Assinado contrato para vistoria do Conduto Forçado Álvaro Chaves

Previsão do DEP é que trabalho tenha início na primeira quinzena de janeiro e dure três meses

O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) assinou nesta quinta-feira o contrato com a empresa Recuperação Serviços Especiais de Engenharia Ltda., que vai inspecionar o Conduto Forçado Álvaro Chaves, em Porto Alegre. O documento foi encaminhado à Procuradoria-Geral do Município (PGM) para registro e depois voltará à autarquia, em caso de necessidade de ajustes. A previsão do DEP é de que a ordem de início seja assinada no começo de janeiro. A partir disso, a empresa deve começar os trabalhos em até cinco dias e concluir a vistoria em três meses.

A inspeção abrange um trecho de três quilômetros, onde o Conduto é forçado, na região que compreende as ruas Coronel Bordini, Quintino Bocaiúva e Dr. Timóteo. O contrato vai custar R$ 147,5 mil. Os demais 14 quilômetros passarão por inspeção de técnicos do DEP para avaliação das redes de microdrenagem. Problemas nessas obras complementares provocaram o surgimento de crateras no asfalto, em ruas como a Dr. Timóteo, nos últimos meses.

A estrutura precisou de reparos, que foram feitos pelo consórcio PMR, responsável pela obra, após parte da estrutura ter rompido durante as chuvas em fevereiro. O Conduto segue na garantia até abril.

Correio do Povo



Categorias:Infraestrutura

Tags:, , , ,

1 resposta

  1. Esses R$ 147,5 mil vão ser pagos pelo consórcio também?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: