Está nascendo o Projeto Orla Sul

orla-sul-01Estive conversando com o Arquiteto Marcelo Allet, da Secretaria Municipal de Urbanismo, na semana passada, quando este me colocou a par do Projeto Orla Sul. Este projeto visa desenvolver a orla dos bairros da zona sul da cidade. Este desenvolvimento na verdade é uma revisão e um detalhamento do extenso relatório do GT Orla iniciado em 2000, criado e coordenado inicialmente pela Arq. Ligia Klein Ebbesem e posteriormente pelo Arq. Marcelo.

Este detalhamento do projeto visa criar formas de aproveitar e potencializar nos aspectos sócio-econômicos, especialmente em relação ao turismo, recreação e laser, os bairros da área sul da cidade: Vila Assunção, Tristeza, Ipanema, Espírito Santo, Guarujá, Ponta Grossa, Serraria, Lami e Belém Novo. O estudo, já iniciado, vai contemplar todas as intervenções urbanísticas feitas na orla e sistematizar as carências e as oportunidades destes bairros e de suas áreas de orla assim como os encaminhamentos necessários para um tratamento adequado de forma a criar um plano de políticas públicas para qualificação e desenvolvimento sustentável para a área costeira sul da cidade.

Uma importante característica é que vai ser realizado juntamente com a comunidade via Fórum da Região de Planejamento n. º 6. Pode parecer mais do mesmo, mas sabemos que é fundamental que a sociedade participe da elaboração das diretrizes do desenvolvimento local, e que elas mesmas vão usufruir.

O que mais chama atenção neste estudo é que vai haver uma definição do que é melhor para cada bairro da orla, respeitando suas características originais mas dando um bom salto de qualidade nos equipamentos para utilização da população e dos turistas.

Ipanema

Ipanema. Foto: Ivo Gonçalves

Ipanema. Foto: Ivo Gonçalves / PMPA

Um dos principais módulos do Projeto é o do bairro Ipanema, que prevê um novo pier, multifuncional, mais adequado a todo tipo de transporte fluvial, desenvolvido para ser modelo para outros que surgirão na orla, inclusive com estação hidroviária incorporada.

O Projeto Orla Sul inicialmente foi planejado para iniciar no módulo do bairro Belém Novo, no extremo Sul da cidade. Mas o péssimo pier implantado lá, que está praticamente “naufragando”, foi um dos responsáveis por fazer com que a comunidade percebesse a necessidade de um projeto melhor e mais completo e não simplesmente um pier de 20 metros. Isto é fundamental para que este novo processo de desenvolvimento da orla vá adiante, começando por Ipanema, norteado por diversas iniciativas da comunidade organizada, em especial da  Associação Brasileira de Esportes de Praia – ABEP e da Associação do Turismo Náutico – ATUN.

O Pier de Ipanema dias atrás. Fotos: Luis Reis via Facebook

O Pier de Ipanema dias atrás. Fotos: Luis Reis via Facebook

Este módulo de Ipanema está estruturado em duas fases: a primeira já iniciada pelos integrantes do Grupo de Trabalho n.2 do Fórum da RP6 em outubro de 2013 consiste  em sistematizar e equacionar três fatores condicionantes para viabilização da continuidade dos trabalhos: as condições favoráveis das forças políticas locais, o mapeamento das possibilidades territoriais para implantação de atracadouros na orla sul e a incorporação das iniciativas comunitárias locais.  A segunda fase prevê a participação comunitária irrestrita e consiste na elaboração de um plano local de desenvolvimento que depois de finalizado deverá ser encaminhado à Câmara Municipal para se tornar lei, de modo a ser então gradualmente materializado assumindo a condição de “Política Pública de Qualificação urbanística”.

O novo Pier de Ipanema

Agora, nesta quinta-feira, dia 7, acontece uma reunião para apresentação do estudo preliminar do novo Pier de Ipanema. Todos estão convidados.

Tive o privilégio de ver este estudo do pier e fiquei bastante impressionado e entusiasmado com a possibilidade dele se tornar realidade. Me parece que Porto Alegre daria um grande salto em termos de turismo náutico na zona sul com sua implantação lembrando que ele funcionará como modelo para outros a serem futuramente implantados na orla.

Não tenho o projeto para apresentar aos leitores do Blog, mas garanto que é muito bom. Para se ter uma breve ideia, o pier teria cerca de 170 metros de comprimento Guaíba a dentro, distância essa necessária para se atingir a área do Guaíba com calado para atracação de barcos como o Cisne Branco, por exemplo. O pier prevê também uma estação hidroviária, com bilheteria e sala de embarque além de áreas com cafeterias e para atracação de barcos menores. Seria simplesmente o tão reivindicado amadurecimento de Porto Alegre para este tipo de turismo e um resgate do transporte hidroviário pelo Guaíba.

orla-sul-02

CONVITE

Fórum Comunitário Local – Grupo de Trabalho N.º 2 e Secretaria Municipal de Urbanismo – SMURB

convidam para

APRESENTAÇÃO DO PROJETO ORLA SUL

MÓDULO IPANEMA

DATA: 07/08/2014 – QUINTA-FEIRA

LOCAL: IPANEMA SPORTS – AV. CORONEL MARCOS, 2353

HORÁRIO: 19:30



Categorias:ORLA, Pier de Ipanema, Projeto Orla Sul

Tags:, , ,

29 respostas

  1. Queremos uma orla sem poluição alguma inclusive visual. Ninguem quer a volta de barreiras visuais na areia , queremos um rio com a vista limpa , sem bares , sem bilheteria….Catamara??? Ja foi dito e exposto ao grupo de trabalho da dificuldade ou at’e impossibilidade deste. Pier ? Otimo!! Precisamos de um píer a altura das expectativas dos portoalegrenses. Mas um píer de 170 metros rasgando a praia no meio? Talvez a informacao que sera no mesmo lugar do outro nao seja procedente , mas se for …Nao consultaram ninguém do kite surf , imagino. O que dizem os velejadores? O que dizem os conhecedores do rio? Com certeza irei conhecer este projeto e espero realmente que os comentários do cezar954 estejam muito equivocados.

    Curtir

  2. Cara, eu te admirava, mas agora vi que estava enganado e que esta sendo parcial.
    Saiba que esta muito equivocado.
    Melhor te informar direito sobres estas coisas. Conheço muito mais que imagina o que esta gente quer fazer com a orla.

    Não sou nenhum adversário politico, e nem sou de nenhum partido. O meu partido é a verdade e sei bem onde ela esta neste projeto.
    Lastimo que esteja neste caminho..

    Curtir

  3. interessante mas e como fica a area invadida da orla na av. coronel marcos onde existem belas casas na beira da orla que deveria ser publica. como pode a prefeitura autorizar essa privatizacao?

    Curtir

  4. A quem interessa este projeto?
    Porque não divulgam o projeto na integra, para que todos possam saber da verdadeira intenção por trás dele?

    Curtir

    • Não compete ao Blog divulgar o projeto na íntegra. Isto será feito amanhã, 07/08, pelos responsáveis do projeto, conforme convite no post.
      Recomendo ir la na apresentação oficial, as 19:30 no Ipanema Sports.

      Curtir

      • Gilberto, não falo do blog e sim dos que estão por traz deste projeto. Sei que estão escondendo ele para nos enfiar garganta a baixo, como foi feito com aquele Pierlixo que esta destruído.
        Estão fazendo tudo por debaixo dos panos,
        Cadê a lei da transparencia?
        E outra, duvido que nesta apresentação eles divulguem o verdadeiro motivo de fazer este projeto, mesmo porque se fizerem a comunidade não vai aceitar.

        Curtir

    • Vão por um muro em toda a orla e cobrar 50 reais pra entrar

      Tenho minhas fontes.

      Curtir

  5. É interessante, mas não diz nada sobre urbanizar a orla, e acho que isso é o que mais precisamos.

    Claro, é um ponto muito importante, esse pier com 170 metros pode se tornar um diferencial, certamente.
    Mas vamos ver no que vai dar, espero que realmente aconteça.

    Curtir

    • Este pier de “170 metros” é apenas para o interesse de poucos de olho na oportunidade comercial.
      Pois é isto que estão fazendo este projeto, para o interesse de poucos.

      Aquele lixo que dizem ser um “Pier”, e que foi construído com dinheiro publico, esta jogado sem a minima manutenção, foi jogado ali sem nenhum estudo técnico, que justifique a instalação dele ali.
      Para que e quem ele foi construído mesmo?
      Creio que a Prefeitura deveria dar esta resposta com transparência.

      Curtir

      • Como assim interesse de poucos????
        Ele vai resgatar o transporte hidroviário pela zona sul.
        Vai potencializar o turismo em todos os níveis.
        Os barcos pequenos que quiserem atracar nele não vão pagar nada.
        Vai ter uma estação de embarque para o catamarã na linha da zona sul.
        Vai ter um local para o Cisne Branco atracar.
        Pare de falar sem ter conhecimento algum.
        Espere e vá lá na apresentação.
        Tu só pode ser um adversário político da atual administração, só pode, pois ta falando coisas que não tem sentido algum.

        De qual partido você é ? PT? PSOL ? PSTU ?

        Curtir

      • O que interessa a poucos é a rola abandonada, porque aí fica com acesso ao Guaíba só quem é membro dos clubes náuticos.

        Curtir

        • O pier vai ser totalmente aberto, 24h por dia. Não vai ter portão de entrada. Quem chegar entra.
          Vai ter a parte que funcionará como estação hidroviária e aparte que se vai poder frequentar só para contemplação.
          Vai ser um equipamento muito bom.
          Não vou dar detalhes, colocar a carroça na frente dos bois, mas eu esclareço que vi o pré-projeto. Nada a ver com os clubes náuticos e nada a ver com o pier atual. 100% diferentes.

          Curtir

  6. Mais um projeto sem datas.

    Curtir

  7. Mais um projeto… projetos eu tô (quase literalmente) careca de ver. Cadê a orla do Gasômetro? Chega de promessas… não acredito em nada disso.

    Curtir

  8. Muito bom! Aos poucos vamos redescobrindo as riquezas de Porto Alegre.

    Curtir

  9. Gilberto Simon futuro vereador de Porto Alegre. Eu acredito!

    Curtir

  10. Queria registrar meu agradecimento ao blog Porto Imagem pela divulgação. Ajuda bastante nos esforços da nossa municipalidade – em especial da SMURB – em ordenar o desenvolvimento urbano da Zona Sul da cidade, no estimulo ao aproveitamento adequado das suas potencialidades – como as suas orlas dentre outras – bem como ajuda no convite ao conjunto da população em integrar-se nestes esforços. Mais uma vez o Gilberto Simon contribuindo para a consciência urbanistica dos porto-alegrenses.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: