Avenida Padre Cacique já conta com corredor de ônibus

Cerca de 70 mil passageiros utilizam as 25 linhas que por ali circulam  Foto: Lucas Barroso/Divulgação PMPA

Cerca de 70 mil passageiros utilizam as 25 linhas que por ali circulam  Foto: Lucas Barroso/Divulgação PMPA

A partir das 9h deste sábado, 21, foi liberado o corredor de ônibus da avenida Padre Cacique, nos dois sentidos, pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). São quatro estações ao longo da via, entre as ruas José de Alencar e Pinheiro Borda, onde circulam 25 linhas de ônibus da zona sul e 70 mil passageiros por dia.

A liberação ocorreu após a conclusão da implantação dos abrigos de ônibus, gradis, sinalização, piso especial para deficientes visuais e placas de concreto. O corredor de ônibus já atende os padrões necessários para a circulação dos ônibus BRT. Nas obras da Padre Cacique foram investidos R$ 24.854.999,99.

“O corredor faz parte de um conjunto de obras realizadas pela prefeitura na região. Esta tem grande importância, pois contribui para qualificar o transporte coletivo. Com esse novo espaço, 70 mil passageiros serão beneficiados em seus deslocamentos diários, com menos tempos nas viagens e mais segurança”, destaca Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC.

As obras do entorno do Beira-Rio – A duplicação da avenida Edvaldo Pereira Paiva e as obras na avenida Padre Cacique e das ruas A, B e C são ações que melhoram as condições de mobilidade na região. Os trechos 1 e 2 da avenida Beira-Rio (entre o velódromo e a Rótula das Cuias); a ponte sobre o Arroio Dilúvio; o trecho 3 da avenida Beira-Rio (entre o velódromo e a Pinheiro Borda) e o viaduto da Pinheiro Borda estão concluídos. O trecho 4 da avenida Beira-Rio (entre a Rótula das Cuias e a Usina do Gasômetro) está em pleno andamento, com obra avançando na avenida Loureiro da Silva. Os custos essas obras somam R$ 96.047.238,77.

Linhas de ônibus

110 – Restinga Nova
111 – Restinga Velha (Tristeza)
111.2 – Hípica/Tristeza
149 – Icaraí
149.1 – Icaraí (Alto Taquari)
165 – Cohab
168 – Belém Novo (via Tristeza)
170 – Jardim das Palmeiras
171 – Ponta Grossa
173 – Camaquã
176 – Serraria (Rodoviária)
176.1 – Serraria/Ouriques
179 – Serraria
179.2 – Serraria/Oswaldo Cruza
180 – Diário
184 – Juca Batista
186 – Liberal
187 – Padre Reus
187.1 – Padre Reus/Cel.Massot
188 – Assunção
R1 – Rápida Jardim Vila Nova
R3 – Rápida Esperança
R5 – Rápida Ponta Grossa
R81 – Rápida Campo Novo
R84 – Rápida Juca Batista

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, onibus

Tags:,

27 respostas

  1. . Me irrita profundamente quando vejo aqui um projeto disso e um projeto daquilo todo lindo pra cidade.
    Me irrita porque sei que na prática não vai ser nada disso, será serviços mal feitos, simplistas e inacabados.

    Me parece que os porto-alegrenses vivem da ilusão de lindos projetos. Está na hora das coisas saírem da tela do computador e se tornar realidades

    Curtir

  2. Já que o blog nao quis publicar, viram a calçada em baixo do novo viaduto?

    http://vadebici.wordpress.com/2014/06/16/acessibilidade-zero-no-viaduto-da-pinheiro-borda/

    Curtir

  3. Design de parada simplesmente pobre, sem talento algum, que a bem da verdade pela feiura gera poluição visual no panorama da cidade. A meu ver vergonhoso, porque POA é uma capital e até no interior se veem mobiliários urbanos mais adequados e que contribuem positivamente para embelezamento do cenário urbano, totalmente diferentes desta nhaca.

    Curtir

  4. E quando o ônibus chegar na Borges… volta pro trânsito normal.

    para
    béns

    Curtir

  5. Um comentário sobre o modelo adotado:
    “Cerca de 70 mil pessoas utilizam as 25 linhas que por ali circulam” e quantas descem nessas estações? 5 mil? Pois é, mas todos os ônibus são obrigados a pararem nelas.
    Faixas de ultrapassagem nos corredores é essencial.

    Curtir

    • Acho que na teoria no futuro ali só vai passar uma linha… Claro, estou sendo otimista.

      Curtir

      • Extremamente otimista, já que isso não deve acontecer como comprovado com o corredor da Assis Brasil – lembrando que o terminal triângulo foi construído com esse propósito. Aproveitando, aponto para a falta de planejamento atual da cidade uma vez que a prefeitura quer substituir o corredor da Assis Brasil, por onde passam mais de 20 linhas, pelo metrô (de obviamente um único trajeto). Ou seja, se o modelo do metrô é tão eficaz, por que já não determinaram uma única linha a fazer o mesmo trajeto do metrô pelo corredor existente?

        Curtir

      • Se não saísse o metrô acredito que o corredor da Assis Brasil realmente seria um BRT. Mas o metrô tem mais capacidade, só que vão ter que criar linhas alimentadoras novas para cobrir os caminhos que os ônibus fazem hoje até chegar no corredor.

        Curtir

    • lucasfeijo, em Curitiba isso já foi pensado. Nos principais corredores circulam os ônibus vermelhos e os ligeirões azuis. A diferença entre eles é que os vermelhos precisam parar em todas as estações e os azuis param em bem poucas estações e nos grandes terminais, os corredores têm espaços de ultrapassagem para os azuis. Assim ganha em velocidade os que precisam ir direto ao bairro sem ficar parando.
      Espero que isso logo seja pensado por aqui

      Curtir

  6. Não tem juntas de dilatação pro concreto, nem calçamento. Já imagino tudo nessa foto rachando mais pro fim do ano.
    Sem falar que aqueles gradis em alturas diferentes são horríveis, eles deviam ter colocado gradis baixos partindo do topo da mureta pra ficar mais limpo visualmente. Claro que ninguém pensa nisso. Até a limpeza da mureta é impossível da maneira que está.
    Não vou nem entrar no assunto BRT porque é mais que óbvio que essa estação não tem absolutamente nada do necessário pra um BRT.

    Curtir

    • Esses gradis são tão escrotos que me desanimo a falar deles. Mas vou dizer uma coisa: em outros pontos da cidade foram adicionado gradis, daí mesmo discordando da solução entendo que não houve um projeto, não pararam para pensar algo harmonioso.

      Mas dentro desse projeto todo, não tinha como pegar um arquiteto para fazer um desenho harmonioso!? Parece que foram numa ferragem e comprar tela pronta e saíram instalando!

      Curtir

  7. Que coisa HORRÍVEL !

    Porque Porto Alegre não se inspira em Curitiba ????????

    Não só em Curitiba, mas Rio de Janeiro, São Paulo… todas tem paradas de ônibus de calçada e, principalmente, têm corredores de ônibus bonitos !

    Curtir

  8. O questionamento sobre as paradas é importante, realmente prometeram outra coisa que isso aí.

    Mas honestamente eu já preferiria que em vez de fazer tudo aquilo simplesmente passassem a vender cargas do TRI por tudo (bancas de revistas, farmácia, etc) e que compras em lote dessem descontos progressivos.

    Assim não precisaria mais de cobradores, e quem não comprar antecipado paga mais caro e para o motorista direto.

    Curtir

  9. “O corredor de ônibus já atende os padrões necessários para a circulação dos ônibus BRT.”

    Cadê o pagamento antecipado de passagens, o sistema de monitoramento com preferência nas sinaleiras, os terminais e, acima de tudo, os articulados de 23m com piso baixo? A prefeitura quer dar a entender que BRT é piso de concreto + ônibus grande e bonito?

    Curtir

    • Por essas a gente já vai pescando que não vai ter reforma de paradas pro BRT p*rra nenhuma…

      Curtir

    • Se tu for ver, essa frase que tu citou é cheia de pegadinhas
      1- Ela diz que o corredor suporta os ônibus BRT (não que já está instalado o sistema BRT).
      2- Convenientemente não menciona que não vai até o centro. Quero ver o tamanho dos valões que vão se formar no asfalto da Borges quando botarem os ônibus novos, mais pesados.

      Mas enfim, faz tempo que me parece que BRT em POA é isso que tu falou, pista de concreto e ônibus grande.

      Curtir

  10. Paradas carnavalescas………horror!!

    Cade as novas estacoes prometidas?? Vai ficar pra Copa 2214?

    Curtir

  11. Poxa, esse corredor novo (na frente de casa), tá tão limpinho, sem pixação, sem vandalismo, espero que fique assim por muito tempo,e não comecem a colar propaganda nessas coberturas das paradas, creio que isso é so questao de tempo, uma pena!

    Curtir

    • 1- 25 mi e abrigo chinelo . Cadê o grupo de trabalho do mobiliário urbano ?
      2- Vai ter “puxadinho” nas paradas a exemplo da Assis Brasil e Oswaldo Aranha ?

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: