Ar-condicionado passa a ser obrigatório em novos ônibus …………. do Rio de Janeiro

Decreto foi publicado nesta segunda-feira (24).
Medida vale para transporte municipal.

Do G1 Rio

onibus-rio-de-janeiroTodos os ônibus novos que forem comprados no Rio para servir ao transporte municipal deverão ser equipados com ar-condicionado. O decreto foi publicado nesta segunda-feira (24) e já está em vigor.

Em um verão de calor recorde, o maior dos últimos 30 anos e sensação térmica de deserto, nos “quentões”, como são chamados os ônibus ser ar condicionado, a situação é ainda pior, como mostrou o RJTV.

Um em cada 10 tem ar

Segundo o Rio Ônibus e a prefeitura, dos 8.788 coletivos cariocas, apenas 1.654 têm ar condicionado — mais ou menos dois em cada 10. Até agora, o avanço foi lento. Em 2012, quando o contrato de concessão com as empresas de ônibus foi assinado, 17,3% da frota tinham ar. No ano passado, o percentual subiu pouco: 18,7%.

De acordo com as metas da prefeitura, até o fim deste ano, 30% da frota devem estar circulando com ar condicionado. Em 2015, o número deve subir para 60%, chegando a 100% em 2016.

O Rio Ônibus informou que está fazendo investimentos para cumprir as determinações da prefeitura. Até o fim de março, devem chegar 258 novos ônibus equipados com ar-condicionado. Até o fim do ano, 1,5 mil veículos com ar devem ser incorporados à frota.

G1 – Rio de Janeiro



Categorias:onibus

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Como lá e aqui, a discussão do transporte público passou para o ar condicionado como forma de distorcer a discussão como um todo, alás, aqui pelo que se vê, será aplicado o mesmo golpe eleitoral na questão do ar condicionado, aparecerá o Agente Público Político para dizer: em trouxe a Copa do Mundo para Porto Alegre, endividamos o erário público para atender os interesses entes privados, o povo foi um detalhe, agora deverão me agradecer que impus a implantação de ar condicionado em ônibus no transporte público municipal de Porto Alegre, agora serei candidato a Governador do Estado????

    E Agora José, enganar o povo com manipulação através da mídia, em que Agentes Públicos tratam o cidadão como se fosse um idiota e que não tem noção da realidade dos fatos, convenhamos, em Porto Alegre assim o cidadão é visto.

    Curtir

  2. Bah, eu não achei o Rio tão quente como aqui, falo mais pela sensação termica mesmo.

    Curtir

    • Guilherme, eu falei com 3 cariocas no mês de janeiro que aqui estiveram. Todos os 3 saíram apavorados com o calor daqui. No Rio há uma brisa e devido a umidade relativa do ar, aqui se torna mais abafado. Com certeza Porto Alegre é mais quente e desagradável que o Rio. Talvez só fiquemos atrás de Cuiabá, que é historicamente a capital mais quente e abafada do país.

      Curtir

  3. O Hell de Janeiro tem calor o ano inteiro, não serve de parâmetro para POA. Aqui, o ideal seria fazer um sistema onde um percentual de ônibus de cada linha tivesse ar-condicionado. Assim, todas linhas teriam ônibus com ar, mas nem todos ônibus da frota o teriam. Um meio-termo perfeitamente justo e razoável.

    Curtir

    • Acho que todos os onibus deveriam ter ar em Poa. Isso impactaria o custo de aquisição, mas não haverá necessidade de estar ligado sempre, o que não implicaria em aumento de custos durante o ano inteiro.

      Curtir

    • Porque não faz calor o ano inteiro por aqui uma parte da população tem que passar calor quando faz? Não entendi a relação…

      Curtir

  4. Provavelmente essa lei surgiu dado à imensa pressão que o governo recebeu após o aumento da passagem. Entenderam a jogada? Se eles prometessem o ar condicionado e depois acontecesse o aumento, os protestos não parariam até reduzir a passagem.

    Isso vai acontecer em Porto Alegre também. Fortunatti já disse que não vai ter ar condicionado. A ATP já solicitou o aumento. Depois que o aumento for comunicado pelo Fortunatti, ele aparecerá na mídia “fazendo a benesse” de obrigar todos os novos ônibus terem ar condicionado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: