Ninguém vê o pedestre?

A regra é clara. O Código de Trânsito Brasileiro é explícito: nas faixas de segurança sem semáforos, a preferência é de quem está a pé

pedestre1

 

pedestre2

 

pedestre3

 

pedestre4

 

Jornal Metro – Porto Alegre, 10/03/2014



Categorias:Pedestres

Tags:, , , , , , ,

17 respostas

  1. Isso é um absurdo o que acontece em POA…

    Me mudei pra floripa faz 3 meses e fico impressionado com a educação e respeito dos motoristas com o pedestre! Piso na calçada para atravessar a rua e parece que pisei no freio dos carros… param na hora para o pedreste atravesar.

    Curtir

  2. Mas se nem carros da policia respeitam. Ano passado no centro tinha um azulzinho do outro lado da rua em uma faixa. Estiquei o braço e nada, muito tempo depois quando consegui passar cobrei do azulzinho por não ter feito nada e ele com maior cara de pau ainda me disse que é assim mesmo. Que tambem quase foi atropelado dia desses e que nada se pode fazer pois minguem respeita…

    Curtir

  3. Ou existe a obrigação do carro parar na faixa (e consequências para quem desrespeitar) ou não existe, o resto é conversa pra boi dormir e campanhas cretinas feitas por cretinos. Aqui, não existe a obrigação do motorista parar na faixa. Por isso, ninguém para. Simples assim. Quem é o lunático que vai parar numa faixa e, com a mão estendida, mandar o fluxo de carros parar? Só no Brazil mesmo para terem uma ideia dessas.

    Curtir

  4. Eu não me atiro na frente dos carros. Não faço a travessia enquanto não tiver certeza absoluta que o veículo vai parar. Não sei quem está no volante, não sei qual é o humor do sujeito naquele dia, não sei nem se comprou sua carteira de motorista ou se a mesma está em dia. Não sei se o cara não bebeu umas antes de pegar o volante. Enfim, prefiro não arriscar, pois nessa relação entre motoristas x pedestres o pedestre é o mais fraco. Prefiro não arriscar a minha vida em troca de alguns segundos a mais, ainda mais em se tratando de Brasil, RS e POA, onde a imprudência, a imperícia, a negligência e sobretudo a impunidade, imperam.

    Curtir

  5. Não sei porque ocultaram a placa. Se fez sem-vergonhice, que apareça.

    Curtir

  6. Nunca ouvi falar de alguém que foi multado por não respeitar a faixa de segurança. Alguém conhece?

    Curtir

  7. Vivemos numa cidade onde o fluxo de veículos é mais importante do que qualquer coisa. Aonde já se viu uma prefeitura compactuar com uma velocidade máxima de 60km/h? É natural que diante desse contexto os motoristas “corram” e se esqueçam do pedestre.

    Curtir

    • Saindo da generalização, fico triste com velocidade de 60km/hs na orla por exemplo. Aquilo é área de lazer.

      Curtir

  8. Eu costumo me atirar mesmo em faixas, os motoristas sempre param. Só não faço isso quando vejo algum carro em velocidade bem acima do normal. Percebo muitos pedestres hesitantes em atravessar em faixa mesmo quando o carro vem devagar, e ainda atravessam correndo e agradecendo como se o motorista tivesse feito um grande favor seguindo a lei. No geral todo mundo sabe a lei, mas finge que não sabe já que nem mesmo os pedestres estão exigindo o seu direito.

    Curtir

    • Isso é complicado. Eu também, no “auge dos meus 27 anos”, sou guri, escuto bem, tenho agilidade, e faço o mesmo! Me atiro na frente dos carros. Do tipo “foda-se não to nem ai e se tu buzinar vai escutar”. As vezes dá medo, mas fico coma impressão que só assim mesmo para alguns aprenderem – se não freia por amor, freia à força mesmo.

      Curtir

    • E com relação à lei, acho que os que mais pecam é naquela frase “AO CONVERTER, RESPEITE O PEDESTRE”. As vezes estou no carro sozinho e quando vou converter, sempre paro para o pedestre e me vejo pensando “ao converter, respeite o pedestre”. É o terror pros carros de trás. Mas a cara de quem atravessa também é muito engraçada. A mulherada se abre. Tem uns que não param de agradecer, como se fosse algo de outro mundo alguém parar para eles.

      Curtir

      • Hahaha.
        eu sempre agradeço, e fico feliz quando paro e alguem me agradece.

        Curtir

      • Verdade, as vezes o desrespeito nas conversões me irritam mais que não parar na faixa, pq isso serve pra situações em que simplesmente não tem sinaleira para pedestre e o fluxo de veículos não é interrompido. Se os carros não param não tem como atravessar em um tempo digno (apesar de que nem quando tem sinaleira o tempo é digno).

        Curtir

    • Concordo contigo, os pedestres também podem se impor de maneira calculada, faço isso as vezes.

      Quando vejo alguém que está atravessando e começa a correr por que o sinal dos pedestres está ainda dando mais 2segs eu vejo um pedestre que acha que o carro tem prioridade (e fico triste).

      Curtir

  9. Basta o MP se coçar e começar a responsabilizar os gestores da cidade pelo descumprimento da lei e acidentes com prejuízos ao cidadão e ao erário ( INSS : licença-saúde) que o Carrolari deixa o papinho furado de lado e começa a agir .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: