Foton Aumark inicia obras em Guaíba

Começaram nesta quinta (24) as obras de implantação da Foton Aumark do Brasil, na Zona Mista de Guaíba – após a licença de instalação concedida dois dias antes pela Fepam – com capacidade para produzir 21 mil caminhões anuais entre 3,5 e 24 toneladas.

“A vinda da empresa resulta de uma política industrial efetiva; o Estado está mais competitivo e o Novo Fundopem é um exemplo. Rompemos barreiras e lançamos o Rio Grande do Sul no mundo. A China e a Coreia não conheciam nosso Estado e hoje conhecem. Temos uma produção agrícola importante, mas também contamos com uma base industrial diversificada”, destacou o governador Tarso Genro, durante solenidade que marcou o início das obras.

O projeto engloba a construção de uma fábrica de caminhões da marca Foton Aumark e a instalação de fornecedores no site após 2018. A unidade foi enquadrada no dia 28 de novembro de 2013 no Inovar-Auto, programa de incentivos do Ministério de Desenvolvimento.

A partir de 2019, o objetivo é produzir também caminhões da família Auman – pesados e extrapesados -, e atender a países da América do Sul, centralizando as operações comerciais da Beiqi Foton Motor Co Ltd na região. Após essa fase, a fábrica de Guaíba deverá produzir um volume anual superior a 21 mil caminhões por ano, sendo 15 mil destinados ao mercado doméstico e o restante à exportação, fase do projeto que irá requerer nova expansão, escreve Karen Viscardi no Sul21.

Aff0nso Ritter

foton

 

Jornal Metro – Porto Alegre – 25/04/2014



Categorias:Economia Estadual

Tags:, , , , , ,

2 respostas

  1. Muito bom. Como ficou o projeto de Camaquã que era anterior a este?

    Curtir

  2. Tarso Genro poderia em seu discurso se comprometer em melhorar a eficiência da FEPAM, hoje um dinossauro em ritmo de tartatura que demora uma eternidade em liberar licenças ambientais. Assim, afugentando as empresas do Estado. Nenhum empresário tem paciência pra esperar dois anos por uma liberação pra construção de um empreendimento.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: