Fifa descreve brasileiros

fifaApós críticas relacionadas aos atrasos das obras e organização da Copa do Mundo, foi a vez do povo brasileiro ser atacado pela Fifa.

É uma cartilha publicada na Fifa Weekly, revista semanal da entidade, retirada do ar, após reclamações.

1. Sim nem sempre significa sim. Os brasileiros são otimistas e nunca começam uma frase com a palavra “não”. Para eles, “sim” significa na realidade ‘talvez”. Quando disserem “Sim, eu te ligo”, é melhor que não espere que o telefone toque nos próximos cinco minutos.

2. Horário flexível. A pontualidade é um conceito muito flexível no Brasil. Quando marcar com alguém, ninguém espera que estará no lugar combinado na hora exata. O normal é contar com uns 15 minutos de atraso.

3. Contato físico. Os brasileiros e as brasileiras não estão familiarizados! com o costume da Europa de manter distância como norma de cortesia e conduta. Eles falam com as mãos e não evitam de tocar o interlocutor. Isso pode facilmente se transformar em um beijo se a conversa estiver ocorrendo em uma discoteca, por exemplo.

4. Fazer fila. A paciência na hora de esperar não é uma das principais virtudes dos brasileiros. Por exemplo, não existe uma “fila mecânica” como na Inglaterra. Os brasileiros preferem ser inteligentes, sempre se arranjando para chegar na frente.

5. Moderação. Quem se animar a ir a uma churrascaria, deverá praticar jejum de 12 horas e maneirar na hora de comer, já que as melhores carnes chegam na parte final.

6. A lei do mais forte. A regra que dá direito à preferência dos carros no trânsito é simples: o veículo maior passa na frente.

7. Proibido fazer topless. A imagem das mulheres com pouca roupa, tão típica no carnaval, pode ser enganosa e é diferente da realidade. É certo que os biquínis brasileiros têm menos pano que os eu! ropeus, mas as brasileiras nunca os tiram na praia, onde fazer topless é proibido e pode resultar em prisão.

8. A língua espanhola não vale. Os turistas que tentarem se comunicar em espanhol terão a sensação de estar falando com as paredes. A língua nacional do país é o “brasileiro”, uma variável do português. Quem falar que Buenos Aires é a capital do Brasil, pode estar seguro de que será deportado imediatamente.

9. Experimentar o ‘açaí’. As bacias da Amazônia fazem maravilhas: previnem as rugas e têm o mesmo efeito de uma bebida energética. Algumas mordidas podem recuperar o jogador de futebol mais cansado.

10. Paciência. No Brasil é muito comum fazer as coisas no último minuto. A recomendação aos turistas é que tenham muita paciência. No final, tudo estará pronto. Isso pode ser aplicado aos estádios. A filosofia dos brasileiros na vida: “relaxa e aproveita.”

Affonso Ritter



Categorias:COPA 2014

Tags:, , ,

30 respostas

  1. O único ponto que devo discordar é quando se refere ao idioma “português brasileiro”. É certo que há certas variações do português falado no Brasil relativo ao que é falado em Portugal, contudo cabe ressaltar que todos os idiomas do mundo possuem variações dialéticas, no Brasil mesmo há essas variações, e o português continua o mesmo.

    Sempre achei desnecessário diferenciar o português do Brasil e o de Portugal, afinal nós brasileiros conseguiríamos perfeitamente entender os nativos daquele país.

    As demais afirmações, fora a forma jocosa de falar, não vi nenhuma mentira. O mais lastimante é o fato de não termos muita educação no trânsito enquanto o governo visa ao lucro em multas e mais multas.

    Curtir

  2. Eu sou do tempo que educação vinha do berço, ser caloteiro era coisa para envergonhar-se, hoje é virtude, assinar um contrato era sinonimo de cumprir, hoje as pessoas assinam usufruem e depois querem discutir os termos, fumar maconha era coisa de gente desclassificada, hoje chega a ser quase obrigatório, e outras coisas que não devo citar….

    Curtir

  3. A calma e a paciência precisam sempre andar, lado a lado, onde o teste é feito dia a dia. O negócio é relaxar e gozar.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: