Oi Araújo Vianna: parceria público-privada que deu certo em 2013

Araújo Vianna um dia antes de reinaugurar, dia 19/09/2012. Foto: Gilberto Simon

Araújo Vianna um dia antes de reinaugurar, dia 19/09/2012. Foto: Gilberto Simon

Alguns dos principais espaços culturais de Porto Alegre encontram-se em processo de revitalização há anos – Caixa Cultural, Cinemateca Capitólio, Sala Sinfônica da Ospa, Multipalco do Theatro São Pedro. Somam-se a isso os exemplos de reformas paralisadas na Casa de Cultura Mario Quintana, de degradação e insegurança na Usina do Gasômetro, de infraestrutura no Margs e de inconsistência de programação em tantos outros.

Os atrasos se dão na maioria das vezes por falta de recursos e investimentos dos governos municipal, estadual e federal, que tentam focar esses mesmos recursos em outras áreas como saúde, transporte e educação. Por isso que quase todos os espaços citados preveem cogestão ou parceria de investimentos. Mas não são todas empresas dispostas a investir nessa atividade, até porque o retorno nem sempre é tangível.

Em Porto Alegre, um dos melhores exemplos de parceria publico-privada é o do novo “Oi Araújo Vianna”, naming rights do auditório Araújo Vianna, inaugurado em 1964, espaço de manifestações políticas, assembleias ou de palestras de personalidades renomadas como o Nobel de Literatura José Saramago, o auditório faz parte da história cultural de Porto Alegre.

Orçado em mais de R$ 18 milhões, o projeto de reforma do Araújo Vianna tem patrocínio Master da Oi, projeto arquitetônico de Mooma e coordenação institucional da Prefeitura de Porto Alegre. Desde a reinauguração no dia 20 de setembro de 2012, data que marca a Revolução Farroupilha, o “Oi Araújo Vianna” contribuiu fortemente para a agenda cultural da capital gaúcha no ano de 2013, recebendo 64 shows e eventos, totalizando mais de 130 mil espectadores. A diversidade dos espetáculos contemplou todos os estilos musicais. Artistas como o Yes, Charles Aznavour, Alejandro Sanz, Skank, Martinho da Vila, Renato Borgheti, Maria Rita, Caetano Veloso, Alicia Keys e IL Volo trouxeram novamente os porto-alegrenses de volta para um dos espaços culturais mais importantes da capital.

Para a Oi, além do valor institucional, a parceria traz benefícios para seus clientes na compra de ingressos para shows e espetáculos (www.oiaraujovianna.com.br), com desconto especial (35% em média variando de acordo com o espetáculo).

oi-araujo-vianna-03

oi-araujo-vianna-02

oi-araujo-vianna-01

Imagens: Oi Araujo Vianna

Blog do Políbio Braga



Categorias:Cultura, Show/Música, Teatro

Tags:, , , , , , , ,

9 respostas

  1. Esta Opus é uma exploração mesmo! Já comprei ingressos bem caros no Teatro da FIERGS e não dava para ver bem o espetáculo. Ao reclamar, eles nos ignoraram. Mas a produção do próprio espetáculo (Grupo Corpo) nos deu outro ingresso quando voltaram à PoA. Nota 10!
    Grande decepção com a OPUS.
    Quanto ao Araújo, não me conformo com aquele lixo que é o entorno (entrada desde a Osvaldo Aranha).

    Curtir

  2. Por fora tá feio e o preço dos ingressos é um absurdo. Não sei que sucesso é esse, talvez pra quem tá tocando o negócio.

    Curtir

    • Os preços estão altos sim, mas tem vindo shows muito bons pra cidade pra este espaço.
      O que falta na verdade é a participação da prefeitura trazer espetáculos a preços mais populares e não só a Opus e Oi trazerem estes mais elitizados.
      A prefeitura não está cumprindo a sua parte (pra variar).
      Mas o espaço é ótimo, não tem como negar.

      Curtir

      • Mas os encarregados de trazer as atrações são as produtoras. E já que elas trazem, socam no valor dos ingressos. Se elas tiverem que diminuir os ingressos, não vão mais trazer gente. Simples assim.

        Curtir

  3. Bem que a OI poderia adotar o ENTORNO! É triste aqueles espelhos dágua SECOS e o capim selvagem por tudo sem flores ou projeto paisagístico nenhum. O auditório também, como tudo nessa cidade, fica ESCURO de noite – iluminação cênica, OI?????

    .;

    Curtir

  4. A obra ficou bacana. Mas o valor dos ingressos que eles colocam é absurdo.

    Curtir

  5. Os pseudos revolucionários piram…

    Curtir

  6. A foto externa tem que ser de longe mesmo, pois a entrada está horrível e os fundos foram toscamente cercados para virar estacionamento ou algo assim.

    Mas internamente ao menos a sala é utilizável está conservada agora.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: