Parceria vai recuperar e conservar monumentos da Redenção

Monumento ao Expedicionário é um dos que será restaurado. Foto: Gilberto Simon

Monumento ao Expedicionário é um dos que será restaurado. Foto: Gilberto Simon

A prefeitura e o Sindicato das Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Sul (Sinduscon-RS) assinam segunda-feira, 28, parceria para restauração de 12 monumentos do Parque Farroupilha (Redenção). A cerimônia contará com a presença do prefeito José Fortunati, dos secretários municipais da Cultura, Roque Jacoby, e do Meio Ambiente, Cláudio Dilda, e será realizada às 14h, na sede do Sinduscon-RS (avenida Augusto Meyer, 146, bairro Auxiliadora).

Caberá ao Sinduscon-RS a realização das etapas de análise, diagnóstico e execução dos projetos, conforme o plano de trabalho aprovado pelas secretarias municipais da Cultura e do Meio Ambiente. Conforme Jacoby, a Secretaria da Cultura congratula-se com o Sinduscon, pois a iniciativa da parceria em relação à preservação e conservação da memória de Porto Alegre pode motivar outras entidades ou empresas a adotarem atitudes similares. “O Sinduscon demonstra maturidade, espírito de solidariedade e amor à nossa cultura”, afirma o secretário.

Para o coordenador do projeto pelo Sinduscon-RS, Zalmir Chwartzmann, a cidade tem que ser melhor a cada dia. “Sabemos das dificuldades que o poder público enfrenta e entendemos que este é um projeto piloto. Se for bem aceito, vamos evoluir. Acreditamos que o projeto já nasceu vencedor”, comenta Chwartzmann. Já para o presidente da entidade, Ricardo Antunes Sessegolo, o ato vai marcar o aniversário de 65 anos do sindicato dando um presente para a cidade de Porto Alegre. “Queremos que a iniciativa seja um despertar das pessoas, para que elas passem a preservar esses monumentos depois de restaurados”, concluiu o presidente do Sinduscon/RS.

MonumentosOs monumentos que receberão as intervenções são: Cabeça de Chopin; Monumento a Carlos Gomes; Homenagem a Beethoven; Busto de Annes Dias; Busto de Licínio Cardoso; Busto de Sammuel Hahnemann; Os Lusíadas, Homenagem aos Mortos em Combate ao Comunismo; Coluna Brasileira; Obelisco da Comunidade Sírio-libanesa; Obelisco da Comunidade Israelita e Monumento ao Expedicionário.  

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Restaurações | Reformas

Tags:, , ,

6 respostas

  1. Sinduscon tentando melhorar a sua imagem junto aos porto-alegrenses! Kkkkk

    Uma pergunta: As palavras “Caberá ao Sinduscon-RS a realização…” significa sem dinheiro público?

    Curtir

    • Provavelmente vão bancar os custos para parecer que estão fazendo caridade e depois vão receber algumas isenções e subsídios pra compensar…

      Curtir

  2. Opa, como é que é esse esquema de homenagem aos mortos em combate ao comunismo?

    Onde fica isso?

    Curtir

  3. Homenagem aos Mortos em Combate ao Comunismo????

    Curtir

  4. Maravilha, parabéns pro Sinduscon! Uma coisa que eu sempre penso é que monumentos que estão literalmente no meio do mato (como o obelisco sírio-libanês, a coluna brasileira e o gaúcho oriental) poderiam ser transferidos para locais com maior visibilidade e apelo turístico – cruzamentos, praças, um recanto urbanizado da orla… Ajudaria também a coibir novos atos de vandalismo. E não achei fotos deste Homenagem aos Mortos em Combate ao Comunismo, alguém sabe onde fica?

    Curtir

    • Segundo a Zero Hora: “Homenagem aos Mortos em Combate ao Comunismo
      Conjunto de totens distribuídos no entorno do Monumento do Expedicionário. Inaugurado em 1937, homenageia os mortos do lado legalista que lutaram na Intentona Comunista, em 1935.”. Esses totens devem estar tão vandalizados que, sem placa nem nada, ninguém sabia que eram uma homenagem.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: