Sem um pingo de vergonha e sem pedir desculpas aos brasileiros, Mídia desembarca da teoria do caos na Copa

Pescado do Brasil 247

Pescado do Brasil 247

A mídia familiar brasileira reconhece: seus leitores foram enganados nos meses que antecederam a Copa do Mundo de 2014. Sabe aquele bordão, o Imagina na Copa? Ou a teoria de que os estádios não ficariam prontos e haveria caos nos aeroportos? Era apenas terrorismo midiático, com óbvias intenções políticas.

Não é exatamente isso o que dizem os jornais deste domingo, mas, assim, poderia ser escrita a história de como grandes conglomerados de mídia desembarcaram da teoria do caos na Copa.

No Estado de S. Paulo, a reportagem de Lourival Sant’anna informa que “apesar de problemas, Copa vence o caos”. “Está tendo Copa sim e o Brasil não está fazendo tão feio”, diz o texto, sem esconder sua má-vontade com o próprio País. “O resultado é surpreendente: nos pontos em que se temiam mais problemas, como os aeroportos, o transporte e a segurança pública, as coisas estão indo relativamente bem”.

Na Folha, Nelson de Sá diz que “prenúncio de que Copa seria o ‘fim do mundo’ não aguentou três dias”. A reportagem, no entanto, transfere para a mídia internacional os ataques ao Brasil, como se veículos internacionais não formassem suas opiniões e consensos a partir do que recebem de informação da mídia nativa. “Do início do ano até a abertura da Copa do Mundo, a imagem do Brasil foi alvo de um ataque de histeria da mídia ocidental”, é a frase que abre a reportagem da Folha. Mas onde será que a mídia ocidental se informava sobre o Brasil?

Entre os profetas do caos que tiram o time de campo, até Veja, aquela que previa a entrega dos estádios apenas em 2038, deu uma guinada. Na capa deste fim de semana, o título “Só alegria até agora”. No entanto, na chamada de capa, a revista adverte que é melhor aproveitar a festa, “pois legado duradouro, esqueça”. Ou seja: como se estádios e aeroportos fossem desaparecer depois do Mundial.

A verdade, pura e simples, é que leitores foram enganados. E alguns que se deixaram enganados agora estão arrependidos, como a colunista Mariliz Pereira Jorge, da Folha, que caiu na esparrela do caos, deixou de tirar férias, de comprar ingressos e de aproveitar a #copadascopas. “Chega o ano em que a Copa é no Brasil. Sempre quis uma Copa no Brasil. Vou tirar férias, passar o mês viajando pelo país, assistir a todos os jogos possíveis, fazer festa na rua, me embebedar abraçada com gente desconhecida. Broxei junto com o clima anti-copa e não fiz nada para participar dela. Ela chegou e eu fiquei de fora”, disse ela (leia mais aqui).

Luiz Muller Blog

________________________

Que fique bem claro que eu não concordo com o texto. Apenas postei para discutirmos. Com certeza os aeroportos não cumpriram com seus propósitos de maneira exemplar, por exemplo. E a mobilidade urbana então? To gostando das críticas. E o autor é do PT certamente. Boa discussão pessoal !



Categorias:COPA 2014

Tags:

33 respostas

  1. só pra variar a Globo e o PSDB perderam. ganha o Brasil

    Curtir

    • Até a outubro vai dar tempo da ficha cair e daí veremos se “pão e circo” é suficiente como projeto de poder.

      Curtir

  2. Insisto, depois do Mudial, quando tivermos que voltar para nossas vidinhas, sem futebol de alto nível e “festa na rua” para anestesiarmos, teremos praticamente uma ressaca coletiva no Brasil. Tenho medo (ou não) do que acontecerá.

    Curtir

  3. Pior é ter que ler colunistas que se auto-intitulam “independentes”, tal qual o Juremir Machado da Silva do CP, dizendo que “tudo funciona ás mil maravilhas”.

    Curtir

  4. O que me deixa de cara, é a que a ”maioria” do povo é ”Maria vai com as outras” …

    Obs: Odeio política (já postei isso várias vezes), e não tenho preferência por nenhum partido, mas elogio ou critico quando necessário e tento ser justo, senão vejamos:

    1- O número de passageiros de avião, aumentou quase 10 vezes nos últimos 12 anos. A ampliação dos aeroportos era necessário, a copa foi o trampolim para essas ampliações começarem. ( Claro que ainda falta muita coisa, mas já é o começo).

    2- Hospital, escola, etc são obras obvias que toda cidade necessita, mas como diria Ronaldo: ”Não se faz copa sem estádio”. No contexto geral ele está certo, o problema foi a manipulação das palavras dele… ( Hoje já estão reavaliando o que foi dito e percebendo que ele foi sacaneado)… ( SÓ ESTOU COMENTANDO, OK…)

    3- A função da copa é a União dos povos, parabéns a todos essa missão foi cumprida. ( Vejam os jogos aqui de Poa com Holanda, França, e Austrália as torcidas confraternizando juntas, ESPETÁCULO JAMAIS VISTO).

    4- O lado ruim é que muitas obras ainda não foram concluídas, causando transtornos na cidade por muito tempo.

    5- Já ficou provado que os próprios partidos políticos pagavam vândalos para quebrar a cidade para a população ter a ideia que protestar é violento, e com medo quase ninguém mais foi para as ruas.

    6- Na minha opinião acho válido protestar, mas não contra a copa e sim contra os abusos e superfaturamentos dessas obras que viabilizaram a copa. ( O que enche o saco é esse povinho distorcer as coisas e ficar falando em hospital toda hora. (Pô se liguem, estamos a décadas num sistema presidencialista e vêm encher o saco com idiotices, abram a mente e reflitam).

    7- Fiquei muito de cara, que a reforma da Orla não aconteceu, acho que Porto Alegre tem um potencial turístico enorme e não é explorado. ( Turismo gera renda, e não deve acontecer só na copa e sim sempre).

    8- E O MAIS IMPORTANTE: O QUE O POVO DEVE PROTESTAR É A MUDANÇA DA CONSTITUIÇÃO QUE PRIVILEGIA OS POLÍTICOS CORRUPTOS… ( Até porque político é tudo farinha do mesmo saco). Em época de eleição é sempre a mesma lavagem cerebral de sempre, uns partidos contra os outros, manipulando e pagando o povo e dizendo para você cidadão exercer o seu direito de votar num país democrático. Cara na boa, deu de palhaçada, MUDE A CONSTITUIÇÃO, e faça valer as penas, e que os benefícios dados a essa cambada de vagabundo seja revista, ou Alguém concordo que um deputado semi-analfabeto ganha mais de 27mil por mês e um monte de benefícios?

    SE O POVO QUER SER OUVIDO, NÃO É QUEBRANDO A CIDADE, É ANULANDO 30% DOS SEUS VOTOS NA PRÓXIMA ELEIÇÃO, POIS SE MEXER NA PANELA DOS VAGABUNDO, A COISA APERTA…

    Obs: Não estou pedindo para que concordem ou não, são ”apenas tópicos”, alguns com fatos ocorrido, outros com a ”minha” opinião.

    Curtir

    • Realmente, a melhor solução é uma reforma política, com a mudança da constituição. Inclusive, por causa dela, não se anula uma eleição com votos nulos, nem se passar de 50 por cento.

      É estupidez protestar contra a Copa, já está quase tudo pronto( pelo menos o essencial para uma copa), caso não haja o prejuízo será maior. Estes protestos deveriam acontecer antes das construções. A partir do momento em que se soube que o governo iria descumprir sua promessa e utilizar dinheiro público em estádio. Dos 12, 9 são do governo.

      Sobre a função da Copa: É bonito ver, fácil de acreditar, mas na minha opinião deixou de ser a “união dos povos” desde que o Futebol de qualidade passou a ser elitizado. Ir ao estádio assistir o jogo custa caríssimo, acho que muita gente, principalmente da América Latina, gostaria de estar nessa copa e não pôde por conta dos gastos (passagens aéreas mais caras, hospedagem mais caras, comida mais caras e ingresso mais caro). Como disse, apenas a elite desses países vieram (incluo até mesmo os chilenos que vieram de Komb). Pra mim, a função da Copa é gerar lucro pra FIFA, apenas. Não é a toa que a Copa da África do Sul e a do Brasil são as que mais geraram lucro pra ela. Graças à Federação Internacional do Futebol, para se ter um jogo de Copa do Mundo, os estádios têm que ter um gramado de primeira qualidade, estádios modernos com telões, arquibancadas com assentos individuais, cobertura contra sol e chuva, e, claro, camarotes. Muitos países nem se candidatam a sediar o evento porque não têm condições de oferecer esse glamour todo. Hoje, infelizmente, a Copa serve apenas para a união das elites.

      Curtir

      • Tu estás focando na elitização e quem está lucrando com a copa, tua visão é diferente não quer dizer que está errada ou certa…

        Acho que não estendestes sobre união dos povos, até porque nunca se viu em Porto Alegre 15mil Australianos, 4mil Holanda, 100mil Argentinos…

        Ver, conviver, e participar da festa com os estrangeiros sentindo a vibração das torcidas, não tem explicação, apenas se sente.

        Curtir

  5. O número de site e blogs governistas vem crescendo muito, mas o problema não é que eles existam, a liberdade de expressão deve ser preservada e quem quiser defender o governo que o faça.
    O problema é que esses sites e blogs são em sua grande maioria financiados por dinheiro público, usando dinheiro da máquina de propaganda do governo e de empresas estatais para sustentar pessoas que passam a ter como profissão defender as propostas do governo e atacar qualquer um que faça oposição.
    Como se não bastasse nos obrigarem a financiar os mentiras que ouvimos, a toda hora surgem projetos na câmara e no senado para limitar as fontes de renda dos canais de mídia independentes e torna-las cada vez mais dependentes do dinheiro público, como por exemplo, essa última lei que proíbe propaganda que tenha como alvo o público infantil. Ao mesmo tempo os gastos com publicidades do governo e das empresas estatais vem crescendo vertiginosamente. Daí temos casos como o da Jandira Feghali do PC do B tentando fazer com que o governo corte as verbas de publicidade e até mesmo suspenda a concessão do SBT porque uma jornalista fez comentários que vão contra o que prega a sua ideologia porca.

    Curtir

    • Como assim “blogs são em sua grande maioria financiados por dinheiro público”. Tá falando das propagandas colocadas neles? Se for isso, não me parece nada ilegal ou imoral, pois é um veículo como qualquer outro – diferente, é claro, da mídia tradicional (rádio, TV, jornais e revistas). Se o governo coloca dinheiro em veículos de “direita” (v.g. Veja e Folha de São Paulo), por que não poderia colocar na mídia de “esquerda”.
      Antes que digam, não tenho vinculação política co o PC do B (e nenhum outro partido político), mas me parece que o SBT deveria sofrer algum tipo de sanção em razão de uma de suas jornalistas ter incitado claramente a violência em uma concessão pública – o que me parece não se confundir com ideologia, pois não conheço nenhum partido que pregue a violência (salvo alguns partidos europeus de extrema direita).

      Curtir

      • Exatamente meu caro, são as propagandas sim. E apesar de eu defender que o governo não deve gastar com propaganda nenhuma, é fato que existe uma grande diferença entre colocar um anuncio na Folha ou Veja (estão entre os jornais e revistas mais vendidos do país) e em blogs que até pouco tempo recebiam meia dúzia de acessos por dia.
        E dizer que os comentários da Rachel Sheherazade incitaram a violência é no mínimo cômico. Dizer que a reação da população diante da violência é compreensível é muito diferente de incentivar as pessoas a atacarem os outros na rua.
        Sobre a ideologia, o PC do B é o Partido Comunista do Brasil, comunismo esse que prega o extermínio da “classe burguesa”, bem como foi escrito no manifesto comunista de Karl Marx. Nem vou comentar de novo sobre os genocídios…

        Curtir

      • O governo não deve colocar dinheiro nem em jornal, nem em TV, nem em blogs. Isto é óbvio, ou pelo menos deveria ser, Assim é nas grandes democracias.

        Curtir

  6. Que fique bem claro que eu não concordo com o texto. Apenas postei para discutirmos. Com certeza os aeroportos não cumpriram com seus propósitos de maneira exemplar, por exemplo. E a mobilidade urbana então? To gostando das críticas. E o autor é do PT certamente. Boa discussão pessoal !

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: