Porto Alegre recebe medalha de reconhecimento da FIFA

José Fortunati e Presidente da Fifa Joseph Blatter. Foto: Divulgação.

José Fortunati e Presidente da Fifa Joseph Blatter. Foto: Divulgação.

Os jogadores das seis seleções já classificadas para as quartas-de-final da Copa do Mundo 2014 – e das outras quatro que ainda disputam esse direito nesta terça-feira, 1º – ainda terão de correr muito para ganhar as medalhas da Fifa, destinadas aos três primeiros colocados na competição. Mas Porto Alegre, que encerrou sua participação no Mundial na tarde chuvosa e iluminada de inverno deste histórico 30 de junho, já ganhou a sua. O prefeito José Fortunati recebeu, em nome da cidade, das mãos do presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter, a medalha em reconhecimento pelo sucesso do papel da capital gaúcha na organização do evento.

Foi o coroamento de um trabalho planejado e executado com a participação intensiva de praticamente todas as secretarias do município. E que chegou ao quinto jogo da Copa do Mundo em Porto Alegre coberto de êxito. “Nossa equipe está de parabéns. Estou, ao mesmo tempo, orgulhoso e realizado, porque sei o quanto de esforço precisou para que tudo saísse como deveria. E, devo confessar, saiu até melhor”, afirmou Fortunati, após a emocionante vitória da Alemanha sobre a Argélia, obtida na prorrogação. A disputa épica terminou em lágrimas e aplausos para as duas equipes. Os mais de 43 mil torcedores que aplaudiram de pé a saída dos jogadores também merecem aplausos. Afinal, foi aqui, na terra de Ronaldinho e Falcão, que as redes balançaram mais vezes até agora na Copa 2014.

No Caminho do Gol: No último jogo em Porto Alegre, o prefeito percorreu o Caminho do Gol. Uma iniciativa tão bem-sucedida que foi observada pela Fifa, no jogo entre Argentina e Nigéria, e poderá ser adotada em futuras Copas do Mundo em outros países. O prefeito iniciou a caminhada na área dos consulados na Praça Izabel, a Católica, onde se juntou a grupos de torcedores argelinos e alemães, rumo ao Estádio Beira-Rio. O tempo, que amanheceu chuvoso, colaborou e a chuva deu uma trégua, fazendo reaparecer aquela que já se tornou uma marca registrada da cidade nesta Copa 2014, a alegre peregrinação de turistas e porto-alegrenses, com destino à sede do Mundial. “Foi uma experiência emocionante e inesquecível”, afirmou Fortunati, ao se aproximar do Estádio Beira-Rio. “Estamos encerrando nossa participação na Copa do Mundo de 2014 com chave de ouro”, completou.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:COPA 2014

Tags:, , , , , , ,

35 respostas

  1. Parabéns prefeito José Fortunati e sua equipe, continuem nesse ritmo, Porto Alegre está cada vez mais bonita, estão fazendo o que muitos antes nunca se prestaram a fazer, as obras.Sou fã deste governo municipal. Pena que o estadual não posso dizer nada de bom.

    Curtir

  2. Realmente esse Caminho do Gol foi uma belíssima ideia, e caracteriza bem o espírito brasileiro, que sempre da um “jeitinho” de transformar a nossa tradicional falta de planejamento (e execução) numa festa e nossas mazelas em virtude, Parabéns!

    Curtir

  3. Este pessoal que comenta aqui nunca acha que alguma coisa é boa. Os estrangeiros que aqui estiveram elogiaram muitas coisas.
    Morda a língua quem costumava dizer: IMAGINA NA COPA.
    Saiu tudo perfeito para quem como nos é emergente. Não somos primeiro mundo, estamos atrasados mas mesmo assim conseguimos dar conta do recado.
    Puxa gente! quanto pessimismo.
    O Caminho do Gol para a Arena seria o mesmo caminho que faz a Procissão de Nossa Sra dos Navegantes e para a Arena tem Metrô, e a capacidade é 60540 pessoas…..

    Curtir

  4. Se…Se a Alemanha e o Japão tivessem ganho a guerra, nós estaríamos falando alemão ou japonês agora ? Se o Kennedy não tivesse sido assassinado, será que os Soviéticos teriam chegado primeiro na Lua ? Se o Senna não tivesse morrido, será que o Schumacher seria 7 vezes campeão mundial ?
    Pessoal. A Copa em POA foi maravilhosa, o Beira-rio está maravilhoso, os jogos foram fantásticos, A Copa do Mundo foi no Beira-rio, e ponto final.
    Gostando ou não, secando ou não, a Copa do Mundo aconteceu no Beira-rio. Está na história.

    Curtir

    • Melhor comentário até agora. Como o pessoal gosta de falar “SE” ! Não existe “SE” !

      Curtir

    • “É estudando, analisando e debatendo a história que produzimos o conhecimento. Aliás, aprendemos a não cometer tais “erros” numa situação semelhante”.-Professora Norma, em minha primeira aula de história. Espero que daqui há 64 anos se o Brasil voltar a ser sede, leiam meu comentário e pensem melhor suas atitudes (brincadeira, óbvio) HUAHUAHUA
      Esses exemplos são sacanas, mas muito se aprendeu questionando a história. O “se” do passado nos ajuda a escolher o melhor “se” do futuro.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: