Fortunati visita obras do viaduto sobre a avenida Bento Gonçalves

Obra, que prioriza o transporte coletivo da cidade, está 70% concluída  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Obra, que prioriza o transporte coletivo da cidade, está 70% concluída  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Viaduto terá extensão total de 540 metros com seis faixas de tráfego

O prefeito José Fortunati visitou, na manhã desta terça-feira, 22, uma das mais importantes obras de mobilidade da cidade: a do viaduto da avenida Bento Gonçalves. Acompanhado dos secretários de Gestão, Urbano Schmitt, e do diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, o prefeito percorreu a obra desde o início da av. Ipiranga até a metade posterior ao cruzamento da Bento Gonçalves, acessando as pistas superiores. Com 70% da obra concluída, a previsão de entrega é para o início do próximo ano.

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

A obra, segundo o prefeito, impactará de forma significativa a circulação de veículos e de ônibus. “Esse viaduto prioriza de forma absoluta o transporte coletivo, uma vez que por cima passarão os BRTs e seu projeto já considera a linha 2 do metrô que, futuramente, passará pela Bento Gonçalves. Ela vai contribuir muito com a qualidade de vida na cidade”, projetou. Além disso, destacou o prefeito, será um dos principais pontos de integração da cidade, permitindo a ligação entre zonas Leste, sobretudo do fluxo da Lomba do Pinheiro, Sul e Norte. O local também passará por uma intervenção urbanística.

Para o diretor Vanderlei Cappellari, “o viaduto foi planejado para priorizar o transporte coletivo e a segurança de todos que circulam pelo local e, além disso, a obra vai facilitar muito os deslocamentos das zonas Sul e Norte, assim como das regiões Leste e Centro”. A visita também foi acompanhada pelo secretário municipal de Obras e Viação, Rafael Fleck, e do superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Ruben Danilo Pickrodt.

Obra – Ligando as avenidas Doutor Salvador França e Coronel Aparício Borges, sobre a avenida Bento Gonçalves, o viaduto da Bento Gonçalves faz parte de cinco obras da Terceira Perimetral, proposto para melhorar as condições de fluidez do trânsito da região. O Consórcio Nova Bento (Construtora Cidade Ltda e Sultepa Comércio e Construções Ltda) é quem está executando a obra. O custo é de R$ 69.657.568, 51.

O viaduto terá extensão total de 540 metros com seis faixas de tráfego, rampas para veículos e para corredor de ônibus, incorporando a estação de ônibus do corredor da Terceira Perimetral. A altura mínima entre a superestrutura do vão do viaduto e a avenida Bento Gonçalves é de 5,5 metros. Com a execução da obra, a avenida Bento Gonçalves terá maior capacidade de fluxo de veículos.

Segurança – O prefeito também falou das obras realizadas nos viadutos Abdias do Nascimento e da Rodoviária. Fortunati lembrou que existem pareceres técnicos que confirmam a plena segurança da estrutura de ambos. “Existe uma segunda etapa, a de reparos estéticos que estão sendo encaminhadas. As obras só serão recebidas quando forem concluídos todos esses reparos.”

imagem127165

imagem127166

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Meios de Transporte / Trânsito, Obras da Copa 2014, Viadutos e pontes estaiadas

Tags:,

24 respostas

  1. Fico me perguntando como o Brasil ainda nao quebrou, ou será que estamos prestes a quebrar???

    Tem tudo aí nessa obra, menos engenheiro…na boa estamos sem saída ….bateu um desânimo e pouco podemos fazer…vcs já se perguntaram quem serão os próximos candidatos a prefeito de Poa??? E para vereadores??? Os mesmos de sempre….!!!

    Curtir

    • O Brasil quebrar meu amigo? Com a infinidade de recursos que os governos tem, baseado no altíssimo volume de impostos, nunca vai lhes faltar dinheiro para nada. Quanto aos “candidatos”, fiquei apavorado com as opções para o Senado.

      Curtir

  2. “O nome do prefeito José Fortunati estava escrito errado no capacete que ele utilizava para vistoriar a obra do viaduto da Avenida Bento Gonçalves, na manhã desta terça-feira — a palavra Fortunatti, assim, com dois tês, aparecia sobre uma tira colada ao equipamento de proteção.” – ClickRBS

    Curtir

  3. BRT passando por icma do viaduto?

    Curtir

    • Não não, o nosso vai ser só BT, porque de rapid não vai ter nada… hehehehe

      Curtir

    • Poisé, minha questão era a seguinte:
      Se o BRT é na Bento, como que ele vai passar por cima do viaduto, que é na perimetral?

      Curtir

      • Nesse ponto são dois, BRT Bento e BRT Terceira perimetral (não precisa de obras no piso, já é concreto). Os editais de obras já preveem o monitoramento do corredor da terceira perimetral, assim como Bento, João Pessoa, Protásio, etc

        Curtir

  4. Não acho que essa obra prioriza o transporte coletivo, como diz no texto. O usuário de ônibus vai precisar caminhar muito mais e subir escadas para poder entrar e sair do ônibus, além de dificultar a conexão entre a Bento e a III perimetral.

    Curtir

    • Nem diz isso… quando eu falei sobre esse sobe desce excessivo só faltaram me chamar de alguma-coisa-xiita.

      Curtir

      • Eu lembro daquele caso, Bianca. Me impressiona como o mesmo povo que não quer ir comprar pão a pé não entende que ter que subir uma rampa enorme a pé é um desincentivo ao usar ônibus.

        Curtir

      • E reclama da ciclovia porque tira o estacionamento da frente da padaria.

        Curtir

      • Bem, por que reclama do estacionamento eu até entendo apesar de discordar – a idéia é não mover um músculo. A não ser que seja na academia, para onde se vai de carro, reclamando do trânsito rsrsrsrs.

        Curtir

  5. Começo a entender por que as obras demoram tanto, assim eles podem fazer várias dessas propagandinhas da administração hehehe

    Curtir

  6. O custo desse viaduto não dá para aceitar… Com 70 milhões dá para fazer um anel de aeromóvel no centro.

    Curtir

  7. O prefeito e sua comitiva de capacete; o resto, sem nada!
    Primeiro vem a divulgação, depois a segurança…
    Hahahaha

    Curtir

  8. No que ele irá contemplar o metro?

    Curtir

  9. O metro (se sair), vai passar pela Bento??? Não é só pra zona norte?

    Curtir

    • Deve ser a segunda ou terceira linha, que deverá sair no próximo milênio!

      Curtir

    • A linha 2 chegaria de alguma maneira do centro até a Azenha, e dali pegaria a Bento até sabe-se lá onde.

      Curtir

    • Se você olhar no edital da PMI, a estação Rua da Praia (terminal da linha do metrô) fica com as plataformas quase a 45 graus em relação à Borges e ao Glênio Peres, com a linha seguindo pela Borges. O que um dia passará pela Bento e pela Azenha não vai ser linha 2 ou 3, e sim o prolongamento da linha que vem do Triângulo, que provavelmente saíra 30 anos depois da primeira fase, assim como a chegada da Trensurb em Novo Hamburgo.

      Curtir

      • Acho que essa linha, centro -> triangulo já seria a linha 2 se considerarmos o trensurb como linha 1. Mais ou menos como SP onde hoje as linhas CPTM e Metro tem a mesma numeração!

        Curtir

      • Não quis chamar de linha 2, porque tem pessoas que dizem que a linha da Trensurb não é metrô e blablablá, mimimí… Enfim, não estava afim de discutir o sexo dos anjos de novo.

        PS: Mas Trensurb é metrô sim!

        Curtir

      • Bem, concordo com o que falaste mas a própria trensurb que dá um número diferente para essa linha da Bento em relação a do Triângulo.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: