Av. Paulista ganha código em pontos de ônibus com dados sobre linhas

Leitura será feita através de aplicativo que pode ser instalado em celular

QR Code vai levar a passageiro linhas que passam pela parada.

Do G1 São Paulo

Página online de ponto localizado na Av. Paulista. (Foto: Divulgação/SPTrans)

Página online de ponto localizado na Av. Paulista.
(Foto: Divulgação/SPTrans)

Os pontos de ônibus da Avenida Paulista foram os primeiros a receber, a partir desta terça-feira (24), informações sobre linhas e itinerários através de símbolos QR Code. A sigla em inglês para “resposta rápida”, é uma espécie de código de barras em duas dimensões que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares que têm câmera fotográfica.

Após a decodificação, o código passa a ser lido pelo celular como um trecho de texto, um link nesse caso, que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado no site da Prefeitura. Lá, o passageiro poderá saber em tempo real quanto tempo falta para a condução chegar, de acordo com a administração municipal.

(…)

Clique aqui para ler a matéria integral, no G1.



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, onibus

Tags:, ,

9 respostas

  1. Não é o ideal mas as paradas novas de SP humilham as nossas.

    Quem acha que botar a tabela horaria impressa resolve imagino que andou de ônibus na europa ou sei lá onde, mas não aqui. Se o horário é pouco previsível o que adianta?

    Tem que botar o horário em tempo real mesmo e painéis eletrônicos é que não dá, seriam vandalizados.

    Curtir

  2. Pessoas idosas não conseguem nem usar telefone celular e agora terão que ter smart-phone com acesso a internet e aplicativo para ler QR code. Gênius!

    Curtir

  3. Em Seattle cada parada tem uma tabela impressa com o horário que o ônibus para ali.
    Em Chicago a maior parte delas tem displays que indicam o tempo estimado de chegada do próximo ônibus de cada linha.

    São duas abordagens válidas que não precisam de celular. Se os ônibus aqui tivessem uma seriedade em relação ao horário talvez fosse possível fazer uma tabela impressa, mas da maneira que é o jeito é colocar GPS no ônibus pra estimar a chegada, senão estaria sempre errado.

    Curtir

  4. Solução burra pra um problema simples. Podia ser só uma tabela impressa. Nem todo mundo tem smartphone e eu não instalaria um aplicativo no meu SÓ pra ver que linha eu tenho que pegar.

    Não digo que é ruim, mas parece que a solução mais simples e óbvia nunca chega no nosso transporte público (ou eles já tem tabelas lá?)

    Curtir

  5. Frescura. Precisamos prioritariamente de informação analógica, de fácil acesso, sem depender de conexões muitas vezes lentas ou lugares por vezes perigosos para andar com o celular a mostra.

    Curtir

    • A diferença é que uma tabela é estática. Com o QR code e um sistema de GPS nos ônibus, dá para atualizar os horários em tempo real de acordo com as condições do trânsito.

      Curtir

  6. A EPTC chama isso de vandalismo…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: