Nada de Hospital Veterinário Público em Porto Alegre

Não sei por quê, mas nos últimos dias houve um retorno a um antigo post do Porto Imagem, de 9 de setembro de 2012, relativo a notícia de que a cidade teria o primeiro hospital veterinário público do país. Como até agora nada saiu do papel e a notícia vem sendo compartilhada nas redes sociais, pode soar como falsa.

Esclareço que nada foi construído até agora e aproveito para publicar esta matéria do Blog Olhar Animal do dia 12 de maio último:

_________________________

Obras do Hospital Veterinário Público seguem indefinidas em Porto Alegre

Para que os trabalhos comecem, prefeitura de Viamão ainda precisa dar aval ao uso de uma área de quatro mil hectares.

Por Cláudia Rodrigues Barbosa

Hospital será erguido junto a uma unidade da Seda na Lomba do Pinheiro. (Foto: João Mattos)

Hospital será erguido junto a uma unidade da Seda na Lomba do Pinheiro. (Foto: João Mattos)

A ex-secretária Especial dos Direitos Animais (Seda), Regina Becker, entregou há quatro meses ao prefeito de Viamão, Valdir Bonatto, o projeto para a construção do Hospital Veterinário Público Vitória. A área onde será construída a instituição, denominada Unidade de Saúde Animal (USA), fica na Lomba do Pinheiro e pertence a Porto Alegre, mas está localizada no município vizinho. Aprovada pela Câmara de Vereadores de Viamão, a medida ainda precisa ser sancionada pelo prefeito Bonatto.

A pedra fundamental do hospital foi prometida pelo prefeito da Capital, José Fortunati, durante sua campanha eleitoral, em setembro de 2012. A estimativa era de conclusão da obra em um ano, ou seja, em setembro do ano passado. Até 2013, o hospital iria ser instalado em um terreno da prefeitura de Porto Alegre. No entanto, a data vem sendo transferida por “alterações no projeto arquitetônico” e “falta de uma área adequada”, conforme informações da assessoria da Seda.

No final do ano passado, a secretaria optou por estabelecer uma parceria com Viamão e construir a instituição junto à área da Unidade de Medicina Veterinária (UMV) da pasta – onde são realizados os procedimentos de baixa e média complexidade pela prefeitura. O local concentrará, futuramente, toda a estrutura administrativa e de fiscalização da Seda.

Pelo termo de compromisso assinado em setembro de 2012, o município ficou responsável por ceder um terreno, e o empresário Alexandre Grendene, diretor-presidente da Nova Vicenza Negócios e Participações S.A., por doar os recursos necessários para a execução dos trabalhos. Ainda não há previsão de início das obras. A última estimativa da Seda já expirou: era para março passado.

A área da UMV possui quatro mil hectares. O prédio terá 1.200 metros quadrados e está orçado em cerca de R$ 4 milhões. A USA será administrada pela Seda, e deverá oferecer procedimentos de média e alta complexidade para animais vítimas de maus-tratos e atropelamentos.

Para Regina, o mais importante não é a data de inauguração do hospital, e sim o fato de que “ele será construído e terá quatro salas de cirurgia, duas áreas de preparação, UTI, setores de quimioterapia, fisioterapia, banco de sangue, farmácia, ambulatório, além das estruturas de triagem, quarentena e canil com capacidade para 120 animais em recuperação”. O novo titular da pasta, o secretário-adjunto Maurício Silveira de Oliveira, assumiu no início de abril já com a missão de erguer o tão aguardado hospital.



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , ,

12 respostas

  1. Todo o impasse na construção do hospital veterinário se dá porque o prefeito Fortunati quer construir o hospital em uma área pertencente a uma unidade de conservação da natureza na categoria Parque Natural (como o de Itapuã). Isso além de ser ilegal, causará um grande impacto ambiental, pois a construção do hospital está prevista para ser ao lado da principal nascente do arroio dilúvio, ao qual abastece o lago Guaíba. Se isso acontecer, com certeza terá um aporte de esgoto para dentro das nascentes do parque, o que irá poluir o Dilúvio desde o seu início. Apesar de haver um plano de revitalização do arroio, o mesmo não está sendo feito, visto que querem construir o hospital lá.. Além disso, em um hospital veterinário há a circulação de diversas zoonoses, o que para a fauna silvestre seria uma catástrofe (ex. cinomose ou parvovirose em graxains, isso pode dizimar populações em semanas). Sou totalmente a favor da construção do hospital veterinário, mas dentro da lei e PROTEGENDO E RESPEITANDO o meio ambiente, que já está tão severamente degradado, tanto a nível local quanto mundial. Caso Porto Alegre não possuísse mais áreas onde pudesse se construir o hospital, até vai, mas existem diversas áreas públicas onde poderia ser construído o hospital, inclusive em lugares mais bem localizados.
    Outra coisa, numa jogada puramente política, Fortunatti está entregando de mão beijada o Parque Saint’Hilaire para a prefeitura de Viamão (sim, o Parque pertence a SMAM de Porto Alegre), com o único intuito desesperado de construir o hospital logo, visto que ano que vem é ano de eleição e ele quer mostrar “serviço”.
    Infelizmente as pessoas preferem cuidar de interesses próprios, do que de interesse de todo o planeta.
    Construir o hospital na área do Parque e passar o Parque para a prefeitura de Viamão será um grande CRIME AMBIENTAL.

    Segue algumas notícias sobre a situação atual:

    http://www.viamao.rs.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1265:o-parque-saint-hilaire-mais-perto-dos-viamonenses&catid=2:noticias&Itemid=14

    http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/559395/Prefeitura-de-Viamao-quer-revitalizacao-do-parque-Saint-Hilaire

    http://lproweb.procempa.com.br/pmpa/prefpoa/cs/default.php?p_noticia=165180

    Curtir

  2. Informo que na última reunião da Frente Parlamentar PORTO ALEGRE SEM MAUS-TRATOS AOS ANIMAIS, da qual sou presidente, o atual secretário da SEDA disse que não há previsão para início das obras do hospital.

    Curtir

  3. sou contra hospital veterinário público. deve se investir nas pessoas, a educação a saúde tão precárias e vão gastar dinheiro com pets…brazil

    Curtir

  4. fftopic: Mobilidade levada a sério… na Rússia

    http://varlamov.me/ru/novyy-russkiy-tramvay

    Curtir

  5. Gilberto Simon, sugiro quando você tiver um tempinho fazer um levantamento de “anúncios” de obras e projetos para Porto feitos aqui no blog mas que ate hoje não se concretizaram.
    Imagino que seja trabalhoso e não vai faltar material.

    Curtir

  6. “pertence a Porto Alegre, mas está localizada no município vizinho.” Não entendi.

    Curtir

    • Também não entendi. Coisas de jornaleco. A matéria original é do JC.
      A Lomba do Pinheiro é um bairro de Porto Alegre, não pode pertencer a Viamão. Só se eles quiseram dizer que fica na Lomba do Pinheiro, ao lado do município vizinho. Por exemplo, o Centro de Zoonoses e o Centro Agrícola da prefeitura de Porto Alegre ficam em Viamão. Por incrível que pareça. Ficam nas margens do parque Saint Hilaire, já na área do vizinho municipio, os dois pontos vermelhos no mapa, no link abaixo:

      Curtir

  7. Corrigindo 4 hectares. 4 mil e terra q não acaba mais, pena este empurra, empurra ja ta mais q na hora de sair do papel e de discursos políticos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: