Após simulação, Anac não dá prazo para sistema antineblina no Salgado Filho

Agência exigiu outros documentos da prefeitura, governo estadual e Destacamento de Controle do Espaço Aéreo

Foto: Gabriel Heusi

Foto: Gabriel Heusi

Após confirmar a homologação do sistema ILS 2 no Aeroporto Internacional Salgado Filho, sete técnicos da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) simularam nesta sexta-feira o funcionamento do equipamento. Porém, não há prazo para que ele comece a funcionar. O ISL2 deve minimizar em 30% os problemas com a neblina no terminal aéreo de Porto Alegre.

A ação ocorreu para verificar a funcionalidade dos aparelhos sob determinadas condições. Apesar de a Agência e a Secretaria da Aviação Civil terem informado no fim de maio que não havia qualquer pendência na instalação do ILS2 na cabeceira da pista, a assessoria de imprensa da Anac informou que seguem pendentes alguns pré-requisitos, sem especificar quais.

Um relatório com os resultados ainda precisa ser formulado. Além dos testes, a Anac também exigiu uma série de documentos da Prefeitura, governo estadual e Destacamento de Controle do Espaço Aéreo Aviação, que postergaram a operação do sistema antineblina para a próxima semana.

Em nota, a Agência resume que os resultados do relatório serão divulgados nos próximos dias. Porto Alegre recebe o primeiro jogo da Copa, entre França e Honduras, no domingo, ainda sem o ILS em operação. Na quarta-feira, a Holanda enfrenta a Austrália.

Apenas nesta semana, os passageiros enfrentaram 14 horas de fechamento no Salgado Filho na segunda, terça e quarta-feira.

Saiba mais

Esperado para entrar em operação antes da Copa, o ILS 2 só foi instalado em um lado da pista no Salgado Filho. A situação, entretanto, não é problema, segundo a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. O motivo é o fato de a maior parte dos voos ocorrer nessa área, próximo à BR 116.

A assessoria de imprensa do órgão esclarece, ainda, que não vai ser preciso desligar o sistema quando for realizada a obra de ampliação da pista, em data ainda indefinida. Pilotos de todas as companhias aéreas que atendem os aeroportos já equipados com o ILS 2, como de Guarulhos e Curitiba, estão habilitados a operar o equipamento.



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:, ,

13 respostas

  1. Espero com ansiedade não apenas o Ok quanto o uso imediato, e que o aeroporto de fato tenha um número de horas fechadas por ano reduzida entre 30 e 50%. Também li que as cias e os pilotos que operam em São Paulo e Curitiba estão habilitados a operar o novo sistema. Eu já tento, sempre, chegar de 2h30min a 3h antes dos meus compromissos, não raro de trabalho, mas é sempre chato avisar à Chefia de um atraso aéreo por neblina, mormente quando sei da época do ano em que ocorre, e o porquê de então eu ter viajado à lazer. Muito, muito angustiante!!! E mais: acho que deveriam ter instalado o ISL 3, e não o 2, o que aliás, poderia ser exigido de empresa que porventura se interesse numa provável privatização do nosso aeródromo… ou alguém acha que a ampliação ocorrerá rapidamente!? Também entendo que deveriam ter mais empresas aéreas no Brasil, e não apenas três, falo das grandes, casos de Gol. TAM e Azul, desconsiderando a Avianca Brasil. Mais concorrência, e não à tanta união de cias aéreas: Gol+Varig+Web Jet = Gol; Azul+Trip = Azul; Pantanal+TAM+ Lan = TAM, etc, etc.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: