59,8% apontam empresas como culpadas pela greve

Pesquisa: Apesar de não concordarem com a paralisação, porto-alegrenses ouvidos pela Methodus não responsabilizam os rodoviários

pesquisa-transporte1

 

pesquisa-transporte2

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 14/02/2014



Categorias:onibus

Tags:, , , ,

12 respostas

  1. Será que a licitação resolve?

    Curtir

  2. A pergunta certa a ser feita é a seguinte você que paga o serviço,concordaria em pagar mais sem melhora alguma somente com a questão dos rodoviários resolvida e não de quem é a culpa da greve.Na verdade os grandes responsáveis por tudo o que ocorreu é o poder publico que não fez planejamento e nem licitação dos transportes.Lembrem-se da intervenção dos transportes do governo Olivio no que deu.O prejuizo que a Prefeitura teve que pagar aos permissionáios tudo isto ficou escondido pela imprensa,ai a resposta para não se fazer licitação.

    Curtir

  3. Os rodoviários perderam a oportunidade de fazer uma greve no qual colocaria o povo em favor deles. Bastaria manter o transporte funcionando normalmente não cobrando passagens. Obviamente que no segundo dia de manifestações as empresas proibiriam os ônibus de sair das garagens, mas nesse caso elas se colocariam contra o povo. Os rodoviários lavariam as mãos argumentando que por eles estaria transportando.

    Curtir

    • Eles propuseram essa solução, só que a justiça não aceitou. Se tivessem insistido, era capaz do sindicato ter que pagar o ‘prejuízo’.

      Curtir

  4. Por si só já é bizarro a nossa sociedade engolir pesquisas de 400 entrevistados, num universo de 1,5 milhão. Por outra, é interessante ver como se escolhe uma manchete para ilustrar a pesquisa. Não tenho dúvidas de que se fosse a ZH eles escolheriam 64% da população não concorda com a greve.

    Curtir

    • Pesquisas são realizadas com amostras e são cientificamente construídas. O número de 400 pessoas não significa que seja uma pesquisa mal feita. O principal é realizar a pesquisa segundo as regras e métodos certos.

      Curtir

  5. Seria interessante ver as respostas de “você concorda com a greve” separadamente da porcentagem de entrevistados que votaram sim e não para “você usa o transporte coletivo”.

    Curtir

  6. Só acho que a justiça devia ganhar um pouco da porcentagem dos dois primeiros colocados 😛

    Curtir

  7. Ta bom! Então as empresas são as culpadas por não dar 14% de aumento para os rodoviarios? Legal, e iam tirar dinheiro pra isso de onde??? Da torneira? O povo que foi entrevistado não pensa, o mesmo valor de passagem a mais de um ano, o mesmo valor arrecadado! Tomara que a decisão segunda seja pra inflação, e só! Assim eles aprendem e aceitam o que foi proposto, pois ninguem, no Brasil, ganha reajuste de mais que 10%.

    Curtir

    • Como assim tirar dinheiro “da torneira”? Não sabes que o TCE fez uma inspeção e verificou que algumas empresas de ônibus lucram mais que o triplo do permitido?
      O aumento não sairia “da torneira”, mas sim desse lucro ilegal e abusivo!

      Curtir

    • Quem não pensa é tu que não sabe que, de acordo com o TCE, as empresas responsáveis pelo transporte público de Porto Alegre lucram, por ano, mais ou menos 480 milhões de reais enquanto nós – estudantes e trabalhadores que dependem de ônibus – mofamos nas paradas esperando por ônibus sucateados, sujos e superlotados. Vai defender empresário agora?

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: