Paraná ultrapassa RS em competitividade

Paraná dá um salto no ranking de competitividade da Economist

Paranaenses ultrapassam o Rio Grande do Sul na edição 2014 da pesquisa da revista britânica. Santa Catarina também avança. Minas desaba.

Por Eugênio Esber

Curitiba, PR

Curitiba, PR

A edição 2014 do ranking dos Estados brasileiros que oferecem o melhor ambiente para negócios traz algumas surpresas.(veja aqui a tabela) Nem tudo mudou, é verdade. São Paulo segue em primeiro lugar desde a primeira edição, em 2011, assim como o Rio de Janeiro se mantém em segundo. Outro Estado que não sobe nem desce nas três edições da pesquisa realizada pela revista britânica The Economist, com patrocínio do Centro de Liderança Pública (CLP), é o Rio Grande do Sul, que permanece na quarta colocação. Mesmo caso de Goiás, que fecha a lista dos Top 10. Mas, excetuados estes casos, tudo o mais é mudança. E um dos grandes protagonistas da novo cenário de competitividade dos Estados brasileiros é o Paraná.

De 2013 para 2014,  o ambiente de negócios do Paraná saltou do quinto para o terceiro lugar no ranking, ultrapassando, no espaço de um ano, Minas Gerais e o Rio Grande do Sul.  No levantamento, que considera 25 indicadores importantes para a operação de negócios (como, por exemplo, tempo para abrir uma empresa e carga tributária), a pior notícia ficou com Minas Gerais, que desabou do terceiro para o sexto lugar. Acabou perdendo posição também para Santa Catarina, que no ano passado figurava na sexta colocação e agora desfila em quinto lugar.

Completam a lista dos dez primeiros o Distrito Federal, que avançou do oitavo para o sétimo lugar; o Mato Grosso do Sul, que conseguiu a proeza de saltar da décima-segunda para a oitava posição no intervalo de um ano; e o Espírito Santo, que deslizou do sétimo para o nono lugar.

“Apesar do crescimento mais fraco, as oportunidades do mercado brasileiro permanecem atraentes para investidores. Estados do Sul e do Sudeste continuam a oferecer o maior mercado de consumo e a maior média de renda per capita”, diz o relatório da Economist Intelligence Unit, que também destaca o efeito da expansão do agronegócio exportador sobre o mercado de consumo na região centro-oeste.  E, por fim, assinala a atratividade econômica dos estados do Norte e do Nordeste, beneficiados pelo processo de mobilidade social e transferência de renda que beneficiou as camadas mais humildes da população. Estes estados, conforme o relatório, devem estar no radar de investidores que procuram desbravar novas fronteiras do mercado de consumo.

Revista Amanhã

________________

A lista:

Os 13 estados mais competitivos do Brasil

1. São Paulo
2. Rio de Janeiro
3. Paraná (+2)
4. Rio Grande do Sul
5. Santa Catarina
6. Minas Gerais (-3)
7. Distrito Federal
8. Mato Grosso do Sul (+3)
9. Espírito Santo
9. Goiás
11. Mato Grosso (+5)
12. Amazonas
13. Bahia (-4)



Categorias:Competitividade, Economia

Tags:, , ,

22 respostas

  1. É o meu Paraná se tornando o principal estado do Sul, daqui uns cinco anos ou menos também passa o RS em população, a diferença caiu de quase trezentos mil para cento e trinta mil habitantes a menos em pouco tempo! Minha cidade natal Santo Antonio da Platina também vive um bom momento na economia

    Curtir

  2. Parabéns ao paraná. sou gaucho,mas moro em Londrina há alguns anos. A infra estrutura paranaense é a melhor disparada do sul do BRASIL e só perde para São Paulo no Brasil. A verdade é esta.Paremos de nos lamentar e como disse a colega acima.PERDEMOS A HEGEMONIA.

    Curtir

  3. Vale ressaltar que o RS não caiu … O destaque do PR que foi maior … Ouve melhora econômica e de renda.

    Curtir

  4. Triste ver nosso estado estagnado!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: