Licitação de ônibus terá publicação de edital nesta segunda

Foto: Fernanda Leal/Divulgação PMPA

Foto: Fernanda Leal/Divulgação PMPA

A prefeitura de Porto Alegre publica nesta segunda-feira, 31, o edital de licitação do transporte coletivo por ônibus na Capital que será disponibilizado no site da Prefeitura. A publicação do extrato ocorrerá no Diário Oficial de Porto Alegre (DOPA) e em veículos da mídia impressa, de circulação regional e nacional.

A licitação foi construída a partir de contribuições da população nos encontros do Orçamento Participativo (OP), com a participação de cerca de 1.700 pessoas, em 24 reuniões realizadas nas 17 regiões da cidade. Foi disponibilizado, igualmente, um canal de participação da população via internet. Houve o registro de 241 emails recebidos, com diversas sugestões, individuais ou representativas de entidades, todas analisadas pelos técnicos da EPTC / SMT. Outras entidades protocolaram suas sugestões diretamente na EPTC.

Ar-condiconado – Um dos itens mais solicitados pela população nos diversos canais de participação foi sobre a inclusão de ar-condicionado em toda a frota, sendo contemplado no edital. Outra previsão no edital será a redução do número de passageiros por metro quadrado, trazendo um maior conforto aos usuários do sistema de transporte coletivo por ônibus. O edital prevê, também, instrumentos de monitoramento para controle da qualidade do serviço prestado, mediante o cumprimento de metas. O não cumprimento destas metas acarretará a aplicação de penalidades. A bilhetagem eletrônica e a comercialização dos créditos serão gerenciadas pelo poder concedente. As propostas serão recebidas no dia 3, às 10h, na sede da EPTC, rua João Neves da Fontoura nº 7.

O serviço de transporte será dividido em três lotes. Poderão participar empresas de forma isolada ou reunidas em consórcios. As interessadas poderão apresentar proposta em todos os lotes, mas somente poderão ser declaradas vencedoras em um único lote. O critério para escolha do vencedor, em cada lote, será o menor valor da tarifa.

Esta será a primeira licitação na história do transporte coletivo de Porto Alegre, desde a década de 1920, quando foi autorizada a operação de ônibus na Capital. Desde então, o sistema funciona através de permissões. Atualmente são 1.704 ônibus, 400 linhas, operados em três consórcios (STS, Unibus e Conorte), além da empresa pública Carris.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

15 respostas

  1. Fizeram todo o esquema de colocar ar-condicionado nos ônibus. Uau, quanto trabalho, vejam o quanto escreveram:

    “14. AR CONDICIONADO

    a) Todo o veículo novo que ingressar na frota deverá, obrigatoriamente, ser equipado com
    ar condicionado.

    b) O sistema de ar condicionado utilizado deve ser, obrigatoriamente, de teto, sendo que
    seu tipo, potência e modelo deverão estar em conformidade com a dimensão da área
    interna do veículo, de forma a garantir a eficiência necessária, devendo ser previamente
    apresentado para avaliação do órgão gestor

    c)A utilização do equipamento
    observará o instrumento normativo próprio.”
    ——
    Eles escrevem 2 paginas sobre as colunas, falam sobre a posição do ventilador do motorista e do cobrador, falam milimetricamente sobre os acessos, e sobre o ar escrevem que “potência e modelo deverão estar em conformidade com a dimensão da área
    interna do veículo”. Quantas possibilidades de interpretação sobre disso…

    Curtir

    • Eu gosto é do “instrumento normativo próprio”. É carta branca para nunca ser normatizado e ficarmos sem ar-condicionado por décadas.

      Curtir

  2. Só eu achei pouco tempo 3 dias para avaliação pelas empresas?

    Curtir

  3. Medo dessas metas. Principalmente em relação à horários. Espero que acabem com as tabelas apertadíssimas onde os motoristas correm e freiam bruscamente, como se tivessem carregando brita. O conforto do usuário também passa em uma viagem em que ele não fique sacolejando ou tendo que se agarrar e fazer força a todo instante para não cair, fora a segurança de quem está do lado de fora, pois um veículo de muitas toneladas andando e fazendo curvas em alta velocidade não é nenhum pouco seguro.

    Fora isso, alguém sabe de quanto tempo será o contrato?

    Curtir

  4. Isso vai longe, e as empresas serão as mesmas, a unica diferença é que terão regras e metas a serem cumpridas e não como é hoje. Não virá nenhuma empresa de fora para atuar aqui, mesmo porque, elas têm de conhecer a cidade, ruas, e tal, alem de terem centenas de ônibus, e isso não se consegue de um dia por outro, difernte das empresas de hoje adaptarem os veículos com ar condicionado e se for o caso adquirirem alguma dezena de novos carros. Vamos aguardar e ver se estou certo ou errado. De qualquer forma, ta longe dessa licitação se concretizar, e não será esse ano.

    Curtir

    • No máximo vão mudar os nomes e as cores dos consórcios, para dar uma sensação de que o sistema mudou.

      Curtir

    • É bem provável que entrem na concorrência as empresas da região metropolitana como Viciada, Sigilo ou Central. A Viciada é bem ‘agressiva’ e já adquiriu algumas empresas da região metropolitana.

      Curtir

      • Viciada? hahahaha

        Tanto ela quanto a “Sigilo” tem bastante bala na agulha. Tão só esperando a oportunidade pra se atirar.

        Curtir

        • O corretor do cel me sacaneou. É Vicasa e não viciada. Ou então é meu subconsciente me dizendo que a licitação é viciada! Hahaha

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: