Prefeitura irá implementar projeto da Mobicidade que revitalizá ruas do centro

Doutor Flores, Vigário José Ignácio e Marechal Floriano são as três ruas do centro que serão revitalizadas com projeto que prioriza a mobilidade de pedestres criado pela Mobicidade e pelo escritório de arquitetos 0E1.

Em reunião nesta terça-feira, dia 22 de abril, o prefeito José Fortunati determinou a criação de um grupo de trabalho (GT) composto por Mobicidade, 0E1, SMOV, SMIC, SMURB, EPTC e por algumas entidades indicadas pelo Sindilojas, que terá um prazo de 45 dias para elaborar um projeto executivo das obras. O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS) também será convidado a colaborar com o projeto.

Mario Gonzaga, arquiteto, apresenta projeto de revitalização do centro . (Ivo Gonçalves/PMPA)

Mario Gonzaga, arquiteto, apresenta projeto de revitalização do centro . (Ivo Gonçalves/PMPA)

O projeto prevê um aumento significativo nos espaço destinado à circulação de pedestres, remoção de obstáculos e organização do trânsito em geral. Confira abaixo a galeria com imagens da apresentação exposta por Mobicidade e 0E1 na reunião com o prefeito.

Fonte: Mobicidade.org



Categorias:Bicicleta, Revitalização do centro

Tags:, ,

25 respostas

  1. fiação subterrânea, bancos, flores e um chão que facilite a locomoção de cadeirantes. Paralelepipedos não!!! por favor!!!

    Curtir

    • Fiação subterrânea pode ser uma boa sugestão para a fase 02, quando trocar-se-á o pavimento da rua, é uma ótima lembrança. Bancos e flores estão nas nossas intenções. Infelizmente as flores precisam de manutenção permanente, vamos tentar conversar com o Sindilojas para mobilizar os lojistas a se responsabilizarem pelos jardins, porque sabemos muito bem que a SMAM não dá conta disso.

      E pode ficar tranqüilo que acessibilidade universal é uma das principais preocupações da Associação nesse projeto.

      Curtir

  2. Perguntas: Quanto tempo vai levar essa fase 1?
    Pessoas leigas podem também participar ou mandar sugestões?

    Não gostei desse sistema de duas fases, pois a segunda fase pode não vir nunca. Seria melhor faser UMA ÚNICA RUA, de ponta a ponta, TODA PRONTA, como modelo, e depois pegar outra, fazer o mesmo, e assim por diante, do que deixar um monte de obras juntas que não serão mais do que faixas de tinta e postezinhos fincados no chão.

    Curtir

    • Pessoas leigas podem mandar sugestões sim, através do e-mail contato@mobicidade.org que mostraremos para os arquitetos e levaremos à discussão no GT.

      Marcelo, a visão da Mobicidade é de que mesmo a Fase 1, se for mantida permanentemente é melhor que a situação atual pois embora não seja tão bela e acessível quanto a Fase 2, garante mais espaço para as pessoas, dando mais segurança e conforto para quem frequenta a região e já andam pelo meio da rua.

      Se apresentássemos um projeto que fosse direto para a Fase 2, a prefeitura diria “Muito bonito, mas não cabe no nosso orçamento”.

      Repito o principal problema da fase 01 é não prover acesso universal. Mas é uma medida que mesmo se ficar permanentemente é melhor do que a situação atual da rua e ilustro isso. Essa medida de isolar um pedaço do asfalto e pintá-lo tem sido usada sistematicamente em Nova Iorque, com excelentes resultados:

      Curtir

  3. Muito bom.

    Grande parte das ruas do centro não tem muito movimento de carros, muitas vezes são apenas estacionamentos, da tranquilo para deixar apenas uma faixa para carros e o resto para bikes e pedestres.

    Apenas as principais ruas e avenidas que tem movimento maior e servem de caminho para sair do centro.

    O bom é que isso vai forçar que invistam em estacionamentos, ja que a maioria dos prédios não tem, assim os moradores vão ter onde deixar seus carros.

    Curtir

  4. Ok, mas vão revitalizar as ruas que menos precisam, e a voluntarios? e a rua da praia? Isso é priorizar? a Dr Flores ainda é uma das mais conservadas.

    Curtir

    • A Voluntários só será revitalizada quando acabarem com aqueles corredores de ônibus sujos, poluídos e barulhentos. Ou seja, só quando o metrô estiver pronto. Depois tem que acabar com as casas de prostituição que atraem na maioria marginais. Aí sim aquela avenida pode ter uma chance.

      Curtir

    • Renan, a questão é começar dando espaço para os pedestres onde a demanda é maior do que a oferta. Atualmente nessas três ruas do centro os pedestres andam pelo meio da rua pela falta de espaço adequado para caminhar. Por isso nossa escolha em começar por elas.

      Um próximo passo pode ser mesmo uma remodelação da Voluntário na quadra entre Cel. Vicente e Pinto Bandeira, onde acontece a mesma coisa.

      Curtir

  5. Pela perspectiva visual apresentada fico apreensivo, porque não se percebe a mudança do pavimento ultra deteriorado por algo de qualidade e impecável, que é o que se espera. Ademais é gritante a poluição visual ladeando e contaminando tal passagem e no prospecto não parece que isso será tratado, o que é necessário e algo que já foi feito em lugares onde tudo é mais complexo como em São Paulo. Sinto receio de até que ponto vai tal mudança mas espero que não se resuma a apenas tal ampliação do espaço para pedestres, pois sim tem de haver tal ampliação todavia acompanhada pela renovação radical da infra-estrutura de pavimento, meio-fio, iluminação, limpeza, eliminação da poluição visual, tudo isto tem dentro do pacote de revitalização para que resulte na melhoria do cenário urbano do centro desta capital.

    Curtir

    • Esse ponto da poluição visual é importante, mas da última vez que se tocou no assunto, e eliminou-se 1% dos outdoors da cidade, que estavam irregulares, as empresas disseram que iriam demitir mais de mil pessoas.

      Curtir

    • Acho que a poluição visual só pode ser endereçada via alguma legislação específica, mas os outros pontos são bons mesmo, de repente daria para encaminhar para a Mobicidade. Ou gostaria de participar da associação?

      Curtir

      • Mas tchê, o prefeito é que foi eleito para cuidar da cidade, não o Mobicidade.

        Acho válido e extremamente importante a participação da comunidade e das associações que os representam, mas tudo que tenho lido nos comentários das matérias desse assunto é que qualquer ideia deveria ser encaminhado ao Mobicidade ou deveríamos fazer parte dessa associação.

        Discordo disso, posso pensar e opinar sobre a cidade sem depender de ninguém, somente dos vereadores e, afinal, como disse acima, do prefeito que foi eleito para isso.

        E, na minha opinião, o projeto apresentado é muito pobre, exatamente por ser pensado por um único coletivo, não por aqueles que tem essa atribuição (repito, louvo a intenção e a ação do Mobicidade) e por isso tem a obrigação de pensar de forma mais ampla.

        Um projeto desses deveria ser precedido, por exemplo, de uma decisão sobre o tipo de mobiliário será usado na cidade toda e ai partir para inserções pontuais dentro do projeto macro.

        E se aqueles caixões de lixo em plena Andradas não são poluição visual (olha o tipo de mobiliário aí), não sei o que mais seria.

        Curtir

        • Bem, podes ficar escrevendo aqui mas ninguém da prefeitura vai ler. A mobicidade é um canal, mas podes procurar outros com certeza. A mobicidade é uma sugestão…

          Curtir

        • Jefferson,

          Concordo que todo mobiliário urbano precisa ser revisto, perfeita tua colocação.

          Enquanto associação, nosso foco principal é a mobilidade e a humanização do trânsito. Foi nesse sentido que apresentamos um projeto para a prefeitura que é simples e fácil de ser implementado. Nós não temos mãos suficientes para abraçar um redesenho de todo mobiliário urbano e tememos também que quanto mais complexo e de difícil implementação fosse o projeto mais difícil seria sua aceitação pelo prefeito, portanto essa parte fica a cargo da prefeitura.

          Nós temos entretanto uma porta aberta de diálogo com a prefeitura, se tu tens qualquer sugestão ou participas de algum coletivo que tem um projeto nesse sentido, podemos sugerir para o prefeito de convidá-los para participar do projeto conosco e usar essa revitalização como projeto piloto também desse novo mobiliário.

          Mas não adianta dar idéias vagas, quanto mais “mastigado” e pronto você der a idéia à Prefeitura, mais fácil será de implementá-la.

          Infelizmente nossa “democracia” é muito pouco participativa e é muito mais fácil conseguires interagir com os poderes públicos através de uma pessoa jurídica do que diretamente como pessoa física. Portanto, não acho que devas fazer parte da Mobicidade, mas sugiro que participes de alguma outra associação ou coletivo, ou então crie um, que possa juntar forças de pessoas que querem melhorar a cidade e elaborar projetos nesse sentido.

          Aí quem sabe poderemos trabalhar juntos em projetos como esse e outros que irão surgir.

          Abraço.

          Curtir

          • Caro, não estou criticando o Mobicidade. Como disse, acho válida a ação empreendida por vocês.

            Minha irresignação é com a prefeitura, pois ela não pode depender das idéias de vocês ou qualquer outro coletivo. A cidade deve ser pensada como um todo e como uma evolução continua. Algumas inserções pontuais nada resolvem.

            Alias, EU acredito que vocês (no sentido da ideia) acabarão servindo somente como divulgação do prefeitos, um uso político e interesseiro.

            Mas ressalto, respeito e admiro a ação do Mobicidade, mas discordo dessa “exclusividade” de dialogo com a prefeitura.

            Curtir

    • Caros,
      Na reunião com o prefeito o próprio prefeito propôs em parceria com o Sindilojas uma averiguação e remodelação do mobiliário urbano que contempla as preocupações de vocês. É idéia do prefeito pelo menos inserir na fase 01 do projeto a redução da poluição visual nessas ruas.

      A implementação de um calçamento de qualidade também é nosso objetivo. Mas nossa preocupação é que propor isso já na fase 01 assustaria o executivo pelo custo mais elevado da obra, por isso a idéia de fazer em duas fases, a primeira, sem mexer no pavimento, apenas ampliando os espaços destinados a circulação de pedestre, dando mais conforto para sua circulação, e ordenando o trânsito de veículos.

      Abraços.

      Curtir

  6. O que pode melar o projeto vem da EPTC e do Sindilojas…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: