Prefeitura cobra remoção de entulho sob risco de atraso no estacionamento do Beira-Rio

Inter teria prazo até 23 abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno

Prefeitura tinha dado prazo abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno  Crédito: Inter/Divulgação CP

Prefeitura tinha dado prazo abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno
Crédito: Inter/Divulgação CP

A Prefeitura de Porto Alegre segue cobrando do Inter a remoção do material de construção oriundo da reforma do Beira-Rio. A gestão municipal alega que, se a limpeza não for providenciada, a ampliação do estacionamento pode não ficar pronta para a Copa do Mundo. Depois de seis notificações, o Executivo deu prazo até 23 de abril para o clube remover a caliça acumulada em uma área pública no entorno do estádio, o que ainda não teria ocorrido.

Nesta segunda-feira, a Prefeitura informou que o clube gaúcho ainda precisa retirar 36 mil metros quadrados de material de construção. A direção colorada havia confirmado a remoção do entulho em 19 de abril. Na ocasião, o clube disse que a demora para conclusão do serviço ocorreu porque a construtora Andrade Gutierrez encontrou dificuldade para descartar de forma correta o lixo da área.

A prefeitura já entregou as ruas A, B e C, que dão acesso ao Beira-Rio, além área utilizada pela Fifa pelos caminhões da transmissão de TV. O objetivo, agora, é liberar para estacionamento a região que era usada pelas escolas de samba Praiana e Imperadores do Samba. Cerca de 76% dessa área ainda precisa ser pavimentada para aumentar as vagas para veículos.

Correio do Povo



Categorias:COPA 2014, Reforma do Estádio Beira-Rio

Tags:, ,

9 respostas

  1. Tem é que dar uma bela multa, o Internacional esta se fazendo de salame há muito tempo.
    É isto que o Inter quer apresentar na Copa?

    Curtir

  2. “Inter teria prazo até 23 abril, mas grande quantidade de material seguiria no entorno” mas ô jornalistazinho heim… essa linguagem PSEUDO-imparcial é moda na imprensa da Banânia, e cria essas aberrações… por que não diz logo “Inter TINHA prazo… material SEGUE no entorno”… ou então o jornalistazinho tá dando o benefício da dúvida pois não foi até lá ver com os próprios olhos (única fonte de verdade na sua mentezinha)… enfim, só atitutes que confirmam o baixo nível técnico da nossa orgulhosa e imparcial imprensa

    Curtir

    • Esse local está assim há muitos anos. Não só a calçada, como o prédio, que está pela metade há mais de 15 anos!

      Curtir

    • Me impressiona é não haver nenhum pronunciamento oficial lamentando o acontecimento.

      Quando atropelaram aquelas duas ciclistas foi a mesma coisa… total silêncio tanto do Fortunatti quando do Cappellari. Aliás, esse só se manifestou depois que foi confrontado e isso se limitou há uma frase curta.

      Curtir

    • As pessoas encarregadas de cuidar destas coisas na cidade não cumprem com sua obrigação. (O prefeito não é Deus, não pode estar em todos os lugares para isso tem assessores)
      Como vocês devem saber pois já falei isso várias vezes EU telefono para o 156 e peço (quando vejo), que recuperem estas coisas, que limpem os bueiros e etc. Todos nós temos a obrigação de fazer isso.
      NÓS SOMOS OS OLHOS DA CIDADE E A CIDADE DEPENDE DE TODOS NÓS….

      Curtir

    • Ele estava sem capacete.

      Curtir

  3. Engraçado que fica nessa, e a prefeitura só ameaça e da prazo acima de prazo? Se é um “João ninguem”, é mandado pra processo em cartório.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: