Prefeito reafirma que segurança do pedestre é prioridade

Fortunati adiantou que não sancionará a emenda dos 30 segundos nas sinaleiras

Fortunati adiantou que não sancionará a emenda dos 30 segundos nas sinaleiras.  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Fortunati adiantou que não sancionará a emenda dos 30 segundos nas sinaleiras. Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

O prefeito José Fortunati disse, na tarde desta terça-feira, 29, que, em função dos transtornos ocasionados no trânsito de Porto Alegre desde o início da manhã, será cancelado o teste que a EPTC faria até esta quarta-feira, 30, aumentando o tempo semafórico para pedestres para 30 segundos. Fortunati também adiantou que não será possível sancionar a emenda apresentada ao Estatuto do Pedestre. “Como gestor público, não poderia apenas vetar. Precisávamos desta comprovação para que a cidade entendesse da impossibilidade”, disse o prefeito. No entanto, Fortunati garantiu que manterá o diálogo tanto com as entidades quanto com vereadores, sempre considerando a segurança do pedestre.

Ao todo, foram feitos testes em 238 sinaleiras da cidade, sobretudo as da região central. “Caso o teste fosse feito em bairros mais distantes, os problemas seriam os mesmos, pois o transporte público foi um dos mais prejudicados”, avaliou, lembrando dos atrasos constatados em todas as linhas de ônibus da cidade.

Para o prefeito, a emenda não pode ser sancionada porque estabeleceu, de forma generalizada, os 30 segundos, não dando alternativas de tratar vias diferentes com uma gestão diferenciada. No entanto, os tempos semafóricos de diversas vias serão revisados. “Recebemos reclamações por e-mail e pelos telefones 156 e 118 de pontos importantes. Nestes trechos específicos, vamos rever, priorizando sempre o pedestre com prazos maiores”, garantiu. Nesta quarta-feira, o prefeito receberá a análise dos técnicos da EPTC e formará um grupo de trabalho para aprofundar o estudo, com o cruzamento do impacto do teste desta terça e as solicitações dos porto-alegrenses.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:, , , , ,

20 respostas

  1. Fortunati: o maior mentiroso de todos os tempos

    Curtir

  2. É repugnante a insistência dessa Prefeitura PMDB-PDT em dificultar ao máximo a vida dos caminhantes, a ponto de impor-lhes riscos inaceitáveis em troca de alguns segundos a mais para o transporte motorizado.

    Curtir

    • Não esquece que foi o governo federal do PT que promoveu o automovel como sonho de consumo da nova classe média que em pouquissimos anos causou essas nabas para todas prefeituras do Brasil…

      Curtir

      • Quem começou com isso foi o JK, mas realmente o governo federal estimulou muito esse sonho. Dito isso, o fato de todos terem carro não quer dizer necessariamente que as pessoas não devem mais caminhar, pedalar ou pegar ônibus. Isso são questões que a prefeitura pode endereçar.

        Curtir

      • Também não concordo com essa política do governo federal PT-PMDB, mas adquirir um carro não é o mesmo que usá-lo diariamente nos deslocamentos em grandes cidades, nos horários de pico e com apenas um ocupante. Dá para usar o carro em diversas outras situações sem causar tanto dano à mobilidade urbana.

        Curtir

  3. Se eu não soubesse que a maioria das mortes em POA é de atropelamentos, se eu não soubesse das sinaleiras de 8 segundos, se eu não soubesse dos bretes, das calçadas porcas e a obrigação de esperar no canteiro central das avenidas toda maldita vez que tento atravessá-las…

    ..eu acreditaria nessa.

    Mas como o Brasil gosta de fazer estudo para descobrir o que já se sabe, quem sabe ele lê isso e resolve fazer uns VLT’s?

    http://www.sul21.com.br/jornal/estudo-aponta-trens-como-alternativa-para-melhorar-mobilidade-urbana/

    Curtir

  4. Gilberto, poderia mudar os comentarios pra Disqus, se possível? Muito melhor pra ler e interagir.

    Esse do wordpress parece a prefeitura de poa, hehe

    Curtir

  5. Não gosto de teorias da conspiração, mas aposto que além de fazerem as mudanças de má vontade e sem sincronizar as sinaleiras (que nunca foram sincronizadas, pois parece que tanto EPTC como prefeitura têm total asco de um projeto de verdade), a EPTC deve ter dado alguma mãozinha pro tráfego ter virado um inferno e o povo acabar contra.

    Enfim, se sincronizarem direito as sinaleiras, e aumentarem o tempo das sinaleiras (para X segundos/metro de largura da rua, ao invés de simplesmente tacar 30 segundos), não afeta significativamente o transporte coletivo, os carros, e ainda faz o pedestre se sentir mais seguro ao atravessar a rua, chamando mais pessoas para caminhar ou pedalar.

    Curtir

  6. Não tenho palavras a dizer esse… José Fortunati.
    .
    Ele e o Cappelari sacanearam sem dó o pedestre e qualquer tentativa de mudar essa cultura nojenta do #RsdoNão de amarrar o cavalo na frente do bolicho, sem falar no culto ao shopping e lobby do automóvel.
    .
    Simplesmente mudaram o setor mais importante da cidade e fez de mudar toda a cidade.
    .
    A desculpa da onda verde é uma falacia desde 2003 quado governo federal começo a soterrar as cidades empurrando carro obedecendo o interesse do lobby do automóvel.
    .
    Agora vamos ter que esperar a EPTC se dignar mudar meia duzia de sinais e enrolar os alienados como ela fez com licitação de ônibus, 20 porcento das multas pra ciclovias sempre privilegiando o interesse da cultura do shopping e lobby do automóvel.
    .
    Assim #RsdoNão continua alienando o povo com shoppings, esmagando o comercio de bairro e lobby do automóvel dando risada entulhando o povo com seu câncer do carro.
    .
    Também acabaram com possibilidade de trazer para o povo a necessidade de uma cidade sustentável, humana e um transporte coletivo de qualidade, com entrada do sistema BRT(de verdade), Metrô, VLT, Aeromóvel, Bike e etc….
    .
    Parabéns Fortunati, Cappelari, EPTC e claro, RSdonão. Vocês conseguirão de novo! Abre a espumante que o alienação continua.

    Curtir

  7. Alguem me explica por que o Capellari é cabeça da EPTC? É CC do prefeito pavão?
    Ate agora nao vi nada de inteligente feito pelo mesmo

    Curtir

    • Se deixarem de ser feitas 100 mil viagens de automóvel e forem substituídas por caminhada ou bicicleta, deixarão de ser vendidos R$ 2 BILHÕES em combustíveis em um ano.

      Curtir

    • Quando apareceram escândalos na EPTC há alguns anos, o Fortunatti disse que o Cappellari era amigo pessoal de longa data e pessoa de confiança. Ate desconfiou que quem governe mesmo seja o Capppellari e o Fortunatti é só o fantoche.

      Veja que foi só o Wambert ameaçar acabar com a EPTC se ganhar as eleições para ele ser contratado como CC.

      Curtir

  8. A temporização das sinaleiras de pedestres imposta pela EPTC, com tempos mínimos de travessia e longos tempos de espera, não tem justificativa técnica. É uma decisão política e quase criminosa, pelo aumento injustificado dos riscos de atropelamento que ela provoca.

    Curtir

  9. Fortunatti disse que recebeu 600 reclamações hoje, mas ha uma media de mais de 50 mil reclamações por mês. Isso quer dizer que houveram menos reclamações.

    Curtir

  10. Teste ridículo… Por que não foi aumentando o tempo aos poucos? Alguns segundos por dia?

    Se o sistema é complexo, por que raios criou esse abalo de uma hora para outra? Isso é lá teste que se apresente?

    Por isso que ações que beneficiam o pedestre e o ciclista tem que ser na marra mesmo, porque se depender dessas antas que temos na prefeitura PoA será basicamente junction, autoestrada e minhocão.

    Curtir

  11. Fazem um teste muquirana, de uma hora pra outra em com TODAS as sinaleiras reprogramadas de uma vez só, e sem sincronizá-las entre si. Era óbvio que ia dar problema. O Capellari estava com má vontade em relação a esse assunto desde o primeiro minuto. Ah, e a campanha para motoristas respeitarem a faixa de pedestres (aquela da mãozinha) foi solenemente esquecida.

    Mas sim, claro, a segurança do pedestre é prioridade…

    Curtir

    • Concordo com o teu post menos na parte em relação da mãozinha. A prefeitura naquela época fez um grande esforço para tentar implementar a ideia na cidade. A moda não pegou porque a cidade não quis. Simples assim.

      Curtir

      • A moda não pegou porque houveram motoristas que não a respeitaram, pois até hoje vejo pedestres estendendo a mão para atravessar.

        Curtir

      • Cara não muda cultura no trânsito com 3 meses de propaganda. Tem que ter informação ao cidadão(pedestre, ciclista e egocarrocentrista) pelo menos 3 anos e com fiscalização ferrenha.
        .
        Mas EPTC nunca vai fazer isso porque ela defendo o interesse da cultura do shopping e lobby do carro!

        Curtir

      • Eu via as pessoas usando e, sei lá, 20% dos motoristas respondendo positivamente. Considero um sucesso para três meses de campanha. Sem insistência não se muda cultura.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: