Porto Alegre vislumbra candidatura para os Jogos Pan-Americanos

Prefeito revelou contato sinalizando ambiente favorável para escolher a Capital em 2023

Prefeito revelou contato sinalizando ambiente favorável para escolher a Capital em 2023  Crédito: Paulo Nunes/CP Memória

Prefeito revelou contato sinalizando ambiente favorável para escolher a Capital em 2023
Crédito: Paulo Nunes/CP Memória

Porto Alegre em mais um grande evento, sede do Jogos Pan-Americanos. A possibilidade nasceu nesta quinta-feira, quando o prefeito José Fortunati revelou no Twitter ter sido sondado para a realização do evento graças ao sucesso da organização da Copa do Mundo. O prefeito relatou ter sido contatado por um representante da Organização Deportiva Pan-Americana (Odepa), entidade que supervisiona a realização dos Jogos e escolhe as sedes. A pessoa, cujo nome não foi divulgado, queria saber se a Capital iria se candidatar a receber a competição.

O chefe do Executivo municipal respondeu que não havia planejado isso. Ouviu, então, uma sugestão de que o fizesse, pois agradaria a cúpula da instituição, tamanha a repercussão positiva do desempenho portoalegrense no Mundial. O prefeito apressou-se a enfatizar que não é nada oficial ou definitivo. Mas, diante do incentivo vindo do México, afirma: “Vamos nos preparar para possivelmente nos candidatarmos”. As próximas duas edições já têm sede definida: Toronto, em 2015, e Lima, em 2019. A próxima data livre, portanto, é a de 2023.

A preparação à qual Fortunati se refere inclui tudo, a começar por conhecer as exigências da Odepa para as cidades-sede. Só o custo de inscrição da candidatura é de US$ 50 mil (cerca de R$ 115 mil). Locais de competição, infraestrutura, centro de imprensa, tudo é diferente do que a Fifa demanda. Em 2007, quando sediou o Pan, o Rio pleiteava a realização da Olimpíada. O custo final teria sido de R$ 3,5 bilhões, quase 10 vezes mais que os R$ 390 milhões planejados. Por isso, o prefeito Eduardo Paes agora faz questão de definir a próxima Olimpíada como os “Jogos do legado”, em que não haverá nenhum “elefante branco”. Guadalajara-2011, que não tinha ambições olímpicas, teve um custo menor, mas ainda alto: cerca de R$ 2,27 bilhões.

Correio do Povo



Categorias:Eventos

Tags:, , , ,

34 respostas

  1. Se na copa só fizeram o “Caminho do Gol” de útil.. imagina pra um Pan.
    Não quererendo dizer, mas parece que tão viajando na maionese.

    Curtir

  2. E a Indy? Hahahaha! Mais uma lenda urbana dessa província tosca que acha que é grande. Fortunati devia ser rebatizado pra Fanfarronati.

    Curtir

  3. Já fui iludido pela Copa, não quero outra decepção.
    Seria interesante, claro, mas é só ver como foi na Copa e como ta sendo no Rio.

    É bom que ficou uma boa imagem da cidade, mas seriam muitas coisas pra fazer.

    Acho que estrutura esportiva ate temos, acredito que não faltaria muitas obras nesse sentido, mas e o metrô?
    Segurança?
    Entre outras coisas?

    Eu apoiaria esperando investimentos na cidade, mas já soubemos que nem assim funciona.

    Curtir

  4. Porto Alegre não tem estádio olímpico (pelo menos não terá daqui a um tempo hehe), Beira Rio e Arena não possuem nem condições espaciais para uma pista de atletismo.
    Se POA quiser sediar os jogos, precisará no MÍNIMO de um estádio completamente novo, como foi o Engenhão no Rio.

    Curtir

    • Pois é! Estava comentando exatamente isso, entre outras coisas, mas já que um ser pensante já o fez, deixo aqui registrado que concordo plenamente.

      E ainda digo mais: nenhuma sede da Copa pensou grande, para realmente poder “vislumbrar” alguma coisa. Nenhum estádio é olímpico (estou generalizando) e os que eram deixaram de ser. Isso é o que é não pensar no futuro, mania ou cultura de brasileiro, acho.

      O de Brasília, 70 mil pessoas, 2 bi de reais. E serve pra mais algum evento mundial? Não! Só Copa. Aí eu lhes pergunto: Há espaço para um outro mega estádio olímpico em Poa? Sem que o mesmo não seja Elefante Branco?

      O Rio que sediou o Pan em 2007 construiu um velódromo novinho e caríssimo, vai demolir tudo e construir outro mais caro ainda pras Olimpíadas. Essa é a cultura brasileira. Não me surpreenderei se Poa sediar o Pan, mas com toda certeza do mundo, acontecerá algo parecido.

      Resumindo: Isso não é bom, meu povo. Caso aconteça, mais dinheiro gasto, tudo mal feito, e elefante branco (algo que nunca pensei que acontecesse em Porto Alegre).

      Opinião ultra mega super pessoal (lê-se não se deve concordar ou discordar): Não sei muito como funciona, mas sei que toda essa escolha de candidatura depende de muita gente, inclusive do Governo Federal e até de outros países para “apoiar” e dar força à candidatura. Por isso, acredito que duas outras capitais são mais “fortes” que Poa. Sendo elas São Paulo, Belo Horizonte. Além do que SP já estava candidata à sede da Expo 2020 (não foi escolhida) e justamente por isso já há um projeto de um estádio olímpico público, o Piritubão. Para se ter uma ideia, o Governo insiste nesse estádio desde a escolha dos da Copa. Com certeza vão dar um jeito de contruí-lo, falta motivo.

      Curtir

      • Esse estádio o ‘Piriitubão’ a prefeitura de SP queria que fosse do Corinthians para a copa, como o Corinthians optou por Itaquera, agora desejam que o Santos construa esse tal estádio em Piratuba…

        Curtir

      • Eu apoiaria um estadio pra futebol americano, em poa. Mas não desse porte. Muito dinheiro pra pouco retorno.

        Curtir

    • Realmente, não tinha pensado nisso, Porto Alegre não tem um estádio Olímpico (ou tem, tinha, não vai ter mais…). Mas duvido que nenhuma universidade da região metropolitana tenha pistas de atletismo, salto em distância, arremessos e essas coisas.

      Qualquer coisa, chama a RedBull! A marca está em quase todos os esportes, nada melhor que ter um time de futebol, no país do futebol, justamente na terra dos times que colocam medo inclusive nos times paulistanos e cariocas quando estão na libertadores. Eles constroem o estádio para as olimpíadas e depois fica para o Red Bull Porto Alegre F.C. Hahahahah.

      Curtir

  5. Porto Alegre já tem uma boa estrutura para isso, temos dois estádios “padrão Fifa”, não sei dizer se um único basta para os eventos de futebol, mas se for preciso 4, como as Olimpíadas, poderiam usar Arena, Beira-rio, a arena do Cruzeiro, em fase avançada de obras, e o estádio da Pucrs.

    Fora que temos vários centros esportivos para usar, como a Sogipa, Pucrs, Esef, e não precisamos necessariamente usar apenas Porto Alegre, as provas das olimpíadas de Los Angeles foram sediadas em toda a região metropolitana, a distância entre os locais de provas chegava a 150 km (quase a distância de Porto Alegre à Tramandaí) e foram simplesmente um sucesso. Poderia se usar os campus da Ulbra, Unisinos, LaSalle, com a vantagem de estarem ao longo da linha 1 da Trensurb.

    Acho que as únicas coisas que faltariam seria local para as provas de natação e um velódromo. E creio eu, que até 2023 já estejam prontos o metrô e o BRT. Afinal, duvido que isso leve ainda mais 9 anos para fica pronto.

    Curtir

    • Natação tem as excelentes piscinas da PUC! Não sei como é de arquibancada ali, mas é uma das melhores piscinas que eu já vi.

      Curtir

      • O Parque Náutico do União sedia competições internacionais de natação.

        Estádios para as cerimônias de abertura não precisa ser o mesmo do atletismo.

        Velódromo reforma o do Marinha.

        Só temos que parar de pensar com os olhos das competições anteriores. Aqui é América do Sul, não temos que impressionar ninguém. Esportivamente já tem tudo.

        Curtir

  6. Primeiro passo é taxistas não ficarem passeando com atletas para ganhar mais dinheiro chegando ao ponto de impedi-los de participar das provas. Lembram?

    Curtir

  7. ahahahahahahhahahahahahahahahahhaah
    Mais uma do DesaFortunati!
    Daqui um dia ele diz que estudam lançar um foguete pra lua ou ou até mesmo fazer um viaduto pra lá!
    Por favor, façam para hoje o que a população precisa! Caprichem, cuidem dos detalhes, que são as pessoas. Prezem pela vida, qualidade de vida, meio ambiente, boa convivência.
    Porto Alegre te queremos hoje, no entanto atualmente está mais para Porto Triste.

    Curtir

  8. Ha Ha Ha

    Isso é conversa para encher linguiça. Para realizar tal evento Porto Alegre teria que gastar e gastar muitoooooooooooo em infra-estrutura. Agora vejamos uma cidade que dispensou a formula Indy porque como sempre nunca tem dinheiro para nada, vai ter dinheiro para tal evento ?

    Curtir

  9. POA já tem estrutura para todos os esportes envolvidos. Deve não ceder aos caprichos dessas entidades internacionais. Se oferecermos o que já tem, dá para fazer algo espetacular. Quase não há turismo para o Pan, os atletas não gastam. É algo simples e meramente esportivo. O Rio gastou horrores por causa das empreiteiras em conchavo com o governo.

    Curtir

    • Discordo frontalmente. Porto Alegre não tem sequer o básico que é um centro razoável. Ai tu vai dizer que isso não conta para as competições esportivas e tals e tá certo. Porém eu acho que é até melhor esconder a cidade das lentes internacionais enquanto isso não for resolvido.

      Tenho um amigo que mora em Goiânia e ele ficou um dia em Porto Alegre e se dizer completamente decepcionado com o centro de Porto Alegre dizendo ser sujo, feio, perigoso… E é mais ou menos isso que todos os visitantes acham de Porto Alegre tirando aqueles poucos que tiveram oportunidade de conhecer a Padre Chagas, o Parcão, os bairros nobres da Zona Sul, enfim o cartão de entrada de Porto Alegre é aquele centro horroroso.

      Curtir

    • Porto Alegre não tinha capacidade nem de receber decentemente o mundial de atletismo master. Os caras competiram na ESEF que parece uma pista em ruínas do tempo da União Soviética.

      Curtir

  10. Ai Ai Ai. que medo, imagina se Porto Alegre tem mais de 2 bilhões de reais pra gastar nisso. dá mais de R$ 1.000,00 por habitante da cidade

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: