Prefeitura afirma que viaduto da Beira-Rio está 95% pronto

Administração municipal pretende entregar obra de mobilidade da Copa no fim deste mês

Administração municipal pretende entregar obra de mobilidade da Copa no fim deste mês  Crédito: Joel Vargas/PMPA/Divulgação CP

Administração municipal pretende entregar obra de mobilidade da Copa no fim deste mês
Crédito: Joel Vargas/PMPA/Divulgação CP

A prefeitura de Porto Alegre informou, em nota nesta sexta-feira, que as obras do Viaduto Pinheiro Borda, em construção nas proximidades do Estádio Beira-Rio, estão 95% executadas. Com extensão de 250 metros, o viaduto contará com duas pistas, tendo entrada pela rua Pinheiro Borda em direção à avenida Edvaldo Pereira Paiva, a Beira-Rio (bairro-Centro). No trecho estaiado no formato da letra M, terá 72 metros de comprimento e 32 metros de altura. O custo total da obra é de R$ 26,6 milhões, com previsão de conclusão para o final deste mês.

Atualmente, estão em fase final a pavimentação da pista com asfalto e a penúltima etapa do mastro do viaduto (estrutura em que serão ancorados os cabos de estaiamento em formato de M). Também foi executada a abertura das ruas A, B e C, que facilitará o acesso ao estádio. Além disso, a prefeitura já entregou à Fifa a área pública de 8 mil metros quadrados, localizada atrás do Ginásio Gigantinho. O local vem sendo utilizado para a colocação de caminhões e equipamentos de broadcasting, responsáveis pela transmissão das imagens da Copa do Mundo.

As áreas próximas às ruas B e C serão utilizadas como estacionamento, especialmente para pessoas com dificuldades de locomoção que forem acessar o estádio. A prefeitura vem retirando do local os entulhos decorrentes das obras do Viaduto Pinheiro Borda. O executivo municipal está finalizando a retirada do material de construção, e a pavimentação será concluída nos próximos dias.

Conforme a administração municipal, o problema que ainda permanece e dificulta o avanço da obra é a não remoção dos entulhos oriundos da reforma do estádio Beira-Rio, depositados pelo Inter nas áreas da prefeitura. O município notificou o clube nos dias 12 de dezembro de 2013, 14 e 21 de janeiro de 2014, 10 de março, 1º e 14 de abril. O último comunicado foi enviado em 23 de abril, sem resultados e comprometendo o término da obra antes do início dos jogos do Mundial. Sem resposta, o prefeito José Fortunati encaminhou ofício ao Comitê Organizador Local da Fifa destacando a urgência em resolver a situação. A consequência da não implantação total da obra representa a perda de 900 vagas de estacionamento, de um total de 1,4 mil.

Correio do Povo



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, COPA 2014, Obras da Copa 2014, Viadutos e pontes estaiadas

Tags:,

16 respostas

  1. tem tanto espaço ao lado, pra que se prestar a subir um viaduto e descer a pé?
    hahaha

    Curtir

    • O pavão não aceita fazer um túnel com um parque em cima. Tem que “mostrar” o serviço.
      Se for estaiado, melhor ainda, porque “tá na moda”.

      Acho que essa cidade só tem chances de ir a frente daqui há 2 anos. Isso se não botarem mais do mesmo.

      Curtir

  2. Eles vão deixar transitável pra pedestres na região, ou essa porcentagem de concluído é somente pros carros, e que se ferre os pedestres? (pensamento padrão da prefeitura).

    Curtir

    • Sendo um viaduto de uma via expressa é bem provável que não seja acessível a pedestres, por motivos óbvios.

      Curtir

  3. Um viaduto na orla do guaiba dói meus olhos

    Curtir

    • Fico imaginando Fortunati na prefeitura do Rio de Janeiro, viaduto na orla de Copacabana que tal em

      Curtir

      • Olha o que você está comparando: um viadutinho a 50 metros do rio tapando a vista de nada, a vista do mato ali atrás, com um suposto viaduto na orla de uma das praias mais famosas do mundo.

        Curtir

      • Lembrando que no Rio estão demolindo os viadutos da orla. Porto Alegre faz o contrário. http://i.imgur.com/cotnABk.jpg

        Curtir

      • Na verdade o que o Rio tá destruindo não se compara a nada que temos aqui em porto alegre, a perimetral do rio era gigantesca e feia, umas 20x pior que o complexo da conceição. Esse viaduto da Beira-Rio tem tudo pra ser harmonizante com o ambiente que se encontra, porque ele sai de uma área mais elevada pra uma mais baixa, o impacto visual é diminuído, e ele é relativamente mais efetivo do que os viadutos da perimetral por se tratar da edvaldo paiva, que é uma via >mais< expressa (não considerada expressa) que a 3ªP.

        Curtir

  4. E adianta vista do skyline se não dá para parar? Bem, como a esperança nunca morre, talvez tenha calçada.

    Curtir

  5. A única coisa boa desse viaduto vai ser a vista do skyline do centro lá de cima, ignorando o mato e sujeira na orla no primeiro plano.

    Curtir

  6. Um “M” gigante, interessante!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: