Deflagrada paralisação geral dos ônibus em Porto Alegre

Decisão da categoria descumpre ordem judicial

Rodoviários deflagram paralisação geral dos ônibus em Porto Alegre Crédito: Ricardo Giusti / CP

Rodoviários deflagram paralisação geral dos ônibus em Porto Alegre
Crédito: Ricardo Giusti / CP

O Sindicato dos Rodoviários decidiu pela paralisação geral dos ônibus em Porto Alegre, descumprindo a ordem judicial para que 70% da frota estivesse na rua em horários de pico. A decisão ocorreu após reunião no Tribunal Regional do Trabalho que envolveu EPTC, prefeitura, empresas e representantes da categoria e passa a valer imediatamente.

“Ficamos insatisfeitos com a reunião e a tentativa de mediação do TRT. Consideramos um abuso a determinação de 70% da frota, porque tira o sentido da nossa greve”, afirmou o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Júlio Gamaliel. “A partir de agora vamos recolher todos os ônibus e vai ser zero de frota”, completou ele, em entrevista no fim da tarde. A paralisação total continua amanhã e não há previsão para terminar.

O TRT confirmou que não houve acordo entre as partes no encontro desta tarde. Conforme a assessoria do Tribunal, uma nova reunião de mediação foi marcada para quinta-feira, às 15h. A determinação de multa diária de R$ 50 mil foi mantida pela desembargadora Ana Luiza Heineck Kruse para o não cumprimento da frota mínima.

A EPTC informou que “espera que seja respeitada a decisão do TRT e que a população não seja prejudicada”. Conforme a assessoria da autarquia, será realizado um mutirão dos agentes para orientar a população desde as primeiras horas desta quarta-feira.

Greve e resposta do prefeito Fortunati

No início da tarde, o TRT determinou que os rodoviários deveriam colocar 70% da frota nas ruas a partir das 17h de hoje nos horários de pico, já que apenas 30% dos ônibus estavam sendo usados por conta da greve da categoria. Em pedido liminar anterior, o município havia reivindicado declaração de abusividade da greve, com o retorno imediato dos trabalhadores às suas funções para garantir garantir a circulação de 100% da frota.

Ainda nesta terça, o prefeito José Fortunati levantou a hipótese de que a greve tenha sido combinada entre rodoviários e empresas para buscar o reajuste na tarifa de ônibus na Capital, que atualmente é de R$ 2,80. “Tenho na minha bagagem inúmeras greves e não vi nenhuma tão estranha quanto essa. Hoje, na frente das garagens, só há piquetes na Carris, não tem ninguém nas outras empresas. Os trabalhadores normalmente vão para frente das garagens e o que estamos vendo é uma lua de mel. Isso é muito estranho”, completou.

Correio do Povo



Categorias:onibus

Tags:, , , , , ,

39 respostas

  1. E Agora José, o que fazer???

    1 – Tudo começou pela falta de transparência de parte da Pref. Mun. POA, esta representada pela EPTC;
    2 – O Tribunal de Contas do RS já tinha dada as devidas recomendações quanto aos procedimentos a serem realizadas pela Pref. Mun. POA ou seja, demonstração da Planilha de Custos e a transparência total dos atos administrativos, a Pref. Mun. POA não se importou com isso;
    3 – O Pref. Fortunati, em que seu Partidos e seus Aliados receberam dinheiro das Empresas de Transp. Público, procura agora fazer a sua parte como retorno pelas doações de campanhas políticas;
    4 – Omissão total dos Vereadores e da Câmara de Municipal de Porto Alegre no que tange as discussões sobre transporte público, a sua relação com a Pref. MUn. POA e o usuário;
    5 – O próprio TCE já havia recomendado que se fizesse a Licitação Pública da Concessão de Serviços Públicos no que se refere ao transporte público, o que fez a Prefeitura, alegou que a Licitação estaria atrelado ao projeto do metrô, levou o assunto de barriga adiante;
    6 – A Pref. Mun. POA nomeou o filho do dono da ATP como Assessor Jurídico junto a EPTC, vai dar o que falar, até quando;
    7 – Os Empresários do Transp. Público se juntaram com os Sindicalistas para forçar a barra nesta negociação, que é favorável a eles;
    8 – O Transp. Público de POA se assemelha ao mesmo padrão em que se recolhe o lixo em Porto Alegre;
    9 – Falta transparência total nesta Concessão Pública, falta de cumprimento de horários, ônibus não são limpos, basta observar no seu dia-a-dia, enfim falta tudo que deveria ser o mínimo desejável para se ter um bom transporte público em Porto Alegre;
    10 – Cansei de citar mais itens, teria faltado algum deles.
    11 – Me ajudem por favor?

    Até quando José??????????

    Curtir

  2. O vereador, acho que é o Paulinho Motorista (aff), contou em entrevista que nem todos os terminais de final de linha sequer têm banheiro ou lugar para aquecer comida. Vamos combinar, se a infra estrutura é tão fracassada assim, me admiro não ter havido um colapso geral antes. Inverto meu pensamento: o povo é muito escravo mesmo.

    Curtir

  3. Não vamos nos esquecer que se o ônibus não tem ar condicionado para os usuários também não tem para o motorista e contador e isso desagrada a categoria.

    Curtir

  4. Ultimamente, ao que parece ordem judicial cumpre quem quer.

    Curtir

    • É verdade…
      “Justiça reafirma aplicação de 20% em ciclovias” – “Prefeitura nunca cumpriu percentual de investimento do total de multas em áreas destinadas a ciclistas e em educação”

      http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=133346

      Curtir

    • Pagando a multa, continua tudo dentro das regras, até que surja nova decisão que decrete a prisão ou outro ônus incontornável. E ordem judicial, realmente, só cumpre quem quer ou não tem dinheiro. Quem tem dinheiro, recorre, empurra para a prescrição e por aí vai.

      Os sindicalistas só estão usando a mesma arma que o empresariado sempre usou para escapar das garras do leão ou da justiça do trabalho. Não entendo a surpresa, a técnica é a mesma, basta ter dinheiro para pagar as custas e o advogado.

      Curtir

  5. Estamos bem hein.. espremidos entre dois grupos ilegais e mafiosos, a atp e os metroviários..

    Curtir

  6. To começando a ficar a favor de a prefeitura encampar as empresas até que seja feita nova licitação…

    Curtir

  7. Que beleza, querem 14% de aumento e sem reajuste de passagens, Só sinto, creio que ficaremos com greve por um bom tempo

    Curtir

  8. Só não venham com chororo se agredirem algumas pessoas dos sindicatos e dos motoristas.

    O triste mesmo é que agrediram verbalmente um motorista que ESTAVA trabalhando.

    Paciência tem limite, e esses sindicatos só servem pra aprontar.

    Fui motorista por dois anos e o meu sindicato nunca me ajudou, só comeu dinheiro sem minha permissão, enquanto isso, eu recebia um salario a baixo da categoria entre outras frescuras.

    Mas quando envolve algo grande, ai sim eles se preocupam.

    Curtir

    • Sei do que tu falas…. Trabalhei num famoso sindicato – que não existe mais – que congregava altos funcionários públicos de uma determinada Secretaria de Estado e cuja sede ficava num lindo prédio histórico na Praça da Alfândega. Fui tratado quase a pão e água e os caras nadavam no dinheiro e muitos nem considero seres humanos…. Um deles, hj em dia, é figura importante nesta história tosca que é a organização da Copa em Porto Alegre. Sei bem quem é boa parte dos sindicalistas. A verdade é que sindicalista só pensa em si. Ponto. A população? Que se exploda!

      Curtir

  9. Com esta decisão do Sindicato, não fica nenhuma dúvida que o desejo é mesmo ferrar a população. Nestas horas eu sinto falta do governo militar que tivemos a partir de 1964

    Curtir

    • Algumas coisa eu até concordo com o Fortunatti, mas condicionar a licitação ao metrô e ao BRT é muita cara de pau. Alguém de sã consciência acredita que esses sistemas estarão prontos em 10 anos (sendo suuuuper otimista) ?.

      Logo, condicionar a licitação ao BRT e ao metrô é leviandade, pois de duas uma, ou ele não quer a licitação, tentando jogar o tema para frente, ou ele quer licitar algo que fique igual por mais de 10 anos. Enquanto a tecnologia evolui à jato ele quer um sistema que não mude por mais de 10 anos? É isso?

      Curtir

  10. Pra ser beeem sincero, sou morador do centro e estou adorando esta ausência de ônibus por aqui. As ruas estão limpas. O centro esta mais calmo e seguro, até a volta do mercado que esta bem mais bonita. Vendo o centro assim eu me convenço cada vez mais o malefício que a circulação de ônibus faz ao centro e seus monumentos e prédios antigos. Ta certo, eu não dependo deles pra trabalhar, mas porque temos que ter verdadeiras rodoviárias a ceu aberto np centro? Porque falamos tanto em preservar e deixamos estes ônibus largarem fuligem, poluição sonora e visual alem de tofo lixo e sujeira gerada pela concentração de usuários nas ruas.
    Simplesmente centralizem eles na rodoviária e mantenha uma linha que pode ser aeromovel para o interior do centro histórico mas de uma vez por todas tirem esses monstros cheios de fuligem do coracao de nossa cidade

    Curtir

    • Muito mais que apoiado.

      Ônibus = lixo.

      Curtir

    • Perfeito! Só na frente da rodoviária existem uma centena de linhas diferentes. Deveria haver uma série de estações de transbordo e linhas circulares ligando esses terminais.

      Algo bem mais simples está caindo de maduro, que é restringir as linhas que vão até o centro, reorganizando as linhas circulares Cs e usando paradões para transbordo com linhas para o centro a cada 2 ou 3 min. Isto está caindo de maduro, mas se fizerem uma licitação nas coxas, com certeza isso não irá acontecer.

      Curtir

    • Sim, sim!! Também estava achando o Centro muito mais agradável do que em outros dias e teu comentário me esclareceu o motivo.

      Curtir

    • Boa constatação!
      Também percebi isto em outros bairros centrais: Cidade Baixa e Bom Fim.
      É degradante aquela quantidade enorme de veículos pesados, velhos e poluentes.
      Isso prova que nosso sistema de transporte público é de péssima qualidade.
      Além de não atender de forma eficiente a população, os ônibus são velhos, não recebem manutenção adequada e poluem a cidade.

      Curtir

    • Estou desde final do ano passado morando no centro. Nesses últimos dias fico abismado de ver a fila do congestionamento de carro na Riachuelo.

      É um absurdo achar que tirar ônibus e colocar as mesmas pessoas dentro de carro vai melhorar a vida do centro. Pega um ônibus, são no mínimo 50 carros a mais. Congestionamento nem se fala, mas o problema maior é a poluição. Ninguém merece ficar respirando ar mais poluído de graça.

      Curtir

      • Se organizar as linhas de modo que vá para o centro somente quem quer ir para o centro, desobrigando as pessoas a irem ao centro somente para fazer transbordo porque o sistema é centralizado não causa aumento de carros, causa redução.

        Curtir

      • é que só os carros poluem, os ônibus são híbridos.
        ironia

        Curtir

    • Cara… tenho de concordar contigo. Sou a favor da greve, mas não por causa do esvaziamento do centro. Mas uma coisa é certa: a Salgado Filho sem ônibus se tornaria uma avenida de luxo, mudaria todo o comércio, os preços de apartamentos aumentariam 100%. Não moro na Salgado, mas adoraria tomar um café por ali se a avenida tivesse o aspecto que está HOJE.

      Curtir

      • A Salgado já foi uma avenida luxuosa. Hj em dia, em alguns daqueles apartamentos enooooooooooooooormes que existem ali (e que reformados/restaurados valeriam uma pequena fortuna) vivem apenas idosos, cujos herdeiros ficam que nem corvos esperando os velhos morrerem para se “livrar” do imóvel. Triste, mas é a realidade.

        Curtir

    • E pensar que basta reorganizar as linhas de ônibus, liberando as pessoas da obrigatoriedade de ir ao centro só para transbordo pode melhorar muito a região…

      Quando vejo o Fortunatti falando em “revitalizar o centro” penso que basta organizar os ônibus que para revitalizá-lo como nunca foi visto!

      Curtir

  11. Uma coisa é certa… o Fortunatti tem experiência com sindicatos e greves. Ele foi “muito ativo” na época que ele era “d0 contra”.

    Será que o próprio Fortunatti não está envolvido nesse conchavo para que ocorra o caos no transporte público para que seja feita uma licitação às pressas de modo que fique tudo como está?

    Curtir

    • nao pois isso ferra com a aprovação dele.

      Curtir

      • E se fizer a licitação como deve ser feita ferra com as doações de campanha dele.

        Curtir

        • Não, eu acho que o buraco é mais embaixo. As campeãs de doações foram as construtoras, e essas podem continuar “mamando” na teta das obras inúteis e caras.

          Curtir

        • Concordo contigo, entretanto as duas coisas estão interligadas. Linhas de ônibus podem valorizar ou desvalorizar regiões. Construtoras que estão vendendo apartamentos caros no Moinhos perdem clientes se começar a ter linhas de ônibus boas para regiões mais distantes, onde os imóveis são mais baratos.

          Curtir

        • O Pablo comentou sobre os apartamentos no Moinhos. Tem um grande empreendimento aqui que, no anúncio de venda, ressalta que o bairro é bem servido de linhas de ônibus e lotação (verdade) e que fica relativamente próximo de três estações de metrô (verdade) e tem fácil acesso ao aeroporto (verdade). Uma crítica que alguns urbanistas fazem à Bela Vista é que é um bairro em que as pessoas não circulam na rua, tem serviços insípidos ( poucas lojas, supermercados, cafés, etc) e que mesmo empreendimentos como escritórios e consultórios ficam prejudicados pelo fato de o bairro não ter tido um planejamento no que refere-se ao transporte coletivo, que ao fim e ao cabo é o que movimenta as pessoas.

          Curtir

  12. Os empresários dizem que aumentam o reajuste salarial se a passagem subir. Do outro lado, uma manifestação está marcada para sexta-feira a noite no Paço Municipal contra o aumento das passagens. A coisa está feia para o lado da prefeitura.

    Com relação à greve, se é para oferecer apenas 30% da frota com um péssimo serviço, com uma hora de espera nas paradas e ônibus lotados em todos os horários, tudo isso sob um calor de quase 40 graus, é melhor que suspendam tudo de uma vez mesmo. Parece que 10 ônibus foram depredados hoje no final da tarde e um motorista da Carris foi agredido por um passageiro insatisfeito.

    Quem é mais antigo poderia nos dar o depoimento das greve do final da década de 80 e 90. É provável que essa greve se torne a maior de todas.

    Curtir

    • Suspender tudo?
      Típico pensamento de pessoas tacanhas que não pensam nos outros!
      Tem muita gente sem condições que prefere esperar 3 horas na parada mas conseguir chegar ao trabalho (mesmo com atraso)! Sabe porque? Porque ganham por dia trabalhado.
      Quer um exemplo: diaristas.
      E aí, tu vais pagar o dia perdido dela, Yuri?
      Parabéns, “campeão”!

      Curtir

      • AGORA tu te preocupa com os outros?

        Curtir

      • A diarista da minha mãe tem carro (ano recente, tipo 2010 ou 2011) e cobra uns R$ 100+ (acho que uns 120 na verdade) a visita para uma casa de 50m2. Às vezes ela atende a dois clientes no mesmo dia. A escravidão acabou. Eu sei que ainda existe, mas para mim uma faxina é algo de valor porque da mesma forma que adoro o trabalho intelectual, odeio o braçal, e só chamo uma faxineira quando realmente preciso dar uma geral mesmo.

        E aí pago bem, em torno de R$150-160 para um apartamento de 65m2. Multiplica isso por vinte e dá para saber o quanto a diarista do século XXI deve ganhar: por baixo, uns 3 mil. E, na boa, ainda acho que poderia ser mais, mas deixa quieto antes que ela leia.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: