona — Os painéis eletrônicos estão instalados em todos os terminais e estações tubo, à exceção de 38 deles, previstos para as estações no trecho do desalinhamento nas avenidas Paraná, João Gualberto e Sete de Setembro, e no terminal Santa Cândida, que está em obras.

São no total 694 painéis. Destes, 656 estão instalados e 417 conectados com o CCO, oferecendo informação do horário de saída dos ônibus em tempo real. O painel mostra o número e o nome da linha e os próximos três horários da tabela de programação dos ônibus. Estes horários são atualizados quando se confirma a previsão de tempo que o ônibus vai levar para chegar. Assim, o usuário tem condições inclusive, de saber se o ônibus está atrasado e em quanto tempo.

Os painéis também trazem mensagens institucionais de orientação e cidadania. Uma delas, por exemplo, destaca que ceder lugar para idosos e pessoas com deficiência, além de um gesto de educação e solidariedade, é exigência legal. Outra mensagem aborda a importância do cuidado com o patrimônio público e alerta que é proibida a comercialização de produtos dentro dos ônibus, terminais e estações tubo.

Outra novidade é a possibilidade de o CCO encaminhar uma mensagem direcionada a um usuário específico, como um serviço de recado, o que pode ser útil, por exemplo, em caso de crianças que tenham se perdido de familiares.

Fonte:Bem Paraná

Portal Mobilize Brasil

 



Categorias:BRT

Tags:, ,

13 respostas

  1. Curitiba = civilização enquanto Poa = pré-história, em termos de transporte público e urbanismo, total!

    Curtir

  2. Faz 5 anos que saí de Lisboa e lá já tinha este sistema e não era nenhuma novidade. Inacreditável que passados todo este tempo não conseguiram se organizar para implementar algo parecido aqui… pensando bem não é tão inacreditável assim 😦

    Curtir

  3. Porto Alegre: onde a inteligência não tem vez.
    Se eu fosse o Fortunati, já tinha demitido o Cappelari há algum tempo.

    Curtir

  4. Será mesmo que nossas paradas BRT serão mesmo o que está aí? Lajotas jogadas e puchadinhos? Ah Curitiba, que inveja.

    Curtir

  5. Em SP e Rio também há paradas (bonitas) com este serviço…

    Curtir

  6. E a gente chamando pistas de concreto onde passam ônibus grandes de “BRT”.

    Curtir

  7. E isso sempre me lembra o projeto gaúcho Pontos Interligados (PUCRS), cuja parceria estava praticamente acertada com a Prefeitura de Porto Alegre. Porém, do nada, a Prefeitura recuou, alegando que utilizaria os recursos (financeiros e humanos) da PROCEMPA para realizar um projeto semelhante. Lamentável! DUVIDO que chegue perto deste maravilhoso projeto! Até hoje, na estação PUCRS (Bairro/Centro) existe um monitor protótipo desse projeto.
    Para quem não conhece o projeto: http://www.pontosinterligados.com.br/

    Curtir

  8. Quando o pessoal do Shoot the Shit fez o “que ônibus passa aqui”, o prefeito reclamou de vandalismo, e saiu dizendo que as paradas de Porto Alegre iam ter painéis eletrônicos em breve.

    Bom, ele não explicou as “paradas” seriam só as do BRT. Nem explicou que “em breve” é “lá pelo fim do meu mandato”.

    Porra, por mim eu já tava feliz só com uma folha de papel estática com os horários e as linhas. Mas isso é simples demais, e não dá pra fazer uma licitação vida loca pra vazar aquela graninha amiga.

    Curtir

    • Ele vai botar um painel eletrônico passando “Canal Você”. Um retrocesso, como quase tudo o que ele faz.

      Curtir

      • Exatamente. As TVs dentro do ônibus ao invés de mostrar localizações, mapas, tabela de horários, itinerários, pontos de transbordo… Passam horóscopo e videos de piada do YouTube.

        Curtir

    • Acho que o sistema funcional nem para o fim de mandato. No maximo será um “protótipo” em uma ou duas paradas.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: