Prefeitura prepara lista dos bens que irá comprar para estruturas temporárias

Gestão municipal pretende investir máximo de R$ 1,5 milhão apenas em equipamentos reaproveitáveis

Crédito: Divulgação Inter / CP

Crédito: Divulgação Inter / CP

A Secretária Municipal Extraordinária para Copa de 2014 de Porto Alegre deve concluir até a metade de março o relatório de bens que devem ser adquiridos para estruturas temporárias do Mundial. A prefeitura assegurou que os itens só serão adquiridos pela governo municipal se servirem de legado para a cidade.

Na lista da secretaria estão objetos como cadeiras, mesas e quadros-negros, que podem ser utilizados pela Secretaria Municipal de Educação (Smed). Os mobiliários foram solicitados para a realização de eventos festivos. Já as lousas foram exigidas pela Fifa para servirem de recursos em palestras.

Outros itens, como cones de trânsito e fitas de isolamento, também foram solicitados e devem ser repassados para a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Um número pequeno de tendas também entra na lista. A Secretaria Extraordinária da Copa entende que estes equipamentos podem ser utilizados em ações da Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic).

A aquisição de contêineres também foi incluída na lista. Para a Fifa, os equipamentos devem servir de centros de informações, assim como para o Executivo. As informações repassadas pela Procuradoria-Geral do Município (PGM) são de que até 15% do custo das estruturas temporárias – estimado em R$ 30 milhões – pode ser arcado pela Prefeitura de Porto Alegre. A Secretaria da Copa pretende destinar apenas R$ 1,5 milhão para aquisição dos bens.

Equipamentos como geradores e detectores de metais, que poderiam ser comprados pelo Executivo municipal, devem ser adquiridos pelo governo do Estado. O projeto de lei encaminhado pelo Piratini, que garante incentivos fiscais às empresas que custearem as estruturas temporárias da Copa, permanece tramitando na Assembleia Legislativa, sem uma previsão de ir a plenário.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

10 respostas

  1. A cara de pau dos Agentes Públicos tanto a nível Federal, Estadual ou Municipal chegou aos limites do bom senso do cidadão que paga impostos, agora, se comportam como se fossem vítimas de seu próprio ego, afinal de contas, saquearam os cofres públicos a nível de BNDES, a isenções fiscais das mais diversas, em todos os níveis do erário público, fizeram o circo pegar fogo, superfaturaram as obras, tomaram dinheiro do povo brasileiro, a fim de agradar os interesses privados, a própria mídia em todos os seus níveis, quase concretizaram os seus prazeres com dinheiro público e, tomados pelo clamor de mais dinheiro público para o ente privado, agora falam em legado ou patifaria.

    Enfim, fomos saqueados nas mais variadas formas de uma orgia com dinheiro público, que a nível de Rio Grande do Sul, tivemos em torno de 100 milhões em isenções fiscais, em todos os níveis do erário público, mais 130 milhões que quase foram utilizadas para agradar o grupo da Arena, 30 milhões seriam utilizados para o outro time junto a beira do lago do guaiba, alegam que seria o legado do cidadão de Porto Alegre.

    Agora, falam em legado, ora, convenhamos, que este tipo de postura, em um país sério, certamente, seria tratado como contravenção aos cofres públicos, aqui é tratado como mimo, claro que tudo isso à custa dos impostos do cidadão.

    Bela Copa, soma-se os valores citados acima, certamente, a sociedade teria um grande ganho ou será que não, como está a saúde, a educação, um caos.

    O futuro mostrará o comprometimento público de recursos públicos do Governo do Estado e da Pref. Mun. POA, que faltarão lá adiante, aí, talvez, possamos pensar em sediar outra Copa do Mundo, ao velho estilo da corja de Agentes Públicos, que se dizem nos representar, o que na verdade não corresponde à realidade dos fatos.

    E Agora o que dizer ao cidadão, que se exploda???????

    Curtir

  2. Calçada de asfalto, cones e cadeiras, isso sim é legado! =)

    Curtir

  3. Eu vi que vão colocar ASFALTO como calçada… mas é bem coisa de jaguara mesmo!!!

    Curtir

    • Asfalto? Nãããoooo…

      Vai ser um piso altamente diferenciado, olha só o render!

      [ironia]

      Curtir

  4. Essa copa é pura ilusão. Quem vai levar o grosso do Lucro é a FIFA as nossas custas. Legado da copa não existirá.

    Curtir

    • Com certeza. Para confirmar isso é só olhar o rastro de destruição que as últimas copas deixaram em Japão/Coréia (2002), Alemanha (2006) e África do Sul (2010)… A Africa do Sul regrediu 50 anos em 5 e só está na lista dos Brics pois a CIA manipula os simpósios de economia…

      Curtir

      • Esqueceu da Grécia ou não mencionou de propósito?

        Curtir

        • Grécia foi olimpíadas, e não copa, portanto não tem FIFA na jogada. O COI é menos explorador que a FIFA. 😉

          Curtir

      • Não acho que o problema seja a FIFA. O problema é “paiseco” querendo sediar evento que não tem perna pra sustentar. A Grécia não faliu por causa das olimpíadas e sim por falta de responsabilidade fiscal. Se “atiraram nas cordas” achando que por estar na zona do euro nada iria acontecer e deu no que deu. África do Sul e Brasil são países de infraestrutura precária, não deviam nem ter se candidatado a esses eventos. Sochi, na Rússia, gastou valores astronômicos, mas parece que pelo menos a cidade ficou com trem, estradas e infra-estrutura muito boas. Houve algum legado, coisa que aqui não haverá. Sobre Japão/Coreia e Alemanha não sei muito dos impactos da copa, mas até onde sei, na Alemanha muitos estádios foram reaproveitados e os valores gastos foram muito menos do que no Brasil e África. E de infra acho que não fizeram nada, afinal, nem precisa. No Japão e Coreia, não sei quanto aos estádios, mas de infra eu imagino que tbm não tenha havido grandes mudanças. Algum relatório/estudo/fonte confiável dessa tua afirmação sobre o impacto da copa nesses países? Me interessei.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: