Audiência pública é cancelada após tumulto

Grupo atirou rojões de dentro do ginásio Tesourinha

Grupo atirou rojões de dentro do ginásio Tesourinha Crédito: Ricardo Giusti / CP

Grupo atirou rojões de dentro do ginásio Tesourinha
Crédito: Ricardo Giusti / CP

Mais uma vez a audiência pública sobre o transporte público de Porto Alegre não pôde ser realizada por falta de segurança, mesmo que a reunião tenha sido transferida para o Ginásio Tesourinha – a primeira tentativa foi na Câmara Municipal, mas sequer começou por falta de segurança. Uma confusão provocada por manifestantes tomou conta do local logo após o início oficial da audiência.

Manifestantes dispararam rojões e pedras para dentro da quadra do ginásio, onde estavam as autoridades e pouco depois chegou a invadir a quadra, sendo impedidos por guardas municipais. Logo em seguida, o grupo que se concentrava no ginásio saiu às ruas e se dirigiu ao Largo da Epatur, na Cidade Baixa.

Depois do confusão, o presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (ETPC), Vanderlei Cappellari, informou que não será agendada uma nova audiência pública sobre o assunto, em virtude do curto tempo até a publicação do edital, que deverá ser lançado até o fim do mês. Alguns manifestantes chegaram a ser rendidos pela Guarda Municipal, mas ninguém foi preso de acordo com a Brigada Militar.

Fortunati garante edital no fim do mês

Via Twitter, o prefeito José Fortunati culpou o Bloco de Lutas do Transporte Público – um dos grupos que se mobilizou para comparecer à audiência – pelos transtornos. O movimento havia mobilizado centenas via internet.

“Lamentável a postura dos militantes do Bloco de Lutas no Ginásio Tesourinha, local onde se realizava a Audiência Pública sobre a licitação do transporte coletivo. Com pedras, rojões e pedaços de pau, agredindo as pessoas que participavam da assembleia, o Bloco de Lutas deu uma clara demonstração de que não deseja que a lícitação aconteça. É mais fácil criticar a Administração da cidade se a licitação não for realizada. É a velha política do “quanto pior melhor”. Mas não vamos nos entregar a quem não deseja o bem da cidade. Durante 20 dias realizamos um intenso debate com a população em todas as 17 Regiões do Orçamento Participativo. Debates acalorados, sérios e que apresentaram várias sugestões e encaminhamentos para aperfeiçoar o processo licitatório . Nenhum incidente ocorreu nessas reuniões”, tuitou o prefeito.

“É inadmissível a postura do Bloco de Lutas que não aceita participar dos processos democráticos existentes e quer impor pela violência a sua vontade. Postura arbitrária e antidemocrática. Cumprimos com a nossa parte e viabilizamos a discussão com a sociedade. Não será o Bloco de Lutas que vai impedir que façamos a licitação do transporte coletivo. Vamos acolher as sugestões dadas pela população nas audiências públicas organizadas pelo OP e publicaremos o edital até o final de março”, completou Fortunati.

Correio do Povo



Categorias:onibus

Tags:, , , , , , , , ,

16 respostas

  1. Deveriam chamar representantes de cada bairro, ai sim.
    haha

    Por que se for pra ser assim, nunca vai dar certo, alias, o que anda dando certo em Poa quando tem algum tipo de audiência?

    Curtir

  2. Cheirinho de PSOL, PCdoB, PSTU… ou de merda, se preferirem.

    Curtir

  3. Tumulto???
    Cancelada por esse bando de desocupado…
    Tinha que tomar atitudes mais fortes, tratam com carinho esse bando…

    Curtir

  4. Bando de inúteis… Conseguiram romper o diálogo declarando guerra.

    Curtir

  5. Avacalharam com os protestos de junho, continuam assim agora

    Curtir

    • Tem que aproveitar e prender essa gentalha desse bloco de lutas, anunciar que vai ter reunião como chamariz e prender todos eles. Eles nao representam ninguem. Estão sempre la avacalhando tudo. É uma quadrilha criminosa isso sim.

      Curtir

      • Mas antes tem que prender a quadrilha que está no comando da prefeitura. Fortunati, Melo, Capelari e tantos outros vereadores. E motivo legal não falta.

        Curtir

  6. Realmente é uma postura que não me surpreende vindo do bloco de lutas, mostrando mais uma vez que não lutam por nada, são apenas mais um grupinho muito bem adestrado para parecerem “revolucionários”. Mas também é deveras conveniente para a prefeitura arranjar uma desculpa para não fazer mais audiências desse tipo a cerca desse assunto. Meu medo é que esse tipo de atitude se perpetue, tanto a do bloco de lutas quanto a da prefeitura.

    Curtir

  7. O Twitter dos caras tem apenas 477 seguidores, a capa do Blog do Bloco de Luta eh um muro pichado, e por ai vai.
    O que esperar dessa gente? As autoridades tem que rastrear esses pseudo-manifestantes e no minino nao deixa-los participar de eventos publicos.

    Curtir

  8. Alguém tá querendo ferrar alguém nessa história….

    Sinceramente? toca esse edital de uma vez e era isso. Se continuar nessa lenga lenga essa licitação não vai sair tão cedo.

    Curtir

    • Segundo nosso prefeito, o edital está pronto desde dezembro. Não mostrar este mostra quanto de transparência os governantes de POA tem. Quanto mais tarde mostrar, menos tempo tem para a população fiscalizar, até mesmo para empresas que queiram um pedaço do filé participar.

      Curtir

  9. Isso se nao for alguem que ta no poder que pagou pra fazerem isso e consequentemente o seu cancelamento…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: